Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 10/Sep/2012 às 14:20
85
Comentários

Heloísa Helena abandona PSOL e desabafa: 'me obrigaram a defender o aborto'

Heloísa Helena afirmou que deverá ingressar no novo partido de Marina Silva, previsto para ser fundado em 2013. A ex presidenciável do PSOL não se despediu sem deixar recado: 'todo partido tem malandros'

heloísa helena psol aborto

Heloísa Helena deixa PSOL e dispara: “todo partido tem malandros”. Foto: divulgação

A fundadora do PSOL vai deixar o próprio partido no primeiro semestre de 2013. A ex-senadora Heloísa Helena só espera Marina Silva dar o sinal verde para a criação de uma legenda. ‘Pretendo generosamente ajudá-la’.

O seu partido cresceu tanto a ponto de Heloísa perder as rédeas, diante das correntes diversas nas hostes. ‘As centelhas que o PSOL criou foram grandes’, desabafa, e complementa com uma ironia sem medo de tiro no pé: ‘Todo partido tem malandros’, insinuando nisso a sua sigla.

De palavra

Heloísa lembra que o PSOL é totalmente diferente do que criou e justifica a iminente saída: ‘Não tenho relação mística com os partidos, perdi isso com o PT’.

Decisão

Heloísa perdeu a vontade com o PSOL desde quando saiu da Executiva Nacional. ‘Eles me obrigaram a defender o aborto, e vi que não era mais o partido que fundei’.

Leia também

Ideologia

Heloísa se considera das poucas políticas de renome nacional, hoje, a valorizar as diretrizes que representa: ‘Eu me organizo em torno de ideias’.

ExtraAlagoas

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Atena Postado em 10/Sep/2012 às 16:36

    Admiro muito a H.H., agora se a obrigaram a defender o aborto, concordo com ela, mas se a obrigaram a defender a descriminalização do aborto e ela é contra isso, fico decepcionada com ela. abraços

    • Fátima Valladares Postado em 25/Jun/2015 às 14:28

      Pois sempre admirei Heloisa Helna por seu caráter e sua ideologia. Andei meia triste por estar junto com pessoas que ao meu ver tenta degenerar a família brasileira. Jean Willys e Luciana Genro. Ao saber dessa noticia, fiquei super feliz e até me desculpo por achar que estava no saco dessa farinha podre.

  2. Caio Augusto Postado em 10/Sep/2012 às 19:25

    Bem democrática ela, não?

  3. Ricardo Postado em 10/Sep/2012 às 19:42

    E como sempre a Esquerda se dividindo. É óbvio que ninguém a obrigou a defender o aborto. Isso é uma distorção feita de propósito para efeito de propaganda daqueles que são contrários ao aborto em quaquer circunstância e em sua maioria vêm de linhas religiosas, como são ela e a Marina Silva. Os que defendem o aborto, defendem o DIREITO de as mulheres abortarem sem serem penalizadas com isso. Gostava de Heloísa Helena e apóio o PSOL mesmo com a saída dela, mas pelo que passou a matéria, parece que ela não sabe muito conviver com a diferença e queria um partido de uma pessoa só, ou um partido com várias pessoas, mas que todas pensassem como ela, o que dá no mesmo. Mas voltando ao mote inicial, e mesmo não fazendo mais muito sentido nos dias de hoje se falar em Esquerda e Direita, é por isso que no fim das contas a Direita está sempre no poder, mesmo num parido supostamente de Esquerda como foi o PT, é que numa coisa acabam todos concordando: na exploração dos outros ao máximo para a riqueza máxima de alguns poucos.

    • carlos sena Postado em 09/Jun/2014 às 20:31

      Ta querendo um flamenguista na torcida do vasco, é?

  4. Alexandre Formentin Luna Postado em 10/Sep/2012 às 20:03

    Então eu tbm vou ter q sair? Pois eu sou filiado ao PSOL mas enquanto o Brasil não for um país sério acho complicado legalizar aborto.

  5. Vera Postado em 10/Sep/2012 às 20:11

    Direita no poder? PT? O que o PT faz é manter a economia capitalista, afinal nenhum movimento revolucionário tomou o poder para implantar o socialismo (a la Cuba, ainda bem). Agora, na política social é sim totalmente de esquerda, como não?

    • Davi T. Postado em 09/Sep/2014 às 23:47

      Você não fala coisa com coisa, minha senhora. O PT é um partido de direita porquê anda com o Collor, o Sarney e o Maluf, porquê favorece bancos, envia forças armadas para torturar manifestantes em favela, porquê lutou radicalmente contra o meio ambiente; porquê obedece e promove as bancadas ruralista e fundamentalista, o que há de mais reacionário, medieval e direitista no país. "Nenhum movimento revolucionário bla bla bla...". Você já ouviu falar em União Soviética? China? Coréia do Norte? Comuna de Paris? Vietnã? Você sabia que boa parte do socialismo não é revolucionário? Há o euro-socialismo, o socialismo fabiano, o socialismo nórdico, etc. etc.

  6. Daniel Postado em 10/Sep/2012 às 21:23

    um que já não gostei dela ser 'contra o aborto' - coisa que todo mundo é, pois o que se defende é a DESCRIMINALIZAÇÃO e direito imediato ao aborto nos casos de gravidez de risco, acefalia, estupro etc.; dois que fica parecendo que quem defende a descriminalização do aborto um bandido, já mostra o quanto ela respeita o argumento contrário ao dela.

  7. Alanderson Vicente Postado em 10/Sep/2012 às 21:33

    Ja reparou que todo mundo que é a favor do aborto ja naisceu,Meus Parabéns Eloisa Elena.

  8. Thiago Teixeira Postado em 10/Sep/2012 às 21:47

    miguézão; O novo partido da marina é um PSD com capa vermelha. Isso se não for um PRB, por que a articulação parece de cunho bem religoso. Seja o que for, se não vier, não há de fazer falta alguma.

  9. roberto Postado em 10/Sep/2012 às 22:09

    Isso é só jogada de marketing, ela saiu porque estava perdendo poder lá dentro

  10. Sergio-RJ Postado em 11/Sep/2012 às 04:44

    O PSOL é deslumbrado. No Rio, seu candidato Marcelo Freixo, deslumbrado com o apoio de artistas famosos como Caetano Veloso ("Lula é analfabeto") está recebendo quase todos os votos da direita mais conservadora, desarticulada eleitoralmente. Chega a ser divertido ver reacionários votando no PSOL. Mas a Heloísa Helena é pior. Ultrarreligiosa, desequilibrada e absolutamente contraditória ideologicamente. Pior, só a Marina Natura Silva e seu avião de 50.000.000 de dólares.

  11. Alex Kawazaki Postado em 11/Sep/2012 às 05:52

    Um tanto autoritarista né...?!?!

  12. Walter Postado em 11/Sep/2012 às 07:09

    HH e sua sede por poder... Não sabe conviver com o diferente...

  13. Caio Postado em 11/Sep/2012 às 07:55

    Vai tarde, crentelha.

  14. Jordanna Postado em 11/Sep/2012 às 08:25

    Se acha muita coisa! Isso se chama "ego maior do que tudo"

  15. Elayne Postado em 11/Sep/2012 às 09:44

    Tá certa ela, enquanto certas "vadias" defendem o direito de abortar, esta defende o direito a vida. Defender o aborto ou o direito de abortar não é nada humano, é algo já ultrapassado. Deve defender o direito de ter acesso ao planejamento familiar, a uma educação de qualidade às crianças, à saúde e não o direito de matar o próprio filho em hospitais de rede publica com o dinheiro de contribuintes que valorizam a vida.

  16. Justiceira Postado em 11/Sep/2012 às 09:47

    Tá certa ela, esta defende o direito a vida.O Brasil está precisando de mulheres assim, chega de defender esta atrocidade chamada "descriminalização do aborto."

  17. Assad Postado em 11/Sep/2012 às 09:56

    A esquerda decapta seus líderes desde a revolução francesa

  18. Diego Postado em 11/Sep/2012 às 10:00

    Quer dizer que sair de um partido que não possui mais as características originais é ter "ego inflado", ser ultrareligiosa e contraditória... Para piorar acusam Marina Silva de ter um avião de 50 milhões! Quero dar os meus parabéns aos comentários de alto nível da "oposição".

  19. Achilles011 Postado em 11/Sep/2012 às 10:44

    Porque será que esquerdista adora MATAR? Adora qualquer coisa relativa a MORTE? Será que é pq eles são PORCOS que se acham MAIS IGUAIS do que os OUTROS PORCOS?

    • Pedro Postado em 04/Jun/2014 às 21:37

      Toda generalização é burra. Sou esquerdista e totalmente contra o aborto e à favor da vida.

  20. FCMontibello Postado em 11/Sep/2012 às 11:34

    O que eu não aceito nos políticos, isso é típico no mundo todo, é a mudança de opiniões... Sempre há uma justificativa para desdizer o que um dia defendeu. Para mim, isso coloca qualquer ser humano em cheque. Seria melhor afirmar que "hoje, penso diferente e mudei de opinião!"... Me obrigaram, inclusive, denota falta de coragem para dizer o que realmente pensa... dependendo das circunstâncias, pode colocar em jogo o compromisso firmado com os eleitores.

  21. Phoenician101 Postado em 11/Sep/2012 às 16:05

    Meu, sinceramente eu me espanto com algumas pessoas. Criticam a Heloísa Helena por ser 1) Contra a legalização do aborto 2) Protestante E, por isso, acusam-na de ser totalitária e incapaz de conviver com opiniões contrárias. Ora essa. Chega a ser engraçado. Eu não estou aqui para defender a esquerda ou a direita, ou atacar qualquer um desses espectros políticos. Estou aqui para defender o direito à livre opinião. Se alguém é contra a legalização do aborto é porque há um motivo. Se esses motivos estão de acordo com as leis e os princípios da Constituição Brasileira, ou de uma maneira mais ampla, com princípios morais humanos, então qual a razão de impedir que alguém se posicione dessa maneira? Ou vocês querem que as coisas sejam decididas de maneira arbitrária, sem se pesar os prós e os contras? O diálogo tem que ser inexistente e as decisões tomadas segundo as convicções de uma pequena elite que se julga iluminada o suficiente para decidir que rumos deve tomar uma sociedade? Têm certeza de que essa é a esquerda? Isso é libertarianismo? Em segundo lugar, ela é protestante. Vocês acham mesmo que isso a impede de exercer seu direito à livre opinião? Talvez na visão aristocrática de vocês os pelo menos 80% dos brasileiros que são cristãos devem ser relegados a um segundo plano e dirigidos por uma elite ateia esclarecida. Mais uma vez, têm certeza de que essa aristocracia ideológica está de acordo com princípios libertários? Por fim, eu realmente gostaria de ter algum respeito pela esquerda. Mas é impossível, pois a esquerda não sabe conviver com a democracia, e é capaz de fuzilar (literal ou metafóricamente) qualquer um que não siga estritamente sua cartilhinha de cabresto. Esquerdismo é o mais longe que se pode chegar do senso crítico, o que realmente é surpreendente.

  22. ivanovna Postado em 11/Sep/2012 às 18:55

    phoenician101, acho que você precisa aprender o que é libertarianismo e ser libertário antes de querer aplicar estes termos à esquerda, o que é um tanto quanto equivocado. o libertarianismo se propõe à defesa das liberdades individuais, aderindo a bandeiras como igualdade de direitos civis entre pessoas do mesmo sexo, igualdade entre gêneros, a legalização do aborto, o ESTADO LAICO, a liberdade religiosa, etc.. por coincidência, algumas dessas também são bandeiras de esquerda. mas no plano econômico, o libertarianismo defende a intervenção mínima do estado na economia, o que definitivamente não é uma bandeira da esquerda. ou seja, seu comentário não faz sentido. a esquerda não é libertária. e o papo aqui no brasil não é nem sobre a legalização do aborto, mas sim a descriminalização, o que é bem diferente. mas partindo de alguns aspectos de caráter mais ''''''libertário''''' da constituição brasileira, que devem ser respeitados (e aí não é mais uma questão de direita ou esquerda), como a liberdade de expressão, a liberdade religiosa e o estado laico, fica a minha observação: a heloísa helena é livre pra dar a opinião que ela quiser, isso é um direito dela. no entanto, existe uma diferença entre dar uma opinião e querer conformar uma sociedade inteira a sua visão de mundo por meio de seus representantes políticos, que é o que a bancada religiosa tenta fazer a todo custo (e que pode ser o que a heloísa helena venha a fazer). se a constituição brasileira afirma que o estado brasileiro é laico, por que submeter os comportamentos e os direitos da sociedade brasileira aos códigos de conduta religiosos? democracia é o poder do povo... incluindo religiosos de toda a sorte e também ateus, agnósticos, etc.. se você é religiosa, muito bem, não aborte. mas por que impedir o direito daquelas que não são de o fazerem, ainda mais caso estejam em risco?? enfim, discordo dessa sua visão de que a esquerda quer que uma "elite ateia esclarecida" governe. o que se pede, em geral, é o respeito aos direitos das minorias (mulheres, nesse exemplo), mas me parece que a bancada religiosa por vezes interpreta que o direito dessas minorias interfere no direito da maioria, resultando num discurso equivocado que dá a entender (aos menos informados) que esses direitos se tornarão deveres, como se toda mulher fosse obrigada a abortar, entre outras sandices.

    • Malu Postado em 10/Jun/2014 às 01:00

      Acho que você também não conhece a constituição... Sou totalmente contra o aborto e sua legalização e a NOSSA CONSTITUIÇÃO garante a proteção e o direito à vida á partir da CONCEPÇÃO!!

  23. JOAO Postado em 11/Sep/2012 às 20:49

    PSOL HOJE É UM PARTIDO FACISTA COMANDADO POR MILITANTES HOMOSSEXUAIS E ATEUS. PESSOAS QUE NÃO RESPEITAM O DIREITO DE CRENÇA DOS RELIGIOSOS E QUE QUEREM A QUALQUER CUSTO ACABAR COM A FAMÍLIA, COMA IGREJA E COM OS VALORES CRISTÃOS. MAS DEUS É MAIOR!

  24. Alessandre Argolo Postado em 11/Sep/2012 às 21:51

    É uma mulher de respeito. Agora, lamentável mesmo é a postura de alguns militantes do PSOL, que só têm hoje um partido porque a mulher chamada Heloísa Helena teve a iniciativa de fundá-lo (eu mesmo assinei um das inúmeras listas que ela pessoalmente disponibilizava no campus da universidade, na época em que eu estudava, para que a comunidade acadêmica apoiasse a criação do PSOL), ficar querendo descredibilizar uma liderança de esquerda importante como é Heloísa Helena. Este país muitas vezes passa a impressão de que é composto majoritariamente por cafajestes e canalhas de todos os tipos e qualidades. Olavo de Carvalho (sim, ele mesmo) está um tanto certo quando esculhamba com o Brasil nestes termos. Tem um certo modus operandi brasileiro que é típico de gentinha sem qualquer consciência ou hombridade. É a falta de momentos históricos mais contundentes, a exemplo de guerras onde a sociedade tenha realmente sido testada. Isso que a esquerda festiva, sem história nenhuma, sem qualquer realização política, faz com a Heloísa Helena, caracterizado pelas tentativas de acabar com a liderança que ela representa, é típico dessa gente desclassificada. Falo aqui dos militantes ridículos do PSOL que sistematicamente promovem um deliberado achaque à imagem de Heloísa Helena. Os caras são tão desvirtuados, moral e eticamente, que nem se tocam que o PSOL é uma invenção, uma criação da cabeça da Heloísa Helena. Dela e de mais ninguém. Esses caras são todos umas nulidades perto da mulher que é Heloísa Helena. Estudantes profissionais de universidade que só querem fumar maconha e acham que estão fazendo política séria. Mal entraram nos anos sessenta e se acham na pós-modernidade. Heloísa Helena pensa rápido, é nerd, vive estudando, uma vida dedicada à política, acredita nos seus ideais. Uma mulher incorruptível, séria. Vá lá discutir com ela. Para ganhar dela no contraditório é difícil, muito difícil. Possui amplo domínio do discurso, excelente oratória engajada. Não há nada que ela não possa aprender, tamanha a dedicação com que ela parte para fazer as coisas. Conheço o perfil. De resto, suas opiniões sobre o aborto são muito conhecidas (talvez os militantes do PSOl preocupados em destratá-la não conheçam, o que não seria nenhuma noviade). Certíssima Heloísa Helena sobre o que fala em relação ao aborto. Tem muito reacionário por aí que é favorável ao aborto. Mas isso os débeis mentais, moralistas do aborto, se omitem de reconhecer, porque são tudo um bando de bunda mole. A postura dos que se baseiam na falácia descarada da política pró-saúde pública como fundamento da legalização do aborto precisa ser sempre denunciada como incorreta do ponto de vista técnico. E isso a Heloísa Helena, que está de longe de ser idiota, sabe muito bem fazer, até porque ela é profissional da área de saúde, professora de universidade (da área de enfermagem). Heloísa Helena sabe das coisas. Você pode até discordar dela, mas jamais pode acusá-la de ser ignorante.

  25. Greg Postado em 12/Sep/2012 às 02:14

    Já votei em Heloísa Helena, hoje não faria o mesmo... por ela ser contrária ao aborto? Não, mas por ela ser contra a descriminalização do aborto! Ainda mais sendo da área de saúde, sabendo quantas mulheres morrem provenientes de aborto- e/ou- tentativa mal sucedida... Ninguem acorda, olha para o horizonte e pensa: hoje vou fazer um aborto!!! Religiosos, rezem, façam a sua parte... deixem o Estado, ele é laico!!!

  26. Antonio Paulo de Almeida França Postado em 12/Sep/2012 às 06:38

    De fato, ele como católica qie é, não conseguiu viver mesmo com o diferente que a esquerda festiva procura justificar com o assacinato de seres humanos. Até que ela demorou para perceber!

  27. Renan Postado em 12/Sep/2012 às 09:29

    Mais um partido politico sendo criado? Q coisa escrota, daqui a pouco teremos mais partidos q eleitores!!

  28. Phoen101 Postado em 12/Sep/2012 às 11:46

    ivanovna Ok, "libertário" não é o termo correto. Mas acho que você entendeu o que eu quis dizer. "existe uma diferença entre dar uma opinião e querer conformar uma sociedade inteira a sua visão de mundo por meio de seus representantes políticos". Concordo. Mas é exatamente isso que vem sendo feito. Estamos presos irremediavelmente a ideais de esquerda (ou libertários, como queira). Pergunte à população e veja qual a porcentagem de pessoas que são contra a legalização do aborto (legalizar é o mesmo que descriminalizar, já que o que não é proibido é permitido - a não ser que você proponha uma punição civil para quem abortar, o que não faz o menor sentido), que são a favor da diminuição da maioridade penal, que são contrárias ao estatuto do desarmamento, entre outras coisas. Por que então os políticos tomam um rumo diverso da vontade popular? Só posso pensar que as bandeira de esquerda são conduzidas não pelo povo, mas por uma pequena elite esclarecida. "se a constituição brasileira afirma que o estado brasileiro é laico, por que submeter os comportamentos e os direitos da sociedade brasileira aos códigos de conduta religiosos?" O Estado brasileiro é laico, mas a população não é. É natural que o congresso reflita a composição da população, e é uma pena que não reflita ainda mais. Se a população brasileira é em sua maioria cristã, é natural que valores cristãos permeiem nossas leis, pois as leis refletem a vontade popular. "se você é religiosa, muito bem, não aborte. mas por que impedir o direito daquelas que não são de o fazerem, ainda mais caso estejam em risco??" O aborto não é combatido apenas por um viés religioso, mas por ser uma forma de proteção à vida intra-uterina. Inclusive, pelo código civil, o feto tem seus direitos patrimoniais garantidos. Inclusive a Convenção Interamericana de direito humanos proíbe que o aborto seja legalizado, e o Brasil é signatário desse tratado, que se não me engano tem força de norma constitucional. De qualquer forma, quando há risco de vida para a mulher, o aborto é livre. E nem poderia ser diferente, já que você pode matar qualquer pessoa que ponha sua vida em risco. "mas me parece que a bancada religiosa por vezes interpreta que o direito dessas minorias interfere no direito da maioria, resultando num discurso equivocado que dá a entender (aos menos informados) que esses direitos se tornarão deveres, como se toda mulher fosse obrigada a abortar, entre outras sandices." Em primeiro lugar, mulheres estão longe de ser uma "minoria" em sentido literal. Compõem pelo menos metade da população brasileira, e são um grupo tão heterogêneo que é uma covardia agrupá-las todas juntas, como se fossem uma massa uniforme (assim como os negros, os índios, os gays, etc). Se você quiser medir as forças, pode ter certeza de que elas são mais fortes que as vidas que elas pretendem abortar. Eu não vejo exatamente onde você está defendendo alguém em desvantagem numérica ou física. Se as mulheres fosse mesmo a favor da legalização do aborto, elas fariam com que ele fosse legalizado. Abortar não é como fumar maconha, em que você causa um mau só a você mesmo, e portanto não tem sentido ser proibido. Ao abortar você está lidando com uma outra pessoa, com uma outra vida que não a sua. Por isso não é tão simples assim dizer que aborto não é mais crime.

  29. d a g Postado em 12/Sep/2012 às 13:27

    o que vejo aqui é que há muita gente considerando que a opinião contrária à descriminalização não é válida, não pode fazer parte da discussão. Isso não é verdade, e me sinto excluído do processo político quando as pessoas insinuam isso.

  30. Eduardo Postado em 12/Sep/2012 às 15:38

    Marina Silva surge dessa lama que é a política brasileira. Que venha esse partido que ajudará a diluir essa bandidagem brasilera. Duas grandes mulheres

  31. ivanovna Postado em 12/Sep/2012 às 16:07

    Phoen101, reforço minhas ideias, mais uma vez. não use o termo libertário, do contrário você pode parecer meio ignorante. segundo, a questão da descriminalização do aborto não é relativa à direita ou à esquerda, mas ao direito de se abortar. "Estamos presos irremediavelmente a ideais de esquerda (ou libertários, como queira)." em que país você vive? certamente não é o mesmo que o meu. quando você fala que os políticos estão tomando um rumo contrário à vontade popular, o que você tá dizendo? porque eu não vi o aborto ser descriminalizado (ou legalizado), você viu? quanto à baboseira de a maioria da população ser cristã, que pena. que o caráter laico da constituição seja mudado, então. até que isso aconteça, todas as religiões devem ser respeitadas e também o direito de não se ter uma religião. a constituição não tem que refletir a vontade popular, tem que garantir direitos para toda a população. o aborto, no brasil, é combatido sob um viés extremamente religioso, sim. é por isso que ele não é debatido como deveria. essa dita "pequena elite esclarecida" é refém da bancada religiosa e nem sequer se propõe a discutir o assunto. outro equívoco que eu me proponho a solucionar pra você é o conceito de minoria. não usei minoria literalmente, usei minoria como conceito sociológico, que diz respeito à representação política. mulher é maioria no congresso? nas câmaras? a mulher é minoria, sim, e acho uma desonestidade tremenda quando você vem me falar que se as mulheres quisessem, o aborto seria legalizado. isso é mentira, porque quem tá decidindo de fato os nossos direitos são, em sua maioria (numérica e de representação), homens que nunca vão saber como é carregar um filho no ventre. aliás, você acha que a bancada religiosa sequer permitiria, sei lá, que um plebiscito fosse realizado para decidir os rumos do aborto no brasil? jamais. é por isso que eu discordo de você quando você diz que é uma elite ateia de esquerda que está tomando conta do brasil. não é, é a bancada religiosa.

  32. João Pdreo Filho Postado em 12/Sep/2012 às 21:24

    A democracia está em entender quem é a favor ou contra ao aborto , mas ,os radicais de hoje são os hipócritas do amanhã sou contra ao aborto e a favor da dignidade humana , tanto dos pms que arriscam a vida quanto dos " marginalizados "do sistema a justiça e a paz se abraçaram. Parabéns H H ,NÃO ENTENDO OS DITOS REVOLUCIONÁRIOS QUE SÃO A FAVOR DO ABORTO E CONTRA A PENA DE MORTE .

  33. ana Postado em 13/Sep/2012 às 02:03

    O Psol aos poucos vira uma miniseita que nao sabe respeitar nenhum q pensa diferente.. : os dogmas da santa esquerda sao afetados por ser a favor ou contra o aborto?! Fala sério..! Ela fundou o Partido e de repente perdem uma de suas mais primorosas militantes por conta disso.. ridiculo para um partido q se julga tão "puritano" e incorruptível: mais decepção pra mim.

  34. Diego Postado em 13/Sep/2012 às 14:10

    Estão gritando com todas as forças: "O Estado é Laico"! Oras, onde ser contra a aborto fere o laicismo? Assim, chego a conclusão de que quem vocifera tais coisas não tem a mínima ideia do que significa um Estado Laico!

  35. Jaciara Postado em 14/Sep/2012 às 12:27

    Acho que ela fez bem. Se o nome do partido é 'socialismo e liberdade' e a obrigam a defender alguma posição, não há liberdade.

  36. Maxwell Postado em 15/Sep/2012 às 17:21

    "ME OBRIGARAM"? Chega a me dar nojo ver este tipo de declaração (como se alguém colocasse uma arma nela e ordenasse que ela defenda o aborto) e pessoas que ainda admiram uma pessoa covarde como ela.

  37. Flavia Postado em 18/Sep/2012 às 19:06

    Um partido de intolerantes. Basta ver as críticas aqui. Para piorar entre no site do PSOL e veja a série de absurdos que eles pregam.

  38. Leandro Postado em 22/Sep/2012 às 04:38

    Heloísa Helena é o que existe de mais atrasado de esquerda e pior ainda de "socialismo" no país. É muito pior do que a própria Marina Silva. Ela é apenas uma pseudo-esquerdista louca e religiosa fanática, e quanto mais estiver distante da política nacional melhor.

  39. Lenin Postado em 05/Oct/2012 às 19:33

    Ela já tinha uma parceria com os coronéis no Brasil, ACM, Agripino e CIA. Agora ela vai reforçar seus laços com a nobreza mundial, juntamente com a vassala Marina Silva que foi na abertura das Olimpíadas a convite do marido da rainha Elisabeth II. Acho que a saída de HH do Psol foi uma grande conquista!

  40. Luis Postado em 05/Oct/2012 às 19:46

    Qual é Fonte da notícia?

    • Moderação Postado em 05/Oct/2012 às 22:41

      Luis, a fonte é a entrevista realizada com a própria Heloísa Helena.

  41. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 12/Oct/2012 às 14:24

    Sabe o que estou lendo aqui? Um monte de textinhos bonitinhos que não dizem nada a não ser o Phoenician101 e o ivanovna, que expressaram de fato ideias e debate. Polemização vazia, vazia, vazia. Isso é o retrato da mentalidade do brasileiro IGNORANTE,FRUTO DE EDUCAÇÃO DEFASADA E FALSAS RELIGIÕES. Deprimente.

  42. Vladimir Caetano Postado em 17/Oct/2012 às 18:45

    ai ai .. quanto povo sem informação! Essa galera que nao sabe o que se passa, ainda fica com picuinha, ainda acreditam nessa balela! essa pessoa que diz que foi ''obrigada'' ja vinha querendo fundar outro partido, entretanto, como não é a favor do aborto, resolver usar como pretexto.

  43. Rafael Zanotti Postado em 18/Oct/2012 às 00:49

    se aborto e assassinato metade da população do mundo deveria estar na cadeia,e como é assassinato son estao pq as leis nao ligam pra um assunto tao serio desses

  44. Rafael Zanotti Postado em 18/Oct/2012 às 00:55

    nao sou cristao e admito,mais aborto e assassinato e sei reconhecer isso

  45. Virgilio Postado em 20/Oct/2012 às 01:09

    Me senti na obrigação de comentar porque li aqui que faltou coragem a heloisa helena. Eles queriam obriga-la a defender a postura deles de ser a favor do aborto. Ela é contra. E coragem é algo que jamais faltou a ela. Uma mulher que pertenceu ao pt e chegou junto com lula no poder e não se iludiu com as maravilhas do poder, nao tem coragem?? Ela foi expulsa do pt pq era fiel demais ao que o pt sempre foi, o Pt assim como o Psol quis se apropriar da consciencia dela. Uma mulher revolucionaria, brilhante, que poderia se fosse cinica estar no pt ate hj desfrutando das benesses dos poderosos.

  46. Antonio Omena da Silva Postado em 21/Oct/2012 às 09:30

    A questão não é so o aborto, e sim o inchaço do partido, que hoje tem militante de todo jeito basta se reinvidicar de esquerda para se filiar ão partido, sem pasar por discursões internas, e muinto menos por formasão politica, desta forma vamos ver o partido virar o PT de hoje.

  47. Eduardo Macedo Postado em 23/Oct/2012 às 10:12

    Acredito que, com as recentes alianças expúrias do PSOL com DEM, por exemplo, e declarações do Plínio Sampaio de que o Haddad deva perder (putz, para o Serra...), sejam novos motivadores para militantes desse partido deixarem a sigla. Uma coisa é fato: a esquerda, se tivesse ainda mais unida, não apenas ampliaria os quadros de prefeituras (como o PT o fez nas últimas eleições) como também poderia garantir, quiçá, um número estrondoso e imensa maioria em regiões estratégicas do país. Há críticas a se fazer aos dez anos de PT no poder? Certamente. Agora, e criação de um novo partido a cada discordância de posição (descriminalização do aborto, etc) só gera uma fragmentação contrária aos interesses comuns desses partidos de viés socialista. Intervir internamente, eis a questão. Pode haver diversas siglas, ok, mas que se unam quando houver interesses comuns. O que se nota, tanto no PT quanto no PSOL, é que a união ganha contornos esquizofrênicos, como a famosa foto do Haddad com o Maluf. Isso é outro debate, saliento apenas que as alianças não podem ser a qualquer custo. Mas falávamos da Heloísa... Ela e seu partido foram utilizados exaustivamente pela grande mídia para tentar deter a reeleição do Lula. Não deu certo. Tentaram o "mensalão" para deter as eleições municipais. Só a Veja acha que foi Suprema Vitória do Supremo, as urnas não acharam. Quer formar novas siglas? Certo, azar, agora, aprenda a conviver com diferenças, fortalecer-se internamente e chegar unida com seus correligionários a um pleito. Ou fundará um novo partido a cada década até fundar o derradeiro: o PHH (Partido da Heloísa Helena).

  48. sara Postado em 24/Oct/2012 às 13:40

    é uma grande pena perder politicas da qualidade da HH e tb a Marina Silva para a religião, justamente a religião q tanto humilha e prejudica as mulheres, no mundo inteiro, pra mim é uma grande perda.

  49. Priscila Postado em 29/Oct/2012 às 12:33

    concordo com o Sérgio do Rj, a Heloisa Helena é autoritária, não é a favor da descriminalização do aborto e tem várias lacunas em sua concepção de esquerda

  50. João Campos Postado em 01/Nov/2012 às 16:23

    O que alguns chamam de "ego" ou "autoritarismo", eu vejo como PRINCÍPIOS! É devido a essa farra de "conciliação" que o PT se tornou o que é hoje! Não é ao aborto necessário em casos de estupro e anencefalia que HH se refere, mas sim ao suposto "direito" que as mulheres teriam de abortar uma criança, não importa em que circunstancias a criança fosse gerada... isso seria um manifesto a irresponsabilidade e uma afronta ao direito a vida! O direito a vida é muito mais importante que quaisquer "liberdades" que infelizmente a esquerda vem advogando nos últimos anos... Todo meu apoio a HH! Socialismo com princípios, e não baderna!

  51. João Campos Postado em 01/Nov/2012 às 16:39

    O mais engraçado é ver que, quando alguém se mostra contra o aborto, contra a legalização das drogas e outros, o pessoal logo ataca dizendo "PSEUDO-RELIGIOSO!", "VASSALO DAS ELITES!", "OPORTUNISTA!", "MORALISTA!"... Ao que parece (e isso é apenas uma impressão, não tomem como uma afirmação), a "esquerda" gosta de se opor a qualquer postura considerada "de direita", apenas para fazer oposição, sem nenhum raciocínio crítico ou capacidade de julgamento... Eu nunca li em lugar algum que, para ser de esquerda, você precisa necessariamente ser a favor do "direito" ao consumo de drogas, ou a favor da prática do aborto de forma irresponsável...

  52. Eu amo o Brasil Postado em 30/Dec/2012 às 20:43

    Coitada da Heloisa Helena, se ela ficar saindo de partido em partido ou da politica só porque tem gente que erra, ela vai ter que sair do mundo, mas agora ta num caminho sem volta, ja que fez errado ter saido do PT se achando melhor que todo mundo, agora é que esta num lugar ruim mesmo, (psol) ou estava.

  53. Rafael Moreira Postado em 30/Dec/2012 às 23:23

    Já foi tarde essa fanática religiosa! Precisamos de uma esquerda LAICA!! O Plínio mesmo católico, nunca foi fundamentalista que nem essa mulher!

  54. Mariana Postado em 30/Dec/2012 às 23:45

    Todos tem direitos a acreditarem no que quiser, mais e um péssimo quando ser que obriga as outras pessoas a acreditarem no que acreditamos.Acho que a ex senadora foi muito arrogante e prepotente em tenta impor seus cretos para seu partido decisões como "ser o não a favor do aborto" na minha opinião tem que ser feita coletivamente mais acho que o problema não foi só esse ela não tem ética partidária ela mostra isso em outros momentos como na eleição de 2010 ela não consegue conviver com a diferença e a falta de controle , por isso acho que ela nunca vai encontra um partido para chama de seu e muito dramático que figuras como da ex senadora seja ainda fácil de encontra na enquenda Brasileira

  55. Guilherme Postado em 31/Dec/2012 às 00:47

    Para mim hoje política no Brasil tem dois nomes, pelo menos na atualidade: Heloísa Helena e Marina Silva.

  56. Amós Oliveira Postado em 31/Dec/2012 às 04:06

    essa questão de "me obrigaram a defender o aborto" me parece ser, na verdade, uma mudança na postura dela em relação à este tema para não entrar em conflito com o possível novo partido de Marina Silva, a qual ela já deixou subentendido que participará. eu, observando o cenário político atual, continuo acreditando no PSOL como uma ótima saída desses grandalhões-acima-da-lei que temos por nossas terras. =))

  57. Nilton Ferreira Postado em 31/Dec/2012 às 04:32

    Vivemos numa Democracia, aqui todos temos o direito de pensar como quisermos, e de defendermos nossos pontos de vista. Vivemos num modelo político onde se institui o Multipartidarismo. Qualquer grupo de pessoas pode se propor à constituição de um Partido Político que defenda as posições do grupo. Defendo que se vote em partidos, que defendam idéias, princípios. Não em pessoas que se escondem atrás de siglas para defender suas falsidades, suas mentiras. Defendo que partidos obriguem seus membros a defenderem seu estatuto, seus princípios, sua convenção. Defendo HH. Ela foi talvez a que mais lutou para a formação do PSOL. Ela foi, com certeza quem mais engrandeceu este partido. Mas o partido nunca foi dela. Apesar de sua grandeza ela representa um grupo que foi ficando cada vez menor dentre as tantas correntes ideológicas que se abrigaram no PSOL. Chegou a hora dela continuar a construção de um mundo melhor conforme o ponto de vista dela e do grupo que ela representa. Eu a felicito. Parabéns Heloísa Helena. Boa Sorte. Feliz 2013.

  58. Mario Postado em 31/Dec/2012 às 10:36

    Se ela está esperando um partido 100% correto, melhor se aposentar. Até em caso temos problemas com a ética.

  59. dileia maria rodrigues Postado em 31/Dec/2012 às 10:47

    Não adianta a cada desentendimento ir criando partidos.chega de tanto partido nanico.se H H perdeu as rédeas do Ps,vai perder de outro também,claro!I sso acontece na medida que o partido vai crescendo e chegando novas pessoas,cada um tem sua cabeça e se continuar pensando assim,ela e a Marina vão passar a vida criando partidos que não servirão pra nada!A verdade é que as duas estão mais perdidas que cego em tiroteio.

  60. dalmir Postado em 31/Dec/2012 às 17:14

    H H nao assume nada: quando servia era PT foi expulsa concorreu mas sempre que o PT precisava de apoio ela la estava, lembram campanha do PT em porto alegre. agora que viu que PSOL eh " inimigo util" ta de saida de novo

  61. dalmir Postado em 31/Dec/2012 às 17:21

    tem politica malandra que quer sempre estar nas "diretrizes" para ter apoio de "representaçao" mesmo que para isso tenha que ir abrindo partidos por ai ou barganhando- exemplos MARINA SILVA E HELOISA HELENA que so sabem ser oiposiçao que diz o que quer mas na hora de assumir responsabilidade fogem

  62. Bosco Postado em 31/Dec/2012 às 23:24

    Como toda crentelha ela não adimite nenhum direito que não seja bíblico. Ela não sabe o que é um estado laico. Passará a vida toda fundando partidos e saindo deles na hora que o partido tiver mais de dois filiados. Com tres filiados ela será alijada da direção, coisa que crentelho nenhum adimite.

  63. Haroldo Postado em 02/Jan/2013 às 14:06

    Pra me é o fim pois pessoa que não tem argumento para discutir um assunto que já é bem mastigado como esse não vai se dá bem em nem um outro partido. Mais eu já sabia que ia acontecer o mesmo como foi no PT os fracos e os covados nunca vai alcança seus objetivos.

  64. Raí Araujo Postado em 04/Jan/2013 às 11:17

    É uma pena, que esta mulher que é um dos melhores quadros políticos nacionais, não consiga aquietar-se em nenhum partido, deviddo a sua falta de jôgo de cintura e de maleabilidade política, no trato com os demais atores políticos nacionais. Ela tinha um horizonte promissor no PT, porem sua falta de paciencia e de saber o tempo certo das coisas acontecerem, tirou-a do partido, e hoje ela pula de galho em galho, e não é feliz.

  65. joao Postado em 16/Jan/2013 às 06:51

    acho q não perde o foco não, e sim, esquerda é isso, temos que estar afrente do socialismo, defendendo os que realmentre precisam ser defendidos. o psol foi criado para defender a classe social e PRECONCEITO, ela esta sendo totalmente preconceituosa disendo que foi forçada, eu nao faço nada forçado e adoro a política do Psol.

  66. joao Postado em 16/Jan/2013 às 06:57

    CORREÇÃO o Psol foi criado para defender o Socialismo e é contra todo tipo de PRECONCEITO.

  67. ciro Postado em 20/Apr/2013 às 21:26

    "João Pdreo Filho, em 12 de setembro de 2012 às 21:24 disse: A democracia está em entender quem é a favor ou contra ao aborto , mas ,os radicais de hoje são os hipócritas do amanhã sou contra ao aborto e a favor da dignidade humana , tanto dos pms que arriscam a vida quanto dos ” marginalizados “do sistema a justiça e a paz se abraçaram. Parabéns H H ,NÃO ENTENDO OS DITOS REVOLUCIONÁRIOS QUE SÃO A FAVOR DO ABORTO E CONTRA A PENA DE MORTE " Cara, eu é que não consigo entender como a pessoa pode ser contra o aborto e a favor da pena de morte. E o Brasil tá cheio desses humanistas defensores do feto e inimigos de crianças, mulheres e homens.

  68. MAURO ROMANO LEONOR Postado em 03/May/2013 às 10:28

    Uma mulher que fugiu do PT,por alegar corrupção. Ela agora foge do seu próprio partido! Pergunta se fosse presidenta do país iria fugir? Lembre-se Heloisa de um pequeno trecho do glorioso hino "verás que um filho teu não foge a luta". Ela não tem envergadura moral pra governar a própria vida,quem dirá a nossa.

  69. Kênia Postado em 08/Jun/2013 às 02:02

    "Art. 12 É vedado ao Estado e aos particulares causar qualquer dano ao nascituro em razão de um ato delituoso cometido por algum de seus genitores. Art. 13 O nascituro concebido em um ato de violência sexual não sofrerá qualquer discriminação ou restrição de direitos, assegurandolhe, ainda, os seguintes: I – direito prioritário à assistência pré-natal, com acompanhamento psicológico da gestante; II – direito a pensão alimentícia equivalente a 1 (um) salário mínimo, até que complete dezoito anos; III – direito prioritário à adoção, caso a mãe não queira assumir a criança após o nascimento. Parágrafo único. Se for identificado o genitor, será ele o responsável pela pensão alimentícia a que se refere o inciso II deste artigo; se não for identificado, ou se for insolvente, a obrigação recairá sobre o Estado." Tudo bem, a intenção é boa! Mas já não basta a violência sexual sofrida, os momentos de terror, o nojo do próprio corpo, a vontade de nunca ter nascido, ainda querem tirar o direito da mulher de interromper uma gravidez fruto de algo tão horrível, algo que vc deseja esquecer pelo resto da sua vida. O Estado ainda quer tornar lei a pessoa ter que passar nove meses fazendo algo por obrigação legal, independente das condições psicológicas mais íntimas, que afligem qualquer mulher independente da fé dela em Deus, na Vida ou na Família... Nove meses depois ela é obrigada a passar por outro tipo de violência psicológica, só que mais profunda, que é de decidir se leva o próprio filho pra adoção. O pior é pensar no Estado cuidando dessa criança, do jeito que ele cuida dos hospitais, do ensino nas escolas públicas, dos viciados em crack, do tráfico nas favelas, da prostituição infantil, dos asilos. O Estado não consegue nem garantir os direitos dos nascidos, quem me garante que ele vai conseguir desenvolver esse processo de forma saudável e responsável? Ou será que na hora de fazer um desviozinho de verba, os parlamentares que votam a favor da PL, vão poupar os recursos, que direta ou indiretamente são voltados aos Nascituros? A outra opção é a pessoa ficar com a criança (como se fosse a coisa mais corriqueira e banal da face da terra) e ter a desgastante e desanimadora função de procurar à justiça, dessa vez não porque o monstro F.D.P te estuprou, mas por ele não ter pagado a pensão alimentícia. E se o estuprador quiser fazer parte da vida da criança? O que fazer quando o filho quiser saber a história de seus pais? E se a mãe desenvolver uma antipatia inconsciente pelo filho? Quem deve decidir se quer passar por tudo isso é a mulher violentada, e não um bando de parlamentares com boas intenções.

  70. Claudio Postado em 04/Jan/2014 às 09:58

    Ela aprendeu uma verdade que já deveria saber com tanto tempo na política. Que não HÁ na política partidos puros e imaculados, em todo lugar há e sempre haverá pessoas desvirtuadas, principalmente quando o partido começa a crescer muito. Nesse partido da Marina que ela quer ingressar não será diferente, ou ela aprende a conviver nesses partidos e lutar contra os corruptos e não contra a sigla ou ela que vá se tornar uma freira e viver enclausurada e em oração pelo resto da vida.

  71. Martinho Olavo Postado em 02/Mar/2014 às 04:39

    Já vai tarde! Aliás, não sei porque não se foi ainda! Enquanto esse personalismo continuar reinando, não faremos outra política. O partido deve ser maior do que nós. É de uma incoerência sem tamanho alguém se dizer socialista e não se submeter a vontade da maioria, quando estaria representando (sendo porta-voz) desta maioria. Que fala o que HH falou e age como ela tem agido não merece confiança, pois ao receber um mandato fará o que der "na telha", não se submeterá à vontade de sua base. Então, Heloísa, demorou! Chispa, chispa e vai fundar o PHH (Partido da Heloísa Helena)!

  72. Neide Solimões Postado em 08/Jun/2014 às 17:37

    Em primeiro lugar a HH era presidente do PSOL e não podia se posicionar contra uma decisão congressual do partido. O PSOL, em seu congresso, deliberou a favor da descriminalização do aborto, ou seja a mulher não pode ser considerada criminosa porque pratica o aborto, seja lá qual for o motivo que a levou a abortar. Ela não era obrigada a defender essa tese pois se manifestou contra no congresso e foi derrotada na votação. O que ela não podia, como presidente do partido, era participar das manifestações dos setores conservadores da sociedade que continua criminalizando as mulheres que praticam o aborto. No entanto, esses mesmos setores conservadores, quando suas mulheres engravidam e não querem assumir a gravidez, permitem a realização do aborto em clínicas especializadas, em condições seguras, clandestinamente (assim não são criminalizadas) e nenhuma delas vai presa. Alguém já viu uma burguesinha presa porque fez um aborto. Ninguém nem fica sabendo. As pobres, como fazem o aborto de forma completamente insegura, precisam procurar assistência no SUS e daí são denunciadas e levadas para a prisão. E isso a HH não enxerga. Por isso, sendo presidente do PSOL, desobedeceu uma decisão congressual e por isso foi muito criticada. Mas, não saiu do PSOL. Deu essa declaração em 2012. Continua no partido, é vereadora em Maceió e, parece, será candidata à senadora por Alagoas pelo PSOL, agora em 2014.

  73. Robson Silva Postado em 09/Jun/2014 às 05:53

    Hipócrita, mais uma "Marina que se pintou" da vida. Ela não se respeita como mulher, não passa de uma traíra, entregando de modo covarde e conivente o seu corpo para que os outros o governem, e ainda quer os votos das mulheres.

  74. Rodrigo Postado em 09/Jun/2014 às 19:07

    PSOL... O partido mais nojento, sem identidade, cuja ideologia eh baseada tão-somente em modismo. Fez a coisa certa, Heloisa Helena!

  75. Alessandro Caldas Postado em 13/Jun/2014 às 20:49

    Heloísa Helena em alguns pontos é muito carola e conservadora. Tudo bem que se "organize em torno de idéias", mas idéias são mutáveis e precisam se adequar às situações, que também são diversas. Pare de ver as coisas apenas do seu ponto de vista, mas aprenda a enxergar pelas outras pessoas também.

  76. Alessandro Postado em 17/Jul/2014 às 14:03

    O PSOL luta pela descriminalização do aborto, mas é necessário frisar que o aborto fica restrito só para casos de má formação do feto, estupro, ou doença que comprometa a mãe e a gravidez. Heloísa Helena tem se mostrado conservadora demais e se ela saiu do PSOL quem ganhou foi o próprio partido! Eu já votei nela, mas não voto mais, não vejo nada que ela fez, não escuto falar em HH e ela está apagada. Creio que em parte é devido a esses posicionamentos anacrônicos e reacionários e preconceituosos. Muito dogma e pouca consciência da necessidade de um Estado laico.

  77. CARLOS Postado em 07/Aug/2014 às 22:21

    É DE SE LAMENTAR QUE UMA SENADORA E ÚNICA ATÉ HOJE QUE TEVE A CORAGEM DE EXPRESSAR SUAS IDÉIAS SEM MEDO E PREOCUPAÇÃO NO QUE IRIAM COMENTAR A SEU RESPEITO. MULHER DE FIBRA E VERDADEIRA MULHER. ESPERO QUE A SENHORA VOLTE A OCUPAR A TRIBUNA DO SENADO, QUE SAUDADE ! EU, SEM MEDO DE ERRAR VOTAREI NA SENHORA, EM QUALQUER CARGO ELETIVO. UM GRANDE ABRAÇO SENADORA..

  78. Cristina Postado em 08/Oct/2014 às 22:34

    Oh, coitadinha, foi obrigada!!! Ninguém é obrigado a nada. Existe um diretriz em qualquer partido político. Se não concorda com a diretriz, procure outra.

  79. Havila Postado em 01/Apr/2015 às 14:00

    TNC, Heloisa. Deixede mimimi