Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2012 08/Sep/2012 às 20:29
3
Comentários

Eleição de Russomanno mobiliza Assembleia de Deus: 100 votos por pastor

Assembleia de Deus traça meta para eleger Celso Russomanno. O material de campanha produzido pela igreja inclui 1,2 milhão de cópias de uma carta - “Carta Aberta aos Cristãos”

russomanno assembleia deus igreja

Celso Russomanno em visita a Assembleia de Deus. Foto: divulgação

Assembleia de Deus Ministério em Santo Amaro, da zona sul, montou um comitê eleitoral informal em sua sede, imprimiu material de campanha e até estabeleceu meta de votos a ser atingida por seus pastores a fim de tentar eleger o candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno.

Nesta sexta-feira à noite são esperados milhares de fiéis para o “lançamento oficial da campanha” do candidato do PRB à Prefeitura paulista aos seguidores das 269 igrejas do pastor Marcos Galdino. Russomanno confirmou presença. “Ao término do culto, os pastores orientarão os fiéis a não apenas votar, mas conseguir votos para o nosso candidato”, diz o filho do líder da igreja e também pastor Renato Galdino, que se apresenta como coordenador político da congregação. Filiado ao PSDB de José Serra até a semana passada, ele oficializará nesta sexta-feira no culto com Russomanno sua filiação ao PRB. “O objetivo de cada pastor é trazer no mínimo cem votos para o Celso.”

Leia também

O Ministério em Santo Amaro tem 500 pastores para 82 mil fiéis. Outros 2,8 mil líderes religiosos, à frente de grupos de jovens, mulheres e idosos, foram convocados a unir-se ao exército de caçadores de votos. Russomanno já conta com o apoio da Igreja Universal, do bispo Edir Macedo, dono da TV Record, congregação ligada ao PRB. Ele lidera as pesquisas de intenção de voto. O apoio do Ministério em Santo Amaro a Russomanno foi intermediado pelo bispo Atílio Francisco, da Universal, candidato a vereador pelo PRB.

O material de campanha produzido pela igreja inclui 1,2 milhão de cópias de uma carta – “Carta Aberta aos Cristãos” – assinada pelo pastor Marcos Galdino, em que ele pede explicitamente voto para Russomanno. É acompanhada por outro impresso com “7 motivos para votar em Russomanno”, em que o pastor Renato usa sete provérbios bíblicos.

O material inclui 25 mil adesivos para carros e 269 cavaletes com a foto do pastor e de Russomanno, “um para cada igreja” de Marcos Galdino. A propaganda será veiculada no Jornal ADBrasil, com 50 mil exemplares distribuídos gratuitamente pelo Ministério em Santo Amaro, além da TV on-line, onde os pastores pedirão voto para o candidato do PRB. Os integrantes e fiéis da Igreja estão sendo orientados a fazer o mesmo nas redes sociais.

Na calçada

Fazer propaganda eleitoral em templos é proibido pela lei 9.504/97. “Mas nós não vamos distribuir o material dentro dos templos. Teremos uma equipe para fazer isso na porta das igrejas, ao fim de cada culto. E não existe nenhuma lei que proíba propaganda na calçada”, disse Renato. Para evitar problemas, o material está sendo doado por Marcos Galdino como pessoa física, com o uso de seu CPF e não do CNPJ da igreja.

Sobre o pedido de voto pelos pastores, Renato defende: “O pedido será feito pelos pastores como pessoa física. E os fiéis não são obrigados a concordar, entende?” A jurisprudência dos tribunais eleitorais tem demonstrado que o entendimento da Justiça é outro. “A Justiça tem entendido que nos templos qualquer ato ou fala com o objetivo explícito de obter votos para um candidato é proibido por lei”, afirma o advogado Alberto Rollo, especialista em legislação eleitoral.

Os Galdino alegam perseguição do prefeito Gilberto Kassab (PRB). Eles foram multados em R$ 10 mil por irregularidades no tamanho do luminoso com o nome da congregação na porta da igreja. A multa é de agosto. “O Russomanno veio aqui na igreja no dia 19. Dois dias depois, recebemos essa multa nova da Prefeitura. Você não acha isso perseguição?”, disse. “A verdade é que somos perseguidos.”

Russomanno diz que vai regularizar a situação de igrejas que, como o Ministério em Santo Amaro, são alvo de processos administrativos da Prefeitura. Outras duas seções da Assembleia de Deus anunciaram apoio a candidatos. O Ministério do Brás apoia Gabriel Chalita (PMDB). A Convenção Geral, que reúne o maior número de igrejas, pede votos para Serra.

Adriana Carranca. Informações: O Estado de S.Paulo.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Guilherme Postado em 09/Sep/2012 às 09:41

    Nojento. É o neocabrestismo. Agora coroné virou pastor...

  2. Leandro Coelho Postado em 10/Sep/2012 às 08:13

    É caro Guilherme, Calendário Maia é o cacete...isso aí é que é o apocalipse. Retrocesso inimaginável.

  3. Sidney Postado em 18/Oct/2012 às 14:28

    A Assembleia de Deus Santo Amaro, através dos srs.Galdinos (pastores) não deveriam apoiar nenhum partido no 1º turno, e nem agora no 2º turno. Convém porém que as ovelhas sejam orientadas, no intuito de analisar os dois candidatos que foram para o 2º turno na cidade de São Paulo. Falar por exemplo do partido que está sendo julgado "os tais mensaleiros", divulgar que o Sr. Haddad não se saiu bem como ministro da educação e por último qdo. quase distribuiu às escolas o tal do" KITY GAY", só não foi devido a interferência da Presidente D.Dilma. Portanto diante de tais fatos o povo de DEUS, fará seu julgamento e votará de acordo com as leis de DEUS., sem interferência de nenhum pastor,bispo apóstolo,missionário etc. (TEXTO BÍBLICO): DAI A CESAR O QUE É DE CESAR E A DEUS O QUE É DE DEUS. Essa é a minha opinião!