Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2012 20/Sep/2012 às 17:19
0
Comentários

Artilharia pesada: Serra dirá que Russomanno é o 'novo Collor'

PSDB pretende distribuir 652 mil exemplares de um jornal que compara Celso Russomanno a Fernando Collor e Celso Pitta. O material é dirigido ao chamado "centro expandido" de São Paulo

O PSDB partiu para o tudo ou nada na disputa municipal em São Paulo, numa decisão que reforça a campanha negativa de José Serra contra os adversários. Depois de vender na propaganda eleitoral a ideia de que José Dirceu e Delúbio Soares voltarão ao poder se Fernando Haddad for eleito, ele agora parte para cima do líder Celso Russomano, que tem 35% das intenções de voto.

serra russomanno collor

Campanha de José Serra distribuirá 652 mil exemplares de jornal que associa imagem de Russomanno à de Collor e Celso Pitta. Foto: edição/247

O partido mandou rodar nada menos do que 652 mil exemplares de um jornal, comparando o candidato do PRB ao ex-presidente Fernando Collor. Nas simulações de segundo turno do Datafolha, Russomano teria 57% contra 31% de José Serra.

Leia na coluna de Vera Magalhães, da Folha:

Artilharia pesada

O PSDB pretende distribuir 652 mil exemplares de um jornal que compara Celso Russomanno a Fernando Collor e Celso Pitta. O material é dirigido ao chamado “centro expandido” de São Paulo, região na qual o candidato do PRB avança sobre o eleitorado tradicionalmente simpático a José Serra.

Leia também

O impresso, de quatro páginas, é intitulado “Dez fatos que você precisa saber” e traz fac-símiles de reportagens já publicadas na imprensa contra Russomanno, líder nas pesquisas.

Direto ao ponto Além dos recortes de reportagens, há pequenos resumos explicativos para cada caso. Na contracapa, o informativo arremata: “São Paulo não quer um novo Collor ou um novo Pitta. Quer experiência”.

Mala-direta Não há referências diretas a Serra no jornal, cujo expediente será assinado pela direção estadual tucana. O partido negocia com os Correios a entrega domiciliar dos exemplares.

Brasil 247

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários