Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Preconceito social 17/Jan/2013 às 17:26
33
Comentários

Caso Zezé Polessa e o motorista falecido: a lição que fica

Ministério Público decidiu abrir investigação contra Zezé Polessa, pois é muito provável que sua atitude destemperada diante da falha do motorista possa ter desencadeado o ataque do coração que ele sofreu

Edu Guimarães, em seu sítio

Um caso doloroso envolveu a atriz Zezé Polessa e motorista da Globo que a levava de casa à gravação da novela Salve Jorge e errou o caminho, fazendo-a se atrasar para evidente compromisso importante, desencadeando bronca veemente da atriz. O motorista acabou falecendo de ataque do coração por, supostamente, ter ficado nervoso com a reprimenda.

atriz zezé polessa motorista globo

Motorista da Rede Globo morreu após discussão com atriz Zezé Polessa. (Foto: divulgação)

De um lado, há acusações de arrogância da atriz que são justificáveis porque pessoas dos estratos mais abastados costumam agir assim com subalternos. De outro lado, dizem que tentam “linchá-la” por reação igualmente justificável de se irritar com um motorista que, pago para conhecer caminhos, a levou a lugar errado, o que por certo lhe causou danos.

Que atire a primeira pedra quem nunca se irritou com um motorista de táxi, por exemplo, que errou o caminho e lhe causou atraso que, muitas vezes, pode ser muito prejudicial. Contudo, quantas vezes já não vimos um subalterno sendo humilhado enquanto se apavora e se submete à humilhação com medo de ser demitido?

Uma procuradora do Ministério Público decidiu abrir investigação contra a atriz, pois é muito provável que sua atitude destemperada diante da falha do serviçal possa ter desencadeado o ataque do coração que ele sofreu, o que seria agravado caso Polessa soubesse dos problemas de saúde do homem – o que parece pouco provável.

Leia também

Discordo de opinião que está surgindo de que a conduta da procuradora é, apenas, vontade de aparecer. Uma vida humana foi perdida e, ainda por cima, durante o desempenho de função empregatícia da vítima. Ora, quem tem poder nesse tipo de relação, em uma situação como essa deve, no mínimo, dar explicações, as quais devem, sim, ser investigadas.

Por outro lado, penso que daí a partirmos para condenar primeiro a atriz e investigarmos depois o que foi que aconteceu, vai uma distância imensa. Uma das pragas que se abatem sobre este país é justamente essa, de atirarmos primeiro e perguntarmos depois.

Por fim, esse caso terrível deve servir de lição a todos nós que nos valemos da prestação de serviços de outras pessoas. Reclamar de erros que possam cometer e que nos causam danos é legítimo. Contudo, a vida que se leva nos dias de hoje não pode nos levar a transformar uma reclamação em uma sessão de humilhação daquele que errou.

Em vez de lincharmos alguém que pode, sim, ter errado – e feio –, talvez seja melhor tirarmos uma lição de vida desse caso, buscando sempre nos lembrarmos de que uma pessoa que nos presta serviço não pode ser tratada como escrava, até porque nunca se sabe que dramas pessoais podem levá-la a errar no desempenho de suas funções empregatícias.

Recomendados para você

Comentários

  1. Rafic Hage Charnouny Postado em 17/Jan/2013 às 17:38

    Primeiramente, devemos pensar também que a atriz em questão mora no Rio de Janeiro e ela sabia muito bem para onde o motorista deveria levá-la. Será que ela não percebeu que estavam indo para o lugar errado a tempo e não conversou sobre isso com o motorista? Se estou numa cidade que conheço bem e vejo que o taxista ou motorista está indo em outra direção oposta, é clarrooooooooo que vou conversar com ele sobre a direção!

  2. Fátima Monteiro Postado em 17/Jan/2013 às 17:40

    É a primeira vez que vejo alguém ser condenado como assassino por ser mal educado, elevar a voz com quem quer que seja é falta de ética e educação, mas não costuma matar, claro que a procuradora quer aparecer e os eternos guardiões do politicamente correto também.

  3. daniela Postado em 17/Jan/2013 às 18:19

    Se ela nao pestanejou em ter a atitude que teve tao rude e arrogante é porque já faz parte do seu jeito de ser e de lidar com as pessoas,seguramente nao foi um caso isolado de descontrole da atriz,ela É assim. Portanto está colhendo o que plantou diariamente durante anos a fio.

  4. Luciene Postado em 17/Jan/2013 às 18:28

    É há pela primeira vez para tudo e pela primeira vez vemos que alguém vai ser investigado por ser mal educado, arrogante. Mas, na minha opinião longe de querer aparecer (ou que seja), a promotora está certa. Acho que ainda existe no Brasil os velhos hábitos coloniais, onde os subalternos eram escravos ou escória. Alguns da classe dominante, pois acredito não ser todos, em pleno desenvolvimento social, são verdadeiros senhores e velhos coronéis. Onde os subalternos são tratados como "velhos escravos" da sociedade moderna. E isso não é raro de ocorrer. Gritos, humilhações, verdadeiros assédios morais ocorrem, mas, "preciso do emprego" e os abusos são muitos. Eu mesma já fui vítima, já vi colegas vitimas de chefes, superiores que se inflando como balões alegóricos no cargo de chefia, humilhavam os demais. Isso significa que não é presunção, é a pior ignorância - aquela ignorância consciente. O que aconteceu com esse senhor e a senhora em questão é exatamente isso. "Ora, sou a tal, a atriz da Globo da novela, e o senhor? um merda de motorista que existe pra me levar." É assim. Então a ação da promotora, que talvez venha também querer brilhar na TV, é positiva pois está mostrando o que ocorre nos bastidores da Globo e de muitas outras empresas e pessoas por aí. Quantos "zés ninguém" morreram por causa dos assédios morais?? Quantos?? Só soubemos desse, porque envolvia uma pessoa famosa...

    • Gustavo S Postado em 17/Jan/2013 às 18:35

      Se fosse o contrário, o motorista já estaria atrás das grades e demonizado pela mídia. É simples.

  5. Demo Postado em 17/Jan/2013 às 19:17

    «O motorista acabou falecendo de ataque do coração por, supostamente , ter ficado nervoso com a reprimenda.» Supostamente!!! Será que foi mesmo essa a razão? Será que nunca ninguém se irritou com ele? Foi a primeira vez que o motorista ficou nervoso? «Uma procuradora do Ministério Público decidiu abrir investigação contra a atriz…» Por hipótese, imagine-se que a actriz fica perturbada com a investigação e é vítima de algo. Que acontece? Abre-se uma investigação á procuradora? Demo

  6. Ismael Postado em 17/Jan/2013 às 19:42

    É praticamente unânime a opinião sobre a conduta ríspida e grosseira dos abastados com seus subalternos - e se estes forem negros, ainda pior. Falo porque já morei com uma certa parente de classe média alta além de acompanhar outros abastados e, de modo geral, lidam com seus "escravos modernos" com completa desconsideração profissional e pessoal. Predomina a arrogância, o preconceito de classe, a insensibilidade para com o ser humano; isso com gente comum, com minha tia. Agora imaginem trabalhar e lidar com atores da Rede Globo (ideologizada pelo conceito de antipobres)! Essas pessoas, em sua maioria, não estão nem aí para a vida de seus empregados e pouco lhes importam se estão, são ou ficarão doentes ou morrerão. Interessa um serviço eficiente, conforme o "pensamento de empresa de sucesso" como a Globo. Mas o mais grave além da insensibilidade inconsequente da atriz Polessa, é o comentário da senhora Fátima Monteiro (talvez fanática por tudo o que a Globo e suas atrizes fazem em telenovelas!) vê o episódio apenas "como falta de educação" da atriz(sic). Ora, morreu uma pessoa e como no trânsito, se antes de xingarmos os outros ou melhor, se antes de sacarmos as armas nós pensássemos mais antes de desembestar, talvez o motorista de 63 anos, certamente humilde e não global como a atriz, apenas tivesse ouvido uma bronca equilibrada e aprendesse o caminho - de uma convivência melhor. Coisa que nem a Globo nem seus "empregados de luxo" (atrizes e atores) aprenderam, ainda. Polessa, sem querer, provocou a morte de uma pessoa e por causa da sua insensibilidade pessoal e social - e deve pagar por isso na justiça.

  7. Sabrina Postado em 17/Jan/2013 às 20:12

    Se o motorista realmente sofreu uma humilhação e, por causa disso, faleceu de ataque no coração, é óbvio que a atriz cometeu um crime. Portanto, a procuradora está apenas realizando seu trabalho de investigar o que de fato ocorreu, não está "querendo aparecer".

  8. ANA BEZERRA Postado em 17/Jan/2013 às 20:25

    Acho que a mídia tá pegando pesado demais com esse caso. Poxa vida! Nada vai provar que o motorista morreu exclusivamente por culpa dela. Sei que ele foi arrogante e prepotente, mas daí quererem culpá-la da morte desse motorista. A morte natural só quer a desculpa - ele morreu por problemas no coração e creio que a atriz não sabia que ele era doente. Não vejo o porquê de todo esse alarme midiatico, coisas assim acontecem todo dia. As pessoas discutem, brigam e se logo após ou dias após passam mal logo vão querendo culpa a pessoa envolvida na briga. ISSO FOI UMA FATALIDADE - NADA HAVER COM ASSASSINATO!

  9. sergio luís Postado em 17/Jan/2013 às 21:49

    É impressionante o cuidado com a Polaca, digo, Polessa, de não sofrer o tal do " linchamento público ". O ocorrido se tornou público por ela ser uma atriz, ou seja, personagem midiático, que prontamente é protegida pelos mesmos veículos. A atitude dessa senhora reflete a postura dos tempos coloniais, muito comum às famílias da classe média, onde o trabalhador é visto como um serviçal sem nenhuma dignidade, recebendo elogios apenas como toma para si uma postura totalmente submissa. Imagino o grau de violência verbal que esse senhor foi alvo, levando à uma angústia tão profunda, causando o óbito. Agora, é preciso avaliar o seguinte : o discurso bonitinho da classe média ( ou melhor, medíocre ) se antagoniza à postura petulante, cruel e escravocrata. É, e muitos setores preocupados com o "linchamento" dessa senhora, que por mim, deve ser responsabilizada e que sirva de exemplo e elemento de reflexão de como a sociedade brasileira permanece imersa nos preconceitos e conceitos do período ainda vigente da escravidão.

  10. Larissa Postado em 18/Jan/2013 às 01:21

    Independentemente do fator causal do infarto neste senhor, que culminou em seu óbito, não podemos descartar que o fator desencadeante pode ter sido o estresse psicológico do falecido. Se ele era cardiopata, com histórico de problemas cardiovasculares, seja o que for, o senhor precisava trabalhar para manter a subsistência. Só que isso não o obrigava a passar por humilhações. Sua falta de sorte foi ter que trabalhar para uma terceirizadora da Rede Esgoto e lidar diretamente com esses "artistas" inescrupulosos que se acham acima do bem e do mal. Uma fatalidade, quem poderá responder? O fato é que a estrela se estressou com o subalterno e mero motorista. Horas depois, ele apareceu morto. Portanto, não haveria ligação culposa da referida "estrela" global? Há de se investigar, a promotora tomou a dianteira. Só que o problema é: em se tratar de Rede Globo, tudo irá para embaixo do tapete e ficará por isso mesmo.

  11. Thiago Postado em 18/Jan/2013 às 08:00

    Uma vez peguei um ônibus lotado e precisava rapidamente chegar à porta no fundo do veículo para poder descer. Pedia licença para passar, mas algumas pessoas se fazem de surdas. Passei assim mesmo o que acarretou em aprter alguns usuários contra bancos e pessoas. Uma mulher gritou que eu a estava machucando (foi rádido, mas creio que não foi indolor) e que ela tinha feito uma cirurgia em tempos recentes (na época). Como não a conhecia e nada sabia de sua cirurgia, deveria ser eu incriminado caso ela tivesse sofrido algo mais grave naquele momento? Não seria ela também negligente de sua situação ao encostar seu abdomen no banco de ônibus, local crítico nessa hora de superlotação? A atriz pode ter sido rude, uma completa estúpida, isso não faz dela uma criminosa.

  12. EVandro reIs Postado em 18/Jan/2013 às 11:27

    Sou médico e posso afirmar que uma grosseria nāo provoca um infarto, pode até deflagrar, mas o processo começa brm antes com sedentarismo, tabagismo, falta de exames de rotina, dieta inadequada

  13. simeão Postado em 18/Jan/2013 às 12:49

    Tem muita gente defendendo essa atriz, é por que ela trabalha na globo e a pessoa que faleceu é apenas um motorista? Dr evandro, já que o sr diz que é medico. O sr já pensou qual foi o grau de grosseria que essa atriz dirigiu a esse sr? imagino eu que sou leigo na area médica, que se uma pessoa já tiver problemas cardiacos e esse grau de grosseria for muito alto e essa pessoa não poder revidar, poderá levar essa pessoa a morte sim, por que não?

  14. Danilo Lima Postado em 18/Jan/2013 às 14:31

    Nunca vi um texto tão ruim.Tirem isso do ar NÃO SE DEVE DAR DESCULPA PARA QUEM HUMILHA UMA PESSOA POR SUA CONDIÇÃO DE EMRPEGADO

    • Luis Soares Postado em 18/Jan/2013 às 14:58

      Danilo, está claro que falta-lhe interpretação.

  15. RICARDO Postado em 19/Jan/2013 às 19:14

    NDEPEDENTIMENTE DO QUE ACONTECEU,LE-SE QUE A DITA SENHORA É COSIDERADA POR FUNCIONÁRIOS DA EMISSORA,DE ARROGANTE,DEVE SE ACHAR O ULTIMO BISCOITINHO DO PACOTE,ESTÁ CHEIO DELES EM TODA PARTE,É FALTA DE CARATER,SE ACHAR MELHOR QUE OS OUTROS,,TALVEZ NÃO TENHA AMADURECIDO AINDA APESAR DA SUA IDADE ,DIANTE DO FATO ELA DEVE PENSAR COM MAIS SERIEDADE SOBBRE SEUS CONCEITOS E SE TORNAR UMA PESSOA MELHOR,E PENSAR QUE NINGUÉM É MELHOR QUE NINGUÉM,TODO MUNDO PRECISA DE TODO MUNDO,ENFIM DEIXAR DE SER INFANTIL E AMADURECER COMO SER HUMANO…

  16. Thiago Postado em 22/Jan/2013 às 23:01

    "De um lado, há acusações de arrogância da atriz que são justificáveis porque pessoas dos estratos mais abastados costumam agir assim com subalternos." O que ? A grosseria é justificada porque normalmente é feita ?! Esse texto é um absurdo ! Um discurso elitista, de senso comum, fomentador de estigmas e preconceitos.

  17. vanderley Postado em 23/Jan/2013 às 11:13

    cadeia para esta arrogante , queria ver se fose ao contrario com certeza o motorista ja estaria preso, esta vadia é acustumada a mautratar seu funcionarios e até o proprio ex marido cujo ela abandonou depois que descobriu que o mesmo tinha alzaimer , justiça já ....

  18. gustavo Postado em 23/Jan/2013 às 11:28

    Quanto aqueles que acham que a promotora quer aparecer, pergunto se manteriam essa posição caso o morto fosse um familiar.

  19. luis Postado em 29/Jan/2013 às 17:29

    É impressão minha ou esse site tá cada vez mais parecido com revistas de fofoca? "Atriz fulana de tal xingou o motorista", "humorista fez piada de mau gosto", etc.

  20. Jackeline Postado em 16/Feb/2013 às 00:58

    Ela está interpretando bem a Berna da novela na sua vida real , fingindo e colocando os podres por debaixo do pano !!!

  21. Patricia Postado em 05/Mar/2013 às 09:09

    "De um lado, há acusações de arrogância da atriz que são justificáveis porque pessoas dos estratos mais abastados costumam agir assim com subalternos." - Não interessam os casos reais que sabemos que existem, essa frase é puro preconceito e generalização, ZERO argumentação aqui. Indica talento pra escrever na Veja.

  22. PimentaMalagueta Postado em 06/Mar/2013 às 21:09

    A Globosta tá respingando suas feses nos seus artistas. E se este motorista fosse o seu Pai? E também, acredito que vai virar em pizza. Agora se invertesse os pápeis, com certeza o motorista seria condenado.

  23. Luciano Postado em 11/Mar/2013 às 16:48

    É notório que dentro da casa ocorrem alguns episódios lamentáveis entre artistas, funcionários e diretores envolvidos em brigas, confusões e discussões devido ao ego inflado. Coisa que também pode acontecer e acontece em qualquer outra empresa, pode ser na Rede Globo como também pode ser até na lojinha de um e noventa e nove. A atriz em questão pode ter passado dos limites aceitáveis ao fazer sua reclamação pelo erro do funcionário, claro que isso PODE ter de alguma forma contribuído para sua morte. Mas isso não quer dizer que tenha sido ESSA a intenção dela. A promotoria está correta em investigar a causa mortis da vítima, está tão somente realizando o seu trabalho, mas não vamos também pré-julgar SÓ pq é funcionária da Globo, ou SÓ pq é atriz... Como eu disse antes, o que rola na Globo também pode rolar na lojinha de 1,99. Não façam julgamentos precipitados, deixem que a justiça faça o seu trabalho e determine a culpa ou não dela. O ocorrido foi lamentável, sem dúvida, mas vamos também parar com essa mania que temos de sair demonizando e metendo o pau numa pessoa antes de saber dos fatos. Sim, ela pode ter sido arrogante, sim, ela pode ter extrapolado os limites, mas quem deve e tem prerrogativas para concluir se ela teve ou não culpa direta pela morte do motorista, é a justiça, não nós.

  24. Maria de Lourdes A. e Silva Postado em 26/Mar/2013 às 16:24

    Essa mulher ...A que atende pela alcunha de ZEZÉ ,é um dos seres mais desprezíveis que andam por aí...Me admiro, isso aí carregar o CRM que porto...Falo isso com conhecimento prático de causa...

  25. Patricia Postado em 11/Apr/2013 às 10:20

    Ah, fala sério. Dizer que o motorista sofreu um ataque por causa de uma reprimenda? se fosse assim, todos nós estaríamos mortos. Quem não sofreu alguma? Agora assim, o cara é motorista, erra o caminho... tinha mais que ter atenção não é mesmo? Outra, esse motorista aí já não devia estar passando bem, pois motorista que erra um trajeto que ele faz sempre??? poderia já estar sentindo algo. Eu no lugar dele tinha parado e pedido socorro e não continuado a guiar. E se ele batesse o carro e matasse ela tb? vcs iam ressuscitá-lo para condená-lo? E essa de dizer que a atriz conhece o caminho, foi de arrepiar! Ela não está ali pagando de supervisora de motorista, poderia até estar de cabeça baixa lendo seus textos equando levantou a cabeça e viu o atraso no relógio, surtou poxa. Se ela é arrogante e talz, ah meu bem, desculpa mas quem tem poder sempre foi assim mesmo. Não conheço um.

  26. JMCarvalho Postado em 11/Apr/2013 às 12:07

    A nossa opinião não tem valor nenhum, os meios competentes já estão trabalhando no caso, vamos aguardar o desfecho quando certamente a Justiça se manifestará.

  27. Lívia Postado em 14/Apr/2013 às 21:50

    Já dizia o seu madruga: Artistas vemos, costume não sabemos!

  28. sarah Postado em 27/May/2013 às 11:58

    q horror meu Deus afff maria!!

  29. DEUS E FIEL Postado em 01/Sep/2013 às 18:56

    QUEM PODE JUGAR E DEUS O NOSSO CRIADOR,NÃO SABEMOS DO NOSSOS A MANHA.

    • mi gonzaga Postado em 14/Feb/2014 às 17:38

      A maioria desse povo famoso gosta sim de humilhar e desfazer das pessoas,só quem gosta de pobre nesse mundo é jesus. Esquecendo eles que precisa da nossa audiencia pra chegar a fama...odeio esse tipo de gente,que não tem amor pelo ser humano,se acham melhores e superiores só pq desempenham um trabalho na televisão..se a morte do homem foi proveniente da arrogancia dessa atriz,acho que ela tem sim que pagar, pois se ela não pagar nesse mundo pagará no outro.

  30. cleo Postado em 01/Dec/2013 às 10:20

    não quero defender nem condenar mas,será que essa falha do motorista ja náo era por conta de algo que ele ja estava sentindo.a atriz tambem foi prejudicada.ela nao tem que ser julgada ela so precisa aprender com essa lição.ja vai ficar o remorso.