Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 24/Sep/2012 às 12:35
8
Comentários

Os 10 sonhos da oposição que são pesadelos para o Brasil

As oposições no Brasil apostam no pior, nem que isso signifique sofrimento para o povo. Mas apostar no pior não tem dado certo

À falta de programa e de candidato, os setores opositores sonham com descalabros que, talvez, lhes deem alguma chance de evitar que Dilma se reeleja em 2014 e o Brasil siga o caminho que vem trilhando, vitoriosamente (nunca nenhuma força, pela via democrática, governou por tanto tempo no Brasil, como o PT).

Como sonhar não é proibido – mesmo que seja com pesadelos para o país e para o povo -, as oposições desejam ardentemente que:

Melhoria de vida do povo brasileiro não passa pelos ‘sonhos’ da oposição. Foto: divulgação / web

1. A recessão internacional afete profundamente a capacidade de crescer da economia brasileira, instaurando, aqui também, os descalabros que o neoliberalismo produz na Europa: recesso, desemprego, endividamento, dependência do FMI, inflação, fuga de capitais.

2. Crise social, grandes mobilizações populares contra o governo, repressão, perda de apoio popular do governo. A CUT se divide, um setor sai e se soma aos grupos de ultra-esquerda.

3. Brigas se acentuam na base politica do governo, PSB e PMDB se autonomizam e prepararam candidaturas próprias. O governo perde maioria no Congresso e tem dificuldades para librar recursos e aprovar projetos. O PAC se estaciona, assim como o Minha casa, minha vida, o Bolsa Família e outros programas sociais do governo.

4. Dilma e Lula se estranha e brigam, cada um por um lado, batendo um no outro.

Leia também

5. As obras do Mundial de Futebol e das Olimpíadas atrasam, Brasil é ameaçado de perder suas sedes.

6. Políticas públicas nas zonas do Rio, antes dominadas pelos narcotraficantes fracassam, diante do ressurgimento dos bandos armados e essas zonas voltar a estar sob controle dos narcos.

7. As relações do Brasil na América Latina se deterioram: conflitos com a Argentina inviabilizam o Mercosul, entrada da Venezuela se complica. Polo neoliberal do Pacífico se fortalece, em contraposição ao Mercosul.

8. Usinas e outros projetos governamentais são inviabilizados por movimentos indígenas e ecológicos, e o Brasil desemboca num apagão.

9. Julgamento do “mensalão” desemboca em processo contra o Lula.

10. Uma eliminação vergonhosa do Brasil do Mundial de Futebol, além da má organização evento, ajudariam a baixar ainda mais a auto-estima dos brasileiros.

Em suma, as oposições apostam em desastres, ficam olhando a economia internacional, pra ver se há nuvens que promovam grandes tempestades, que desequilibrem o modelo econômico que articula crescimento com distribuição de renda. Apostam no pior, nem que isso signifique sofrimento para o povo.

Mas apostar no pior não tem dado certo. Não deu no começo do governo Lula, não deu na tentativa de impeachment em 2005, nem no começo da crise internacional, em 2008. Não dará agora também. Mas serve para caracterizar no que apostam as oposições. Elas continuarão vivendo pesadelos.

Emir Sader, Carta Maior

Recomendados para você

Comentários

  1. Novo Bolchevique Postado em 24/Sep/2012 às 18:12

    Quando terminei a leitura desse artigo e vi que a autoria era de Emir Sader, pronto explicado da onde provem tamanha desonestidade intelectual. Em vista que Emir Sader é um dos principais ideólogo do campo da esquerda reformista pequeno-burguesa a defender a continuidade da gerência petista do Estado burguês.

    • Gustavo S Postado em 24/Sep/2012 às 22:23

      Bom texto. Infelizmente a oposição atual no Brasil é a pior da nossa história republicana. Só pensa em destruir, ao invés de construir.

  2. Anderson Postado em 24/Sep/2012 às 22:37

    Uma vergonha, uma página tão destacada por denúncias e por um ótimo conteúdo político defender o ex presidente Lula, chefe e mandante do mensalão, que foi o maior descalabro da política nacional.

  3. Hggs Postado em 24/Sep/2012 às 23:17

    "Usinas e outros projetos governamentais são inviabilizados por movimentos indígenas e ecológicos, e o Brasil desemboca num apagão." Não me parece um desastre. Violar direitos humanos e descumprir leis para suprir as necessidades do capitalismo, em suma, um grande desastre. XinguVive

  4. Thiago Postado em 24/Sep/2012 às 23:18

    Eu não teria pena do país se o item 5 de fato ocorresse para a Copa. Tá tudo feito nas coxas mesmo com empreendimentos inicialmente caros e que estão com valores ainda mais altos.

  5. Luiz Fernando Postado em 25/Sep/2012 às 12:13

    Se disfarçam de cavaleiros do moralismo, inimigos da corrupção, mas é uma máscara que esconde caras de pessoas que lutam meramente por interesses pessoais e pelo zelo/recuperação de suas tão queridas posições na sociedade. É tudo sobre o status, posso dizer isso...

  6. Antonio Guimarães Postado em 03/Oct/2012 às 00:01

    Nenhum argumento derruba a verdade que dá início ao texto: as oposições não têm programa, não têm candidato. Só lhes resta o suposto mensalão que, em poucos anos, será esquecido. Os órfãos da direita entram em desespero.

  7. Ranier Postado em 03/Dec/2012 às 22:41

    Isto que acabo de ler deveria ser artigo de jornal impresso, de preferencia aqueles de baixo custo de aquisição e manipulação de massas. "dilma e lula brigam; brasil perde a copa do mundo; indio impede homem branco de ligar seus arcondicionados". o texto é todo destinado a noveleiros e "futimaniacos" e não à internautas com senso crítico. desonestidade intelectual como já citado nos comentários.Emir Sader, na rede tente pelo menos esconder suas pegadas, mostre-se apartidario porque desta forma vc não vai maniplar internauta algum, apenas fazer sucesso com fãs de lula e dilma, que alias tenho algumas críticas a seu governo...