Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Europa 21/Nov/2012 às 12:40
7
Comentários

Sexólogos sugerem legalização da pornografia infantil e revoltam população

Sexólogos holandeses propõem legalização da pornografia infantil. Medida indignou opinião pública do país e motivou fortes críticas do ministro da Justiça

Dois sexólogos holandeses propuseram que o governo legalize a produção de filmes pornográficos infantis para controlar o que chamam de “tensões sexuais de pederastas”.

sexólogos pornografia infantil holanda

Sexólogos holandeses propõem legalização da pornografia infantil. Medida indignou opinião pública.

Erik van Beek e Rik van Lunsen, pesquisadores do Hospital Universitário de Amsterdam propuseram a medida durante uma entrevista ao jornal Trouw. Segundo os dois, “se produzirmos pornografia infantil sob rígido controle do governo, com uma espécie de selo que ateste que nenhuma criança sofreu qualquer abuso, podemos oferecer aos pederastas uma forma de regular suas tensões sexuais”.

Os comentários foram fortemente criticados pela opinião pública e provocaram até mesmo a indignação do ministro da Justiça do país. Na Holanda, a criação, difusão ou mesmo posse de material com qualquer alusão à pornografia infantil pode acarretar em uma pena de até cinco anos de prisão.

“Não penso que essa seja uma boa ideia”, disse a ex-presidente do parlamento holandês, Gerdi Verbeet, em meio a um debate sobre o tema na televisão pública. A seu ver, “isso implica em uma responsabilidade enorme para o governo”.

Leia também

Consultada pela AFP, a filial holandesa da ONG Defence for Children também se disse absolutamente contrária à proposta e alegou que “é preferível ensinar os pederastas a se controlarem de outra forma”.

Erik van Beek alega que cerca de 1% dos 16,5 milhões de holandeses possuem tendências pederastas. No entanto, ele argumenta que “apenas uma ínfima parcela abusaria de menores”.

Em 2011, o site do governo holandês para denúncias de pornografia infantil informou as autoridades do país sobre 4,6 mil ocorrências de material suspeito. Em 2010, o número era quatro vezes menor.

AFP e Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. Leandro Coelho Postado em 21/Nov/2012 às 12:46

    Concordo com a sugestão dos sexólogos, mas com uma condição: Que todos os filmes sejam feitos com os filhos deles. O que mais me dá raiva é que uns malucos de M$3@ desses ainda tem voz de dar alguma sugestão...

  2. Leandro Coelho Postado em 21/Nov/2012 às 12:51

    Aliás, eu acho que a melhor forma de aliviar a tensão sexual dos pedófilos é pegar um porrete e bater no órgão sexual do cara até cair. O pedófilo nunca mais vai ter tensão sexual alguma. Alguém discorda?

  3. Rogerio Postado em 21/Nov/2012 às 21:20

    Eu li "pederasta". Não seria "pedófilo"?

  4. Daniel Nazar Postado em 21/Nov/2012 às 21:46

    Não exatamente, Pederasta é o homem mais velho, que se relaciona sexualmente com rapazes mais novos, era um comportamento muito comum na grécia antiga. Mas apesar disso, ao que me parece o termo foi utilizado de maneira errônea na reportagem, quem sabe um descuido de tradução.

  5. Renan Postado em 22/Nov/2012 às 10:33

    Solução de uma certa "esquerda" para o crime: descriminalização de tudo.

  6. sofia Postado em 29/Nov/2012 às 13:11

    Não tenho muita pena destes crentes. Abrem mão do seu senso critico, da sua capacidade de escolha para serem boas ovelhas na mãos de qualquer pilantra que se diz pastor, e eu aposto que depois de tudo isto eles vão pocurar uma igreja melhor pra continuar servindo a Deus, isto é encontrar um outro individuo honesto ou não que lhes diga como eles devem levar a vida deles. E preciso ser sagradamante idiota.

  7. sora Postado em 28/Sep/2013 às 16:59

    Na minha opinião, concordo com ele...m sim poderia ser uma boa solução..... porem todos os "filmes" deviam ser feitos com as crianças que realmente gosta de fazer....