Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 18/Dec/2012 às 00:07
45
Comentários

Estudante 'rejeitado' da Unifesp comete suicídio dentro da faculdade

Luiz Carlos de Oliveira, de 20 anos, foi encontrado suspenso com uma corda no pescoço na escadaria do Centro Acadêmico; de acordo com amigos, ele era rejeitado por alguns colegas da faculdade pelo fato de ser negro e pobre

estudante negro unifesp suicídio
O estudante de filosofia Luiz Carlos de Oliveira, de 20 anos, que se suicidou no sábado, em foto de 2010 – Foto: Reprodução/Facebook

Luiz Carlos de Oliveira, de 20 anos, estudante de filosofia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), em Guarulhos, se suicidou na manhã de sábado (15) após uma festa de inauguração de um Centro Acadêmico (C.A.). Luiz Carlos foi encontrado por amigos, por volta das 10h, suspenso com uma corda no pescoço na escadaria do C.A..

De acordo com alunos, os motivos que levaram o jovem a cometer o suicídio podem ser vários. Luiz Carlos, segundo amigos, era rejeitado por alguns colegas da faculdade pelo fato de ser negro e pobre. Outros também disseram ao jornal Brasil de Fato que o estudante passava por desgaste emocional, crises existenciais, motivos emocionais e problemas financeiros.

A última frase de Luiz Carlos dita a um amigo antes de se matar foi: “Não deixe que essa universidade, ou melhor, algumas pessoas que nela estão, te contaminem assim como um dia fizeram comigo”.

Leia também

Para um outro colega, Luiz Carlos disse que as pessoas precisavam de amor. “Você não está amando? Então procure fazer isso! Vai se sentir bem melhor”, postou um colega dele no Facebook.

Em nota, a Unifesp lamentou a morte do estudante e informou que está prestando apoio a sua família.

O corpo do jovem, que completaria 21 anos daqui a um mês, foi enterrado na tarde de domingo (16) no cemitério da Vila Formosa, em São Paulo.

José Francisco Neto, Brasil de Fato

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 18/Dec/2012 às 01:05

    Exclusão social desse tipo, sofrida por este rapaz que descança em DEUS, mostra pessoas mal educadas e infelizes disseminando o que aprenderam em suas casas. Sim, são pessoas deformadas em seu caráter, sociopatas perigosos que não precisam de arma de fogo, têm língua bifurcada. Preconceito mata e essa reportagem mostra uma das formas. Esperamos que os que o induziram por opressão ao desespero, colham a semente de morte que plantaram e se arrependam sorvendo da taça do remorso o que lhes é inevitável agora. Eu peço a justiça de Deus e ela virá.

  2. osmar gatinha Postado em 18/Dec/2012 às 01:32

    Como uma turma que faz filosofia ainda tem preconceitos tao baratos? Isso chega a ser difícil de acreditar, até eu que "pratico" a filosofia só por mim mesmo já consegui perceber que essas atitudes são completamente fúteis, de gente que não consegue pensar por si próprio e simplesmente segue os costumes que vieram de gerações passadas sem nem questionar o porquê de ser assim.

  3. Skilinerr Postado em 18/Dec/2012 às 02:05

    Pastor /\

  4. Paulo Naccarato Postado em 18/Dec/2012 às 05:11

    Eu estudei com esse cara. Ele era bem educado, amigo e puro. Puro no sentido de não ter maldade e negatividade no coração. Na verdade muitos o viam como bobão. Eu já vi garotos menores que ele mechendo com ele na escola onde eu estudava. E ele levava tudo na esportiva com um Sorisso no rosto. O que acontece é que quando crescemos nós somos obrigados a não sorrirmos mais. Nós não temos mais o direito de sermos felizes pois temos que adotar todo esse protocolo de auto-imagem-aceitável para as empresas e contatos. Ninguém está nem aí para o que tem dentro de você. As pessoas se ligam mais no exterior. Infelizmente. E eu não tenho muita certeza, gente, mas lembro vagamente que ele chegou a me dizer que era Gay. Não tenho como dar certeza de algo que me lembro tão mal... mas caso seja, já explica muita coisa também. Uma pena. Ele tinha muito oque ensinar às pessoas daqui. Fica com Deus luiz.

  5. Saulo Postado em 18/Dec/2012 às 07:03

    Mais um motivo para sera favor de cotas. As universidades estão muito embranquecidas, ideologicamente falando.

  6. Fabiana Farias Postado em 18/Dec/2012 às 07:27

    Mesmo não crendo na justiça de Deus, concordo com o Pablo. Irão amargar o que fizeram, mas isso deveria ser analisado mais a fundo. Deveria haver outra punição além do remorso, se é que esse tipo de gente tem sentimentos.

  7. VoNDuTCh' Postado em 18/Dec/2012 às 08:14

    Suícidio pra mim é um ato de covardia. O cara se matou só porque sofria um preconceito bobo?! isso é rídiculo! um negro de raça pura jamais foge a luta.

    • Little Parasita Postado em 19/Mar/2014 às 13:42

      Conheço bem pessoas como esse cara acima desse comentário ridículo. Motivos bobos? É tão fácil julgá-lo, não? Quando alguém chora, entra em depressão ou se suicida, como no caso, é fácil olhar para ele e dizer: "Ridículo. O cara ficou assim por causa de bullying?", ou algo parecido. Enquanto o cara não estiver em estado vegetativo ou sem 80% do corpo, enquanto não ter visto todas as pessoas que significaram algo à ele morrer na sua frente, não há motivos pra se suicidar, não é? Se pessoas como você morressem, pelo menos 10% de vocês, seria um grande favor pra humanidade. Pessoas humildes, incríveis e tão amáveis como ele morrem todos os dias por causa disso. Discordo de qualquer um que o chame de covarde, afinal, duvido que quem diga isso tenha coragem de encarar a morte em busca da solução que suicidas encontram para seus problemas.

    • Luiz Quintanilha Postado em 09/Dec/2015 às 11:19

      Para mim, suicídio é um ato de muita coragem. Conviver diariamente com a hostilidade é não ver esperança no ser humano, é não acreditar no futuro. Este sentimento de bondade, angustia e dor no peito, os preconceituosos não tem. Eles são corruptos e inescrupulosos.

  8. César Augusto Scheck Postado em 18/Dec/2012 às 09:33

    Preconceito é algo absurdo e irracional. O mundo perdeu um grande ser humano, quem sabe um grande filósofo. E a família perdeu alguém insubstituível. Eis a mente daqueles que serão profissionais do futuro.

  9. Emmanuelle Postado em 18/Dec/2012 às 11:12

    'negro de raça pura' 'suicidio é ato de covardia' kkk TENTA TER DEPRESSAO E TER UM MONTE DE GENTE PRESSIONANDO VOCE FIO,TENTA!

  10. Ramon Postado em 18/Dec/2012 às 14:36

    VoNDuTCh', Não perca a change de silenciar-se e refletir antes de falar, Mais "covarde" que o suicidio é a INTOLERÂNCIA.

  11. Ana Postado em 18/Dec/2012 às 14:43

    ‘negro de raça pura’ ‘suicidio é ato de covardia’ kkk TENTA TER DEPRESSAO E TER UM MONTE DE GENTE PRESSIONANDO VOCE FIO,TENTA! [2] tem gente que não tem noção do que fala.

  12. Eddie Postado em 18/Dec/2012 às 15:11

    VoNDuTCh', você está defecando pela boca, pois você não deve ter noção sobre o que este rapaz passou nesta Universidade, desta forma, se ele ceifou a própria vida, é porque o que aconteceu com ele certamente não foi um "preconceito bobo" como seu entendimento limitado sugere.

  13. maria Postado em 18/Dec/2012 às 15:17

    Paulo Nacarato, se você não tem certeza, não diga. Muito interessante um dado tão relevente, nessa nossa sociedade homofóbica, ter te deixado uma vaga lembrança. Vai catar coquinho que teu mal é fome. Quanto a você, VoNDuTCh, faço minhas as suas palavras; "Não perca a change de silenciar-se e refletir antes de falar."

  14. Fabiana Postado em 18/Dec/2012 às 15:23

    Julgar é fácil, VoNDuTCh'. Negro de raça pura? tsc tsc

  15. idan Postado em 18/Dec/2012 às 16:15

    A prática do preconceito é, além de COVARDIA, desafeição com a própria RAÇA HUMANA. Aliás, a prática e o praticante se fundem formando um só sujeito: a IMBECILIDADE. De fato, não é fácil lidar, ao mesmo tempo, com várias BARREIRAS que essa Avenida Brasil nos impõe. São problemas familiares, financeiros, pessoais, e, de resto, muitas vezes encontramos pessoas que não tem AMOR pela própria vida, muito menos pela dos 'outros'. Meu pai, africano nascido em RUANDA, sempre nos ensinou uma coisa: 'PEDRA QUE VEM DE LONGE PODE ATÉ ATINGIR, MAS NÃO NOS AFETA. AFETA, SIM, AS QUE VEM DE PERTO', explicando que as que vem de longe são aquelas jogadas por pessoas INÚTEIS/estranhas ao nosso ‘circulo de amor’, e as de perto são, por exemplo, a jogada por um pessoa importante pra gente. Nesse sentido, se de fato o motivo foi a REJEIÇÃO, penso que 'Luiz Carlos' se matou por um motivo vil, eis que os psicopatas que o REJEITARAM não eram seus amigos: Eram COVARDES, IMBECIS ALIENADOS, que não mereciam a atenção nem mesmo do mais desafortunado dos seres, muito menos de um estudante de filosofia.

  16. Marilda Senna Guarani Kaiowá Postado em 18/Dec/2012 às 17:20

    “Diferença é sempre um produto da história, cultura, poder e ideologia” (McLaren), portanto, as diferenças são tomadas como conceitos centrais e somente são compreendidas através da busca de seu significado, ou seja, na prática que visa à leitura política de sua significação, compreendo que, concomitantemente, tal prática constitui as relações político-econômicas e são reflexivas das mesmas. Então, que questionemos sobretudo, como se constroem as diferenças, os estereótipos, os preconceitos em relação àqueles que são percebidos como diferentes, desiguais, ou que muitos teóricos da educação autodenominam excluídos.

  17. Ivan Postado em 18/Dec/2012 às 18:06

    Estar falando de mais um fato lamentável, que tb ocorre em escolas e outros setores e ver em postagens pessoas acusando-se aqui e ali, e julgando, interpretando e destacando o que possa se sugerir... Ora que diga o que quiser ser dito, está certo que não precisamos concordar, mas discordar acusando... Não conheço nem um de vcs, não sei dos problemas de vcs mas assim como não sabemos o que passa na cabeça de uma pessoas para mesmo depois de ler uma reportagem e ter uma opinião estranha ao fato (acusando), bem os alunos estavam num curso de filosofia o que se supõe uma cabeça que saibam pesar fatos e veja o que ocorre. Apontar o dedo é sempre mais fácil consciência todos nós temos e cabe a nós deixarmos as nossas latentes para apenas não deixar que ocorra o mesmo.

  18. Ubirajara Cunha Postado em 19/Dec/2012 às 14:31

    "VoNDuTCh', em 18 de dezembro de 2012 às 8:14 disse: Suícidio pra mim é um ato de covardia. O cara se matou só porque sofria um preconceito bobo?! isso é rídiculo! um negro de raça pura jamais foge a luta." Aqui, meu nojo, repúdio, minha ojeriza... tanto que me nego a escrever um nome ridículo, estúpido e covarde, de quem se esconde atrás de um nome tão insiginificante quanto seu dono! Tão nada que para escrever esse voNDunãoseioquê, bem... deixa pra lá. Então, o vonoseioquê! Colei essa estupidez ensandecida que escrevestes. por absoluto nojo de ter de reescrever essas asneiras para considerar, ao menos - ato de covardia é esconder-se por detrás de um amontado de letras que não diz nada; que bem identifica (?!) a falta de caráter e personalidade de alguém que não usa o próprio nome para assumir-se minimamente; - ridículo é tanta estultice num ser só, como no teu caso, que não tem um mínimo de 'simancol' de sua total estupidez e ainda usa um espaço como este para defecar pela boca, como bem disse alguém aí em cima; - covardia, ridículo e sobretudo lamentável, é que pessoas sem o mínimo de respeito pelo seu semelhante - podem se dar ao direito de ofender de forma covarde e cruel a memória de alguém que chegou ao ao máximo do sentimento de desamparo a que pode ser levado um ser humano... Me lembra um 'dito' aqui do meu Rio Grande: "a natureza madrasta, às vezes, joga fora o feto e cria a placenta..." Talvez essa latrina da tua cabeça não permita que teu par de neurônios possam conectar-se e assim manterem-se tempo suficiente para que, ao menos, tentes entender... Energúmeno! ET: Paulo Naccarato, por favor! Perdestes a oportunidade de ficar calado, camarada! Como bem falou a Maria: isso, ainda que fosse, poderia (e deveria) ser poupado. Não acrescente, não muda, e é totalmente inoportuno... Fizestes um belo texto para fechar com essa bobagem grosseira e inoportuna. Outro dito aqui do sul: "Plantaste um flor e cagaste em cima, tchê!"

  19. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 19/Dec/2012 às 15:54

    Quem disse que existe RAÇA entre HUMANOS, minha gente? Isso é um conceito ultrapassado que para os médicos, biólogos e antropólogos tornou-se piada. Somos ESPÉCIE e ponto, sem separações. Fabiana, o mundo é tão cheio de injustiça que sinto o mesmo que você... mas te digo debaixo da luz desse sol: A Lei da Semeadura funciona. As pessoas que fizeram isso vão colher o que plantaram, e serão dignas de pena pois sentirão desepero maior do que o Luiz. Não precisa acreditar: a vida cobra pesado. Quem te fala vê isso o tempo todo. Não dêem bola pro VonDutch... isso aí é um molequinho que também vai colher o que planta. É só esperar.

  20. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 19/Dec/2012 às 16:01

    Acredito que essas pessoas indutoras de desespero, deveriam ser responsabilizadas... se ele deixou algo escrito citando nomes, a justiça GARANTE O SEGUINTE: Art. 122 - Induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar-lhe auxílio para que o faça: PENA Reclusão de dois a seis anos, se o suicídio se consuma; ou reclusão, de um a três anos, se da tentativa de suicídio resulta lesão corporal de natureza grave. AUMENTO DE PENA 1.Se o crime é praticado por motivo egoístico; 2.Se a vítima é menor ou tem diminuída, por qualquer causa, a capacidade de resistência.

  21. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 19/Dec/2012 às 16:04

    Se conseguirem provar algo: é cana, xadrex, sol quadrado. Esse assunto é sério.

    • Little Parasita Postado em 19/Mar/2014 às 14:02

      Essa lei é ridícula, tanto quanto quem a apoia. Cara, tem visto o noticiário? Pararam pra pensar no sentido dessa vida medíocre em que vivemos? Os humanos são vistos mais como mão de obra do que seres vivos conscientes, um exemplo é a campanha para maior índice de natalidade e aumento da idade mínima para a aposentadoria. Além desses problemas abrangentes, reflita sobre sua própria vida, desde o nascimento até hoje, sem medo de ter pena de si mesmo. Pois é, maravilhoso, não? Muitos dizem que ter o que comer e onde morar, e ter saúde física é mais que o suficiente para você sorrir do nascimento até a morte, e não há motivos para derramar uma lágrima sequer. Essa lei é uma palhaçada por isso. Não somos propriedade alheia, somos pessoas. Ser penalizado por matar alguém é uma coisa, mas ser penalizado por tentar se matar é uma falta de respeito com o sofrimento alheio. O mesmo vale para os que apoiam um suicida direta ou indiretamente.

  22. Alex Postado em 20/Dec/2012 às 22:36

    É dificil acreditar que um rapaz que vivia sorrindo, tocando violão e aparentemente se dava bem com os demais alunos numa universidade onde volta e meia você vê homens de mão dadas mulher beijando mulher,professores negros,tenha se matado por estar sendo rejeitado.Ele reclamava que não estava bem citava sempre a questão da existência,morto não fala me desculpem, mas atribuir a atitude desse rapaz a preconceito dentro da Unifesp Guarulhos sinceramente não acredito nessa hipótese vivemos sim em uma sociedade preconceituosa mas preconceito dentro do campus Guarulhos caros amigos....difícil acreditar que foi esse o motivo do suicídio,que pena era um bom rapaz .

  23. Roberto Postado em 21/Dec/2012 às 10:31

    infelizmente um ponto relevante a ser abordado e´a discriminação que jovens cotistas já enfrentam e outros que enfrentarão no ambiente acadêmico,essa é uma questão que deveria ser melhor debatida,pois racismo e preconceito também são amplamente praticados no ambiente universitário,e essa questão quase nunca é abordada.

  24. Gustavo Postado em 21/Dec/2012 às 16:45

    Sim ele era Gay, na verdade bissexual, sempre levava as coisas em tom de brincadeira e sempre com um sorriso no rosto o conheci esse ano e tive prazer em ter dela a amizade.

  25. Alex Postado em 22/Dec/2012 às 18:04

    Curioso,o atual diretor é negro,lá tem psicologo assistente social,porque ele não procurou ajuda? sinceramente acho que "colocaram palavras na boca do morto"...lamentável.

    • Little Parasita Postado em 19/Mar/2014 às 14:07

      Não é tão fácil assim. O diretor é o diretor, um professor ou aluno não vai tirar sarro dele. E quanto ao psicólogo, muitos dizem a última coisa que os suicidas querem ouvir, que é "você está errado", mesmo que seja nas entrelinhas. É sério, já passei por isso.

      • Rafaella Postado em 12/May/2014 às 18:26

        Me desculpe querido Parasita, mas Psicologos não dizem a ultima coisa que você quer ouvir, que és sempre o errado da história, muito pelo contrário, psicologos devem mostrar novas soluções, não acusar, e caso realmente a situação não está sendo compreendida por você ai sim é aplicado outro tipo de saída. A maneira como você acabou de dizer é uma ofensa aos psicologos, podem haver com toda certeza profissionais ruins assim como existem médico, advogados,farmaceuticos etc, mas não generalize. Caso você tenha tido uma experiencia ruim aconselho que procure outro, não estou dizendo que esteja com problemas psicologicos, muito pelo contrario, esse tipo de profissional deveria ser procurado por todos, sem exceção, pois não é apenas loucos que são tratados por eles. Quando se tem uma experiencia ruim é preciso experimentar mais uma vez, para ter a certeza que aquilo realmente não é bom. No caso desse rapaz são vários os fatores que devem ter influenciado sua morte. Att

  26. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 28/Dec/2012 às 00:04

    Alex, a casa do sofrer só pode ser explicada por quem mora nela. Pessoas como esse estudante, com perfil evasivo e se sentindo oprimido por alguns colegas, são bombas relógio e não procuram ajuda devido ao estado de resignação causado pelo preconceito sem fim. A ótica dele, percebeu isso no mundo e se chegou a ponto de cometer suicídio, alguma motivação houve. Já lidei com fatos parecidos. Sempre há materialidade de provas, ainda que pequenas confissões baseadas em remorso. Um testemunho vale mais que mil indícios. Eu creio que uma sindicância deve ser feita, se a família quiser e afirmo: dá cadeia. Se ele era gay, bi, já é um agravante que com insinuações de terceiros, vira INCENTIVO ao suicídio. Será que vamos medir palavras depois disso? Espero que sim.

  27. Valter Postado em 28/Dec/2012 às 09:20

    Vi vários comentários sem nenhuma visão crítica. "incentivo ao suícido", "raça pura", "branca ideologicamente", meu caros o suicídio é algo extremado, não vi na reportagem nenhum comentário da polícia ou de parentes. A essência é se com anos de políticas de inclusão ainda não há um trabalho sobre o assunto, que seja imparcial.

  28. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 28/Dec/2012 às 14:31

    Crítica? Vamos lá, faço duas: 1- O atendimento psicológico para essa população é de baixíssima qualidade. 2- A política de inclusão já carrega em si o stigma do excluído. No mais repito, eu PABLO, vejo indícios de incentivo ao suicídio aí. Por que? Já acompanhei 3 casos idênticos e justiça foi feita.

  29. priscila Postado em 04/Jan/2013 às 22:50

    me pergunto o tipo de profissionais que estamos formando nessas universidades, o cara fazia filosofia e era rejeitado num curso que tem por objetivo questionar a alienação, imagina o que ele não sofreu, mas pior que ele não será o único a morrer pelas mãos desses que fizeram isso, nossos filhos infelizmente serão alunos desses tipos preconceituosos e isso é o pior, várias mortes intelectuais no porvir

  30. Rafael Postado em 05/Jan/2013 às 22:17

    Nossa, é a 1ª vez que eu vejo sobre esse caso. Um caso como esse deveria ter tido uma repercussão maior na mídia, eu até procurei no google e poucas agências noticiaram. Isso demonstra o quão complicada está a situação do nosso país.

  31. Vladimir H R Postado em 11/Jan/2013 às 02:29

    Que tipo de universitários forma-se no Brasil afinal? um bando de alienados, que não pensam no futuro da nação e muito menos em seu próprio futuro. O Brasil está formando faz tempo uma geração perdida, sem discussão, sem noção, sem respeito, nem moral, nem civismo, nem nada... Lamentável a morte desse rapaz.... Filosofia nesta Universidade realmente era teoria pura...

  32. Judite Rocha Postado em 12/Jan/2013 às 16:16

    Não há porque duvidar que o estudante tenha se suicidado por estes indicativos...Pessoas são singulares, e com emocional adoecido, qualquer palavra, acontecimento é como uma agulhada. Penso que as universidades deveriam ter um melhor atendimento aos estudantes novatos. Investir mais em aconselhamento,os jovens estão chegando as universidades muito cedo. Ainda não tem bagagem afetiva e emocional suficiente, se não forem realmente saudáveis. Não vou alongar meu comentário no que diz respeito ás responsabilizações. Infelizmente é algo difícil de provar. Mas a grande maioria sabe sim, que isto acontece. Muitos grupinhos fazem "vista grossa", outros riem prá que não riam de si mesmos, e outros são "maria-vai-com-as-outras", sem personalidade. Chega disso.

  33. CAMILA Postado em 19/Jan/2013 às 13:50

    EU IRMA DE LUIZ CARLOS PEÇO A VCS Q DEIXE ELE EM PAZ. POIS TENHO CERTEZA ABSOLUTA Q MEU IRMAO NAO FEZ ISTO COM ELE, E NO Q DEPENDER DE MIM VOU LUTAR ATE O FIM PARA PROVAR ISTO Q TEM UM ASSASSINO SOLTO CUIDADO PARA NAO SER A PROXIMA VITIMA DELE.

  34. Priscila Postado em 22/Jan/2013 às 22:39

    Raça pura...Já ouvi isso antes... Acho que Hitler né que pregava que existia raça pura....Reveja seus conceitos de humanidade meu filho!!!! Branco ou preto somos todos humanos, iguais, mesma espécie. Comentário infeliz e ignorante...

  35. ari Postado em 02/Mar/2013 às 19:55

    Racismo foi uma parte. Agora falta saber que papel teve a homofobia nesse suicidio.

  36. Eduardo Postado em 27/Mar/2013 às 16:16

    VoNDuTCh', em 18 de dezembro de 2012 às 8:14 disse: "Suícidio pra mim é um ato de covardia. O cara se matou só porque sofria um preconceito bobo?! isso é rídiculo! um negro de raça pura jamais foge a luta." Que comentário mais preconceituoso! Queria ver se eu disesse: "Um branco de raça pura jamais foge a luta". Iriam, no mínimo me apedrejar! Isso mostra o quão preconceituosa é a NAÇÃO brasileira; não importanto se este está incrustado em brancos, pardos...ou negros...

  37. maria penha da rosa Postado em 31/Jul/2013 às 13:26

    Todo racista e um sociopata,mas devemos nos unir contra os racistas,[e necessario cursos que ensinem na pratica como ,desde jovem,o negro deve como conviver com o racismo.Rosa Parker foi aluna de um desses cursos ministrados nos EUA quando se recusou a dar o seu lugar no onibus para uma mulher branca.

  38. maria penha da rosa Postado em 31/Jul/2013 às 13:30

    Precisamos de cursos que ensinem na pratica como o jovem negro como conviver com o racismo.Rosa Parker era luna de um desses cursos nos EUA quando se recusou a levantar e dar lugar para uma mulher branca em um onibus.

  39. ANARCO REAL Postado em 29/Aug/2013 às 19:58

    RACISMO = HOMOFOBIA = DESCULPA COMUNISTA!!!

  40. Clio Postado em 19/Nov/2014 às 19:03

    Nos negros precisamos aprender a conviver com o racismo! RIDÍCULO! O Racismos é que não pode existir, e os humanos tem que aprender a conviver com as diferenças. O preconceito existe sim... Já passei por isso. Entrar em uma loja, e receber um tratamento diferente, Ou olhares... Mas isso não me intimida! E ai de algum idiota que interfira no meu direito de ir e vir, " ou no meu direito de ter direitos"...