Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Democratização Comunicação 28/Dec/2012 às 17:06
23
Comentários

Façanha: Jornal Nacional transforma 1,7 milhão de empregos em má notícia

Manipulação rotineira: quem estivesse jantando nessa hora sem olhar para a TV não veria o gráfico e faria juízo sobre a informação apenas com o que estivesse ouvindo

Fernando Branquinho, Observatório da Imprensa [edição 726]

Na quarta-feira (19/12), no Jornal Nacional, o gráfico atrás da apresentadora Patrícia Poeta mostrava a criação de 1,77 milhão de empregos até agora, em 2012. Considerada a pindaíba econômica do mundo ocidental, qualquer cidadão de outro país olharia com inveja para cá. Mas na Globo não é assim: toda notícia que venha do governo tem que ser “negativada”.

Foi o que fizeram. Este foi o texto lido pela apresentadora:

“A criação de empregos com carteira assinada, este ano, foi 23% menor do que em 2011. É o pior resultado desde 2009. Mas, isoladamente, os números de novembro mostram um aumento de quase 8% no emprego formal.”

Quem estivesse jantando nessa hora sem olhar para a TV não veria o gráfico e faria juízo sobre a informação apenas com o que estivesse ouvindo. Desta vez mudaram a técnica: deram a notícia positiva de forma negativa, e no fim veio o “mas” positivando parcialmente os fatos. Isso é democracia, liberdade de expressão e tudo o mais que eles dizem quando se quer acabar com o oligopólio da mídia? O nome disso é partidarismo de mídia através de manipulação da notícia.

jornal nacional patrícia poeta

Jornal Nacional manipula notícia sobre criação de empregos. (Foto: reprodução)

Paranoia? Perseguição à Globo? Coisa de esquerdista, de petista, de lulista, brizolista? Confira aqui mais essa vergonha. Agora veja a notícia por outro ângulo: “Brasil cria 1,77 milhão de empregos com carteira assinada em 2012”.

Os dados do Caged

De janeiro a novembro deste ano, foram abertos 1.771.576 postos de trabalho com carteira assinada no Brasil, o que representa uma expansão de 4,67% no nível de emprego comparado com o final de 2011, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na quarta-feira (19/12) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Leia também

Os dados de novembro, segundo o MTE, mostram continuidade à tendência de crescimento do emprego no Brasil, que registrou pela terceira vez em 2012 um saldo superior ao do ano anterior. Foram declaradas 1.624.306 admissões e 1.578.211 desligamentos no referido mês. Como resultado, o saldo do mês foi de 46.095 novos empregos com carteira assinada no Brasil, correspondentes ao crescimento de 0,12% em relação ao registrado no mês anterior.

Segundo o Caged, apresentaram desempenho positivo no mês o comércio, com 109.617 postos (1,27%), sendo o terceiro melhor saldo para o período; e serviços, com 41.538 postos (0,26%). Por outro lado, alguns setores apresentaram desempenhos negativos. A construção civil teve baixa de 41.567 postos (-1,34%), decorrente de atividades relacionadas à construção de edifícios (-15.577 postos) e construção de rodovias e ferrovias (-8.803 postos), associados a términos de contratos e a condições climáticas.

Complexo sucroalcooleiro puxa emprego para baixo

Na agricultura, houve retração de 32.733 postos (-1,98%), devido à presença de fatores sazonais negativos. A indústria de transformação teve perda de 26.110 postos (-0,31%), proveniente dos ajustes da demanda das festas do fim do ano, queda menor que a ocorrida em novembro de 2011 (-54.306 postos ou -0,65%).

O emprego cresceu em três das cinco grandes regiões, sendo a Sul, com 29.562 postos (0,41%); Sudeste, com 17.946 vagas (0,08%), e Nordeste, com 17.067 empregos (0,28%). As exceções ficaram por conta da região Centro-Oeste (-14.820 postos ou -0,50%), cuja redução deu-se ao desempenho negativo da agricultura (-9.130 postos); da construção civil (-6.393 postos) e da indústria de transformação (-5.929 postos); e da região Norte (- 3.660 postos ou -0,21%), onde a construção civil (-3.371 postos) e a indústria e transformação (-2.084 postos) foram os principais setores responsáveis pela queda no mês.

Por unidade da federação, dezesseis tiveram expansão do emprego. Os destaques foram Rio Grande do Sul (+15.759 postos ou 0,61%); Rio de Janeiro (+13.233 postos ou 0,36%); Santa Catarina: (+8.046 postos ou 0,42%); São Paulo (+7.203 postos ou 0,06%); Paraná (+5.757 postos ou 0,22%) e Bahia (+5.695 postos ou 0,34%). Os estados que demonstraram as maiores quedas no nível de emprego foram: Goiás (-8.649 postos ou -0,75%), devido, principalmente, às atividades relacionadas ao complexo sucroalcooleiro, e Mato Grosso (-5.910 postos ou -0,97%), por causa do desempenho negativo do setor agrícola (-4.798 postos) [ver aqui].

Recomendados para você

Comentários

  1. Helena Postado em 28/Dec/2012 às 17:17

    Sim, é muito fácil apresentar dados e falar que o país tá uma merda sem olhar o contexto.

  2. Larissa Postado em 28/Dec/2012 às 22:21

    Odeio essa Patrícia Poeta. Mais um jornalistazinha que não tinha talento e competência. Bastou casar-se com o chefão da Globo internacional que chegou ao principal telejornal da emissora. Não passa de pau-mandada da Vênus Platinada.

  3. Henrique Postado em 28/Dec/2012 às 22:40

    É a verdadeira imprensa(?) 'declaratória'. E a " boba da corte", 'patricinha' é perfeita para este papel!

  4. Helder Postado em 29/Dec/2012 às 06:13

    JN é um lixo. Quem 'engole' esse 'quanto pior melhor' e 'O Brasil é uma m...' é tão pernicioso quanto os donos da emissora e seus 'jornalistas'.

  5. Manchete do PiG Postado em 29/Dec/2012 às 14:16

    (Na capa, vários sujeitos de terno representando empresários, todos de joelhos com as mãos justapostas implorando diante de um típico operário, de uniforme e capacete, com a mão no queixo, pensando) (Título) Falta de mão de obra A falta de profissionais no mercado tornou-se desafio insolúvel para o governo petista

  6. Fernando C Mello Postado em 29/Dec/2012 às 14:48

    Não dá pra misturar Lula com Brizola ! A Globo combatia Brizola por questões Ideológicas ! A Globo combate o PT por questões de Honestidade ! São Coisas Bem diferentes !

  7. Roberto Martins Postado em 29/Dec/2012 às 16:17

    Vamos refazer a notícia, agora para que haja os aplausos ao governo, no estilo do Granma. - O país comemora a ação do governo federal e da nossa líder Presidenta Dilma Roussef. No ano de 2012 foram criados 1.7 milhão de empregos. O número é 25% menor do que o do ano de 2011, mas diante da crise mundial, devemos aplaudir mais essa conquista de nossos líderes. - Devemos comemorar também o crescimento do nosso PIB! Mesmo sob forte ataque de forças ocultas estadunidenses e das elites brasileiras - que deixam de investir no país somente para enfraquecer o projeto de Brasil do partido -, e também sob forte pressão da imprensa golpista e do judiciário politizado e direitista, conseguimos aumentar em 1% a produção de riquezas no Brasil. - Dessa forma, é com imensa satisfação que podemos informar ao povo brasileiro que conseguimos dar um aumento real no salário mínimo de 0,69%!! São passos importantes para a nossa classe trabalhadora, tão explorada pelo capitalismo.

  8. Seu Zé Postado em 29/Dec/2012 às 21:11

    O antipetismo obsessivo dessa gente é muito engraçado. Dispensa-se todo e qualquer senso de realidade e honestidade, para agredir gratuitamente um governo, simplesmente por não ser o preferido. Análise impessoal das informações? Jamé! O que identificamos facilmente em alguns comentários daqui, como na ironia precária do Roberto Martins: quer dizer que o oposto de manipular dados de forma negativa ao governo seria dispô-los de maneira glorificadora? O que há de errado em analisar os dados com neutralidade e sob seus aspectos gerais, de preferência contextualizando-os, pois um recorte de informação só possui significado dentro de uma totalidade mais ampla do qual ele faz parte. Ao falarem da onda de desemprego que os EUA enfrenta, a globo responsabiliza a crise econômica. No caso do Brasil, porém, qualquer problema econômico é "culpa" do governo. Tais contradições merecem um mínimo de reflexão, independente de se gostar ou não de um governo. Viver sob um governo que desaprova é desgosto natural à democracia, mas alguns reagem com mais infantilidade que outros, porque acreditam que a sociedade deva girar em torno de suas opiniões. Estes são os que mais prontamente acatam como verdade o que a Globo diz, sem de fato julgar a legitimidade da notícia. Basta que o jornal lhes diga o que desejam ouvir: críticas massivas ao governo que obsessivamente detestam.

  9. Thiago Postado em 30/Dec/2012 às 01:38

    Essa Globo é um lixo fétido mesmo.

  10. Du Postado em 30/Dec/2012 às 09:25

    Para uma emissora que apoiou a Ditadura Militar, isso é o de menos.

  11. Paula Capriglione Postado em 30/Dec/2012 às 09:35

    O dia que todo mundo tiver emprego, eles dirão que não foi criada nenhuma nova vaga de emprego.

  12. Lucimar José Postado em 31/Dec/2012 às 14:45

    Excelente a sua observação Paula Capriglione.

  13. Rafael Postado em 31/Dec/2012 às 17:31

    O dia que todo mundo tiver emprego; isso jamais ocorrerá! Pois a grande parcela do que seria a "mão-de-obra" se quer se interessa em trabalhar. Pois os projetos de bolsa miséria de hoje dá o basico! e é o que basta pros considerados explorados. Tenho um micro-empresa e sei a dificuldade em encontrar hoje pessoas dispostas a trabalhar; mesmo pagando + que o mercado; qndo se acha pedem pra não ser registrado, pra não perder auxilios.. o governo PT é o de faz de conta; Eles fingem que governam, o povo finge que tem um bom governo e vai se ferrando cada dia mais e mais. Onde esse governo (independente de qual partido seje) está fazendo um bom trabalho? Falta leito em hospital, muitas vidas se acabam por falta de atendimento! Falta segurança pois o crime organizado toca o terror qndo quer, mata policaiis e seus familiares! Falta educação, as federais que deveriam ser referencia em tdo como antigamente, ficam quase 1/2 ano paradas! Falta coleta de lixo! O mensalão é blablabla; mas ninguem fica preso de vdd, ninguém devolve o que desviou, se quer tem os bens bloqueados, só falam e nada acontece. Algumas boas noticia na economia se deve as crises na europa e eua, e os trilhos feitos no periodo FHC. 1,5tri arrecadado e falta tudo!

  14. romualdo neves Postado em 01/Jan/2013 às 13:02

    ridícula essa manipulação

  15. Rogério Aparecido Clemente Postado em 01/Jan/2013 às 13:26

    Em 8 anos de FHC - que quis a legalização do THC - foram 1,5 mi de empregos. Só 2012 superou toda a gestão de FHC. Temos a menor taxa de desemprego da história e o JN mente criminosamente para enganar a mente demente de eleitor imbecil.

  16. Guilherme Augusto Postado em 03/Jan/2013 às 21:19

    O jornal mais digno que ainda existe na TV aberta é o Jornal da Cultura. Pena que é muito curto e tem que ser apresentado com pressa. Deveria ter 2 horas para fluir mais. Lá você até vê opiniões porcas, até o Villa vai lá às vezes. Mas você sabe que é a opinião, você pode discordar e concordar. Não tem manipulação nos textos das notícias, o que é uma covardia gigante, pois a maioria da população espera ouvir a verdade de um jornal que se diz sério, e logo, acredita piamente no que está ouvindo, e aí acontece essa merda de pensamento vigente que vemos na nossa classe média e elite. Tipo de pensamento e lógica aos quais o povão está mais exposto ainda, pois está sempre nu de informação e cultura, porque não consegue acessar mesmo. Ainda bem que governos menos tirânicos têm conseguido ganhar a adesão do povão saindo pela tangente do debate de opiniões, campo em que uma rede globo ganharia e conseguiria eleger sempre seus candidatos. Prova disto é que a imprensa marrom brasileira desde o primeiro dia de governo Lula até hoje, no Dilma, ensinou o jargão "populista" aos seus espectadores entorpecidos e manipulados e àqueles opositores do governo, para quando quiserem criticar o governo, rebaixá-lo, diminuir seus méritos. Tudo se resume nessa palavra, porque é o máximo que o ódio e o nojo conseguiram criar para combater as medidas e o marketing político do PT muito efetivos nas camadas mais populares, afinal, eles [especialmente Rede Globo] sabem que se conseguissem manipular e ensinar os populares a odiar um governo que lhes fala diretamente, estariam consumados em sua missão e seriam vitoriosos governantes do país, como sempre foram nos governos de direita.

  17. Marcus Postado em 09/Jan/2013 às 22:56

    uai. mas se criou 28% a menos de empregos que o ano passado.. teve um freio econômico aí.. pq isso é uma notícia boa?

  18. Ismael Postado em 13/Jan/2013 às 20:03

    Existe uma classe de imbecis que todas ás vezes qeu se criica a desgraça da Globo por suas manipulações, vem com esse papo de Granma cubano! Olha, idiotas, a questão não é não poder falar a verdade por falta de liberdade, mas mentir com toda liberdade que existe no Brasil sob o goveno do Partido dos Trabalhadores!

  19. Anonimo Postado em 15/Jan/2013 às 22:29

    O pior é que esse é o melhor jornal da tv aberta (é melhor que o jornal da band e que o jonal da record qie conseguem ser ainda mais lixo)

  20. Hermógenes Benevides Postado em 20/Feb/2013 às 12:59

    Nunca acreditei nessa imprensa tendenciosa e difusora do capital especulativo e retrógrado que está concentrada na maõ de um pequeno grupinho que não quer que todos os brasileiros tenham oportunidades e igualdade de condição. Mas é só observar a história dessa corja que podemos entender muito bem onde ela quer chegar.

  21. otrocodobial Postado em 09/Mar/2013 às 22:27

    história da rede globo para deixar de ser bobo http://www.youtube.com/watch?v=GUUEDG93Iss

  22. Hugo Mancin. Postado em 28/Mar/2014 às 21:06

    Esta mulher é muito bonita, porém é um nojo como jornalista. Tenho asco quando a vejo observando seu companheiro com olhares de aprovação ou desaprovação treinados.