Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Educação 06/Nov/2012 às 17:52
5
Comentários

Alunos com guarda-chuvas em escola sem teto: denúncia rende homenagem

Após ser afastada injustamente do cargo, professora que denunciou precariedade de escola, em que alunos frequentavam a sala de aula portando guarda-chuvas, será homenageada

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, nesta terça-feira 6, um ato de homenagem à professora Uiliene Araújo Santa Rosa. Uiliene ficou famosa após denunciar, com fotos espalhadas pelas redes sociais, as péssimas condições da Escola Municipal de Imperatriz Guilherme Dourado, onde trabalhava. As imagens dos alunos com guarda-chuvas e tomando chuva dentro de uma sala de aula com buracos no teto ganharam repercussão pelo País e por pouco não custaram o cargo da professora. Ela chegou a ser demitida mas, diante da má repercussão da medida, a Secretaria da Educação do município voltou atrás.

escola sem teto chuva maranhão

Após chuva, sala de aula do Colégio Municipalizado Guilherme Dourado ficou alagada e alunos tiveram que se proteger com guarda-chuvas (Foto: Uiliene Araújo/Arquivo pessoal)

As primeiras fotos a circular na rede social, pelo próprio perfil da professora, foram publicadas em 12 de outubro. Ao fundo das imagens, notava-se parte do piso da sala alagada. “Abandonar alunos e profissionais em uma situação precária como esta é vexatória. Os telhados praticamente inexistiam e as crianças ficavam expostas ao sol e à chuva”, reclama o deputado Bira, autor do requerimento de homenagem à professora.

Leia também

Segundo o relato da professora na rede social, após a denúncia, “varreram até em cima da escola e colocaram ‘telhas de vidro’ no local dos buracos e ainda ameaçaram os alunos que compartilharam com expulsão da escola”. No entanto, Uiliene foi afastada de seu cargo pela diretora do colégio, Ivone Carvalho Milhomem, e ficou à disposição da Secretaria da Educação do município, que então teria feito a recisão de contrato.

escola sem teto maranhão chuva

Alunos respondiam à prova munidos de guarda-chuvas numa sala de aula repleta de buracos no teto. (Foto: Reprodução)

Contudo, rapidamente a prefeitura voltou atrás e suspendeu a demissão da professora. De acordo com a assessoria da prefeitura de Imperatriz, a decisão partiu do próprio prefeito reeleito da cidade, Sebastião Madeira (PSDB), após a repercussão do caso.

CartaCapital

Recomendados para você

Comentários

  1. Vander Postado em 07/Nov/2012 às 12:20

    Isso não é novidade no governo do PSDB. Somo sempre cumprindo seu papel de trabalhar apenas para a elite.

  2. Mila Postado em 21/Jan/2013 às 23:32

    Vander, permita-me discordar. O ocorrido nao deve culpar o partido do PSDB, considerando-se que ao redor do pais inteiro existem problemas semelhantes a estes e nem sempre estao sob governo do PSDB. Nao importa qual partido assuma, a politica eh podre em sua grande maioria. Entra eleicao e sai eleicao nao havera mudanca enquanto os cidadaos e eleitores nao fizerem sua parte, que vai mto mais alem do que criticar o partido politico oponente.

  3. Adalberto F. de Sousa Postado em 05/Jun/2013 às 22:48

    Enquanto isso os "sarneyntos" continuam com a burra cheia...

  4. A puta que pariu... Postado em 23/Jun/2013 às 18:27

    Isso sim é depredação de patrimônio publico, bando de safado, e mais safado são os pais que tem a descaração de ir pra trás de uma urna pra dar um voto pro ladrão que rouba em grande estilo, q rouba e mostra pra todos q rouba mesmo. Quer roubar, pode roubar, mas olha o lado de quem tá dando dinheiro pra vcs, seus desgraçados. Caramba, isso me ferve os nervos, uma cena dessa é revoltante... Sebastião Madeira, digo com todas as letras, vc é safado e pra mim quem vota num safado desse é mais safado ainda.

  5. Profº. Gildevan Soares Correia Postado em 23/Jun/2013 às 19:53

    Esse é o reflexo da corrupção que assola o nosso país. Essa professora além de corajosa deveria receber um abono especial como premio e não demissão, atitude de gestores, fracos, covardes, corruptos e medíocres, parabéns para a brava colega, professora Uiliene Araújo Santa Rosa da Escola Municipal de Imperatiz Guilherme Dourado no Estado do Maranhão. É desse tipo de pessoa que o nosso país mais precisar, com atitudes de coragem e não covardias contra o povo e ou animais.