Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Homofobia 06/Sep/2012 às 15:27
18
Comentários

Beijo gay em programa eleitoral do PSOL gera repercussão e preconceito

Beijo homossexual em horário eleitoral do PSOL desperta polêmica. Editor de jornal afirmou que tem amigos gays e não tem nada contra ‘eles’, mas o ‘beijo gay é uma coisa asquerosa’

leonel camasão psol beijo gay

Leonel Camasão, candidato a prefeito, diz que partido manterá a veiculação da propaganda e acionará a justiça contra o jornal e o jornalista homofóbico. Foto: reprodução

Se na televisão brasileira o beijo gay ainda representa um tabu, o programa de um candidato a prefeito de Joinville, maior cidade de Santa Catarina, derrubou essa barreira em seu horário eleitoral. Mostrando um beijo entre dois homens, Leonel Camasão (Psol) marcou posição pelo respeito à diversidade e trouxe o assunto para o centro da campanha eleitoral, causando reação em setores conservadores da cidade.

“O Psol tem na cidade uma trajetória na questão LGBT, muitos filiados do partido participam do movimento. Como já existia essa peça publicitária, que foi utilizada na campanha do Plínio para presidente, em 2010, nós decidimos reaproveitar essa peça”, afirmou Camasão.

A veiculação do material nos pouco mais de dois minutos de programa do Psol ganhou projeção e não ficou restrita ao horário eleitoral. “Não esperava a repercussão que está tendo no momento, inclusive o ataque que a gente recebeu do Jornal da Cidade, um jornal local do município, o que ampliou ainda mais a repercussão do caso. Um ataque gratuito levou isso para outro patamar. estou surpreso, mas ao mesmo tempo estou feliz, porque mostrar o beijo gay no horário eleitoral é justamente para promover o debate e a gente está fazendo com que as pessoas parem pra pensa nessa questão”.

Leia também

O ataque a que o candidato do Psol se refere partiu do editor-chefe do jornal, João Franciso da Silva, em sua coluna no periódico. “Nojento aquele beijo gay exibido no programa eleitoral do Leonel Camasão, do PSOL. Tão asqueroso quanto alguém defecar em público ou assoar o nariz à mesa. Gostaria de saber qual a necessidade de exibir suas preferências sexuais em público? Para mim isso é tara, psicopatia. No mínimo falta de decoro. E a “figura” quer ser prefeito e se diz jornalista“, escreveu o editor.

Reagindo à publicação, Camasão e o Psol acionaram a Justiça contra o jornal e o jornalista em questão. “Já protocolamos o direito de resposta e ainda não teve uma decisão do juiz. Eu pessoalmente vou entrar contra o jornalista e contra o jornal por calúnia e difamação, porque ele não só faz a comparação mas me faz ofensas pessoais e também por dano moral por questionar minha formação de jornalista”, disse Camasão.

“Vamos esperar que a Justiça diga quem tem razão. Sou o editor do jornal , o beijo gay é uma coisa asquerosa. Não somos contra gay, não somos homofóbicos, mas se tivesse um sujeito cagando de porta aberta, um casal hétero fazendo sexo na sala da tua casa, o que tu ia achar?”, respondeu João Francisco da Silva .

Segundo o editor, seu posicionamento está de acordo com os valores defendidos por seu jornal. “Eu faço jornal pra um grupo social dominante, com valores dominantes, mas com aceitação das minorias sejam de cotas, de gays, de negros, mas tem que defender valores éticos, familiares, estéticos. (O beijo gay) fere meu senso estético. Eu tenho amigos gays, dois dos colunistas do jornal são gays assumidos, são meus amigos, agora aquilo ali vou combater o resto da minha vida. A Globo vem discutindo o beijo gay na novela há três anos e até hoje não colocou no ar. Por que será?”, questiona o jornalista.

Candidato manterá programa no ar

Não foram somente ataques e críticas que Camasão recebeu por veicular o beijo gay em seu programa eleitoral. Em carta, o deputado federal Jean Willis (Psol) manifestou apoiou à iniciativa de seu companheiro de partido. “Algumas pessoas podem ver isso como uma provocação – necessária – mas eu vejo, principalmente, como um ato pedagógico. Leonel teve a coragem de aproveitar os poucos segundos que ele tem na televisão para dizer aos habitantes de Joinville que ele vai governar para todos e todas, inclusive para as minorias historicamente injuriadas. Leonel teve a coragem de dizer que o governo dele vai ser inclusivo e que ele não vai aceitar qualquer forma de racismo, seja por gênero, cor da pele, sexualidade ou o que for”, escreveu o parlamentar.

O espírito da nossa campanha é diferente de verdade. A gente está trabalhando com temas polêmicos e com novas ideias para a cidade para estimular o debate, então a repercussão eleitoral disso nos votos ela foi analisada, mas não é o elemento principal. Nós não vamos tirar o comercial do ar como medo de perder votos. A gente sabe vai causar uma rejeição, principalmente numa parcela mais conservadora, mas estamos enfrentando a batalha de peito aberto, na expectativa de fazer o debate acontecer e trabalhar para que no futuro a gente tenha uma cidade menos conservadora, onde as pessoas tenham mais liberdade, possam ser felizes, não precisem ser apontadas ou xingadas no jornal por um simples ato de demonstração de afeto”, finalizou Camasão.

Assista ao vídeo abaixo:

Agências

Recomendados para você

Comentários

  1. Ewerton Sampaio Postado em 06/Sep/2012 às 15:49

    a forma como as pessoas repudiam os gays mostra a forma tensa e mal resolvida como alguns seres tratam a homossexualidade alheia. quase como um despertar de uma confusão mental, preferível que se deixe distante de si.

  2. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 06/Sep/2012 às 15:50

    Brasil: um lugar onde o beijo gay escandaliza, mobiliza jornalistas mais que uma greve de 3 meses de vários setores. Não acredito mais na nossa imprensa, até que se pronuncie e prove que não é vendida. ... ou seja, NUNCA.

  3. val Postado em 06/Sep/2012 às 16:50

    como pode um beijo tão rapidinho e inocente gerar tanto alvoroço! Esse editor-chefe que se diz "chocado" deve ser de marte! Todos os dias vemos beijos heteros infinitamente mais provocativos do que esse, na novela, na rua, nas escolas... tempestade em copo d'água. preconceito irracional.

  4. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 06/Sep/2012 às 17:59

    Adendo: duas mulheres se beijando pode. Sociedade hipócrita! Crescemos vendo uma mulher semi-nua na Tv lidando com crianças, somos bombardeados com nádegas em propaganda de cerveja, funk pornográfico, etc ... e o povo AGORA encrespa com os gays. Tudo invertido a ponto de dar "náusea social." Que preguiça desses tempos!

  5. Alana Postado em 07/Sep/2012 às 07:12

    Ewerton Sampaio, discordo. Novamente aquele velho e e erroneo pensamento que quem não concorda com a a homossexualidade é porque possui propensão para tal. Não sou de acordo com a prática homossexual, tenho meus princípios, mas também não irei tentar, a todo modo, mudar a acepção das pessoas em relação a isso. Tampouco discriminar alguém por causa disso. O ser humano é livre. Cada um faz suas escolhas, mas isso não impede de ter minha própria opinião.

  6. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 07/Sep/2012 às 12:28

    Vamos lá! Hipocrisia: s.f. Particularidade do que é hipócrita. Ação ou efeito de fingir, inventar ou dissimular. Característica daquilo que não é honesto. Vício que consiste em aparentar uma virtude ou um sentimento inexistente. Agora fatos: - Novela mostrando casais mantendo relação sexual e traição; - Reality show mostrando cenas abertas de nudismo e sexo; - Propagandas dos mais variados produtos usando a figura feminina de forma abusiva e o sexual; - Funk Carioca Pornográfico; - Propaganda de motel; - mil etc... .... e aí, UM BEIJO GAY DE SELINHO, é o TERROR nacional. Não estar a favor da prática homoafetiva é uma coisa, outra é mascarar o nome tabú por opinião. Já que há um ato reacionário contra esse vídeo, AS MESMAS PESSOAS QUE ESTÃO CONTRA, deveriam assinar incalsávelmente petições para que nossa TV pare de exibir qualquer tipo de beijo. Como diz os antigos: A mesma vara que bate em joãozinho bate em Maria.

  7. Edson Eugenio da Silva Postado em 07/Sep/2012 às 13:58

    rsrsrsr, temos que rir, um país que hoje é a sexta economia do mundo ainda ter pessoas com esse tipo de preocupação com um simples beijo, hipócritas!!!!!!!!!, abram suas mentes o mundo mudou é formado por todo tipo de pessoas, é isso aí candidato pões esses políticos meia-boca prá pensar, não somente no salário que vão receber que é a única coisa que eles pensam mas, também nos problemas socias que as pessaos enfrentam em nossa sociedade, princípalmente quando se trata das diferençãs.

  8. Daniel Postado em 10/Sep/2012 às 21:34

    engraçado é esse editor se considerar jornalista. Escreve um texto ofensivo, não tem o menor embasamento científico sobre sexualidade, mal sabe o que está escrevendo (como assim um beijo gay não é estético? Oi? Cadê o sentido?) e acha que merece liberdade de expressão. Isso não é liberdade de expressão, é liberdade de ofensa ao candidato, aos jornalistas em geral e aos homossexuais.

  9. mariejsc Postado em 11/Sep/2012 às 08:04

    Eu,não vejo a nescidade de beijo no horário politico seja gay ou não ate porque é um espaço destinado a proposta ou pelo menos deveria ser. Acredito que o ser humano já evoluiu bastante para entender que não tem nada a ver com as preferencia sexual das pessoas e respeito não é favor e sim uma obrigação. Acredito que o mundo seria bem melhor se cada um cuidasse da própria vida. Eu deixo uma pergunta no que a sexualidade do outro afeta a sua vida? O QUE ME INCOMODA É VER CRIANÇAS FORA DA ESCOLA, SE DROGANDO,SE PROSTITUINDO A CORRUPÇÃO EM TODAS AS ESFERAS, PESSOAS ABANDONADOS NOS CORREDORES DOS HOSPITAIS, AS UNIVERSIDADES TANTO TEMPO DE GREVE E O GOVERNO FINGINDO QUE NÃO TA VENDO. Gente vamos nos ocupar do que realmente importa os homossexuais pagam seus impostos, cumpre seus deveres e merecem nosso respeito.

  10. José de Anchieta Barbosa de Moura Postado em 11/Sep/2012 às 11:05

    Não basta as novelas e programas da grande mídia? Até este pequeno espaço, que deveria ser utilizado para discutir propostas, planos e metas de governo para um município, também este espaço para exibcionismo? Tem dó!

  11. Julio Cesar Postado em 12/Sep/2012 às 22:49

    Não vi nada de mais neste programa.

  12. Ira de Vila Isabel Postado em 13/Sep/2012 às 01:13

    Nem tudo está perdido, né não? (Tanta gente enfiando a mão em nosso bolso, desde sempre, e agora... um beijo incomoda tanta gente? Olha, que um elefante incomoda mto mais! É bom aguçar a memória e prestar atenção nos pilantras do passado. Isso, sim!)

  13. Carol Postado em 18/Sep/2012 às 14:40

    Se eu estivesse nessa cidade eu votaria nele! JÁ ESTÁ NA HORA DE ACABAR COM ESTA HIPOCRISIA NOJENTA!

  14. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 18/Sep/2012 às 20:31

    Não sou a favor de revoltas, nem acredito em revolução mas a paciência das pessoas homoafetivas está acabando. Veremos conflitos? Atos belicosos? Não sei. Nos EUA, já ocorre o que chamo "Movimento Talião". Muitos setores religiosos, a título de defensores do livre culto, estão fomentando ódio. Eu conheço o fruto do ódio e sinceramente? Não quero provar disso nunca mais. Disse bem a MarieJSC : "Acredito que o mundo seria bem melhor se cada um cuidasse da própria vida." Não encaro o vídeo como provocador, mas o contraponto religioso-moral, tem criado um monstro social que pode acordar a qualquer momento. Sejamos lúcidos.

  15. César Guerra Postado em 28/Oct/2012 às 07:17

    Não quero estar na sala e ter que explicar para minha filha pequena a falta de vergonha dessas pessoas. Nunca vi beijo assim entre homem e mulher em horário político. Sabem por que? Por que temos que respeitar a intimidade das pessoas e exibí-la assim é sim falta de respeito. Parabéns ao João Francisco. Falou tudo.

  16. Rafael Postado em 30/Dec/2012 às 22:45

    Enquanto se discute futilidades... Os políticos estão nos roubando. Aliás qual a importância tem a sexualidade alheia , num pais onde falta segurança, saúde, educação e agora até coleta seletiva de lixo! Lembro na minha época escolar onde a cólera era combatida devido a falta de saneamento basico, hoje o lixo tai nas ruas de cidades destaque ein! E a propaganda eleitoral virou teledramaturgia, as novelas mini-series, colunas, radio, internet são meios para se promover debates; propaganda eleitoral NÃO! Se o politico em questão quer apoiar os homosexuais, que mostre projetos de apoio, e não só galgar votos provocando o preconceito. Não tenho nada contra homosexuais, mas me encomodo quando vejo alguns querendo obrigar a todos a aceitarem afinal o que importa a opinião alheia? então não queira mudá-la; o preconceito sempre irá existir independente de leis. Sou deficiente fisico e tambem sofro preconceito, mas se sei que alguem tem preconceito nem quero contato; ela que vá se FUDER com o preconceito bem longe de mim!

  17. Jose Silva Postado em 26/Sep/2013 às 03:55

    Não acredito que fui um dos que assinaram a petição para criar o PSOL... Partido de maricas e sapatões!

  18. Nicolau Postado em 28/Oct/2014 às 09:50

    NO COMUNISMO OS PEDERASTAS VIADOS FORAM MORTOS COMO DEGENERADOS E LIXO CAPITALISTA!!!