Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Revista Veja 25/Sep/2012 às 14:23
11
Comentários

Jornalista da Veja revela ódio a Lula: 'ele morrerá sem saber o que é vergonha na cara'

A retórica agressiva está de volta à imprensa brasileira. O ex-presidente Lula passou a ser tratado por alguns meios de comunicação como criminoso

“SOMOS UM POVO HONRADO GOVERNADO POR LADRÕES”

Escrita por Carlos Lacerda, na Tribuna da Imprensa, a manchete acima desencadeou os acontecimentos que levaram ao suicídio de Getúlio Vargas. Tendo Lula como alvo, a retórica violenta está de volta aos meios de comunicação, como no texto de Augusto Nunes, que diz que o ex-presidente morrerá sem saber o que é ter vergonha na cara; afinal, retornamos aos anos 50? Quais serão as consequências?

augusto nunes veja lula vergonha

Jornalista de Veja Augusto Nunes. Foto: reprodução

Antes de se transformar no Augusto Nunes (foto) atual, caricatura do que um dia foi no passado, o Augusto Nunes original redigiu a autobiografia de Samuel Wainer, a partir de seus depoimentos. Intitulado “Minha razão de viver”, o livro narra as peripécias do jornalista que revolucionou a imprensa brasileira na década de 50, contando com o apoio do ex-presidente Getúlio Vargas para criar a sua Última Hora.

Getúlio incentivou o desenvolvimento de uma imprensa de cunho popular porque era o alvo preferencial daquilo que hoje chamam de PIG (Partido da Imprensa Golpista) – organização que, nos anos 50, era comandada por Carlos Lacerda, dono da Tribuna da Imprensa.

Leia mais

Em 2 de agosto de 1954, Lacerda publicou a mais ousada de suas manchetes: “Somos um povo honrado governado por ladrões”. Vinte e dois dias depois, após um atentado contra Lacerda que acirrou ainda mais os ânimos, Getúlio se matou com um tiro no peito.

Essa retórica agressiva está de volta à imprensa brasileira. O ex-presidente Lula passou a ser tratado por alguns meios de comunicação como criminoso, sobre quem paira a ameaça de um processo judicial, e seis partidos políticos redigiram uma nota condenando o golpismo da imprensa e comparando a situação atual à dos anos 50.

Em resposta, Augusto Nunes, de Veja.com, escreveu um artigo dizendo que a comparação entre Lula e Getúlio insulta a memória do presidente suicida, mas não é exagero comparar seu estilo ao de Lacerda. No texto, Nunes afirmou que Lula, ao contrário de Getúlio, morrerá sem saber o que é ter vergonha na cara.

Paradoxalmente, o biógrafo de Samuel Wainer se transformou num arremedo de Carlos Lacerda.

(Leia, aqui, texto de Alzira Alves de Abreu, publicado pelo CPDOC, da FGV, que fala sobre a relação entre Getúlio e a imprensa. E também o texto de Sérgio Domingues sobre o comportamento dos meios de comunicação até o golpe de 1964)

Brasil 247

Recomendados para você

Comentários

  1. Leandro Coelho Postado em 25/Sep/2012 às 17:51

    Eu não perco meu tempo lendo uma m... desta.

  2. Bia Chaves Postado em 25/Sep/2012 às 23:22

    duvido mto que vc tenha entrado aqui só pra dar este comentário

  3. Henrique Postado em 26/Sep/2012 às 20:18

    Eis aí um dos integrantes do COITO DE BANDIDOS.

  4. Dasilva Postado em 26/Sep/2012 às 21:57

    REGULA, DILMA.

  5. Frico Postado em 27/Sep/2012 às 19:03

    Defender o Getúlio também não dá, né? O cara fez coisas importantes, mas foi um ditador que autorizou a tortura de vários, inclusive a deportação de Olga Benário pra Alemanha nazista...

  6. Cidadão indignado Postado em 23/Nov/2012 às 13:08

    Esse é um cidadão de péssima qualidade !! Qualquer um que é contrário às suas opiniões direitista é sistematicamente xingado com palavras de baixo calão por este ser. É bem típico da reviste que ele trabalha, a tal de Veja. Sujeitinho insignificante e canalha, este. Além disso é covarde, pois adultera as opiniões e mostra sua grosseria fora do contexto. Não sei como um elemento desses pode ser chamado de jornalista...

  7. sergio Postado em 06/Dec/2012 às 21:17

    Ué, tem jornalista na Veja ? Achei que só tinha canalhas como a figura aí ? Lava a boca para falar de Lujla seu ninguém.

  8. Ismael Postado em 18/Dec/2012 às 19:15

    É um revistinha que eu não ousaria nem limpar-me com ela por medo de contaminação ódio-radioativa. Mas como sabemos a história não perdoa os canalhas e não será diferente, se mantivermos a memória, com esses bandidos travestidos de "jornalistas" que para destilar paixões ultradireitistas inventam "sem-vergonhiçes" para os outros por completa falta de vergonha em si! A Veja, a Abril, a Globo, a Folha, o Estado de S. Paulo entraram para a história como a maior organização criminosa, disfarçada de imprensa, da história do Brasil. E ao assumir o papel d de oposição política clara ao governo petista, jogaram na lama o direito de liberdade de expressão isenta porque imprensa que se respeita não toma partido - ainda mais dos piores partidos!

  9. Baltazar Postado em 08/Aug/2013 às 13:52

    “Somos um povo honrado governado por ladrões”. Só desde hoje? Mesmo na época que ele defende os bons políticos alguma merda estava acontecendo ou então... Pelo tamanho da nação... Já estaríamos muito bem financeiramente, com uma educação 100% e outros bichos mais, obrigado!