Luis Soares
Colunista
Compartilhar
América Latina 24/Aug/2012 às 00:41
2
Comentários

Rede Globo manipula imagens e tenta difamar campanha de Chávez

A provável reeleição de Hugo Chávez incomoda a Rede Globo, que não esconde sua preferência pelo candidato da oposição, Capriles. O atual presidente lidera todas as pesquisas com margem superior a 20%

chávez campanha difama globo

Chávez participa ativamente da campanha mostrando vigor e boa-disposição. Foto: divulgação

A Rede Globo mostra, mais uma vez, que está longe de praticar o jornalismo objetivo e isento que tanto gosta de dizer é seu eixo central nas reportagens. Prova disso é a matéria veiculada nesta quinta-feira (23) pelo jornal “Bom Dia Brasil” sobre a campanha de Chávez.

Com o título “Chávez usa santinhos modernos para conquistar jovens eleitores” (na versão online), a repórter Delis Ortiz induz o telespectador a acreditar que a campanha oficial de Hugo Chávez está criando santinhos com imagens manipuladas para passar uma imagem jovial e iludir os eleitores, atraindo os votos dos jovens, omitindo uma suposta “morte iminente” do comandante Chávez devido ao câncer. E chega a dizer:

“Hugo Chávez tenta vender a imagem de um líder que personifica mudança; mas está no poder há 14 anos. Quer aparentar a metade dos quase 60 anos que tem. O candidato desenhado esconde o homem debilitado e doente que tenta a terceira reeleição, tendo que encarar um adversário nem um pouco raquítico. Henrique Caprilles tem 40 anos, agita a campanha com vigor físico, fazendo caminhadas, comícios pelo interior. Vende com a própria imagem a encarnação do novo, que Chávez tanto queria ser.”

Leia mais

Ora, primeiro que quem fez os santinhos foi um coletivo de jovens (chamado Miranda es Otro Beta), que apóia Chávez, e não sua campanha oficial.

Segundo que dizer que Chávez é um “homem debilitado e doente”, não condiz em nada com Chávez hoje. Basta ver você mesmo as notícias, os vídeos e as fotos de sua campanha: www.chavez.org.ve . Ou seja, trata-se, mais uma vez, de difamação e mentira para favorecer a campanha dos conservadores, de Capriles, que a Globo defende.

chávez campanha globo venezuela

Imagem: reprodução

E dizer que Chávez quer ser Capriles? Ora, tudo (e não só a imagem) na política os distancia e isso o povo venezuelano sabe e evidencia nas pesquisas de opinião que apontam a vitória clara do comandante.

Gostaríamos de saber da repórter, de seus editores e da família Marinho: isso é o jornalismo isento e ágil que vocês pregam nos “Princípios editoriais das Organizações Globo“? Lendo este trecho, escrito por vocês mesmos, já sabemos a resposta: “Pratica jornalismo todo veículo cujo propósito central seja conhecer, produzir conhecimento, informar. O veículo cujo objetivo central seja convencer, atrair adeptos, defender uma causa faz propaganda. Um está na órbita do conhecimento; o outro, da luta político-ideológica.”

Blog Brasil e Vermelho

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcel Postado em 24/Aug/2012 às 10:41

    Não gosto do jornalismo da globo. Mas pera ae.. Acreditar em um ditador que não larga o osso, manipula eliçoes, persegue adversários e jornalista. Estatiza empresas privadas, faz acordos e não cumpre (inclusive com o Brasil que já sofreu muito prejuízo com acordos petrolíferos com esse crápula), e mais.... Um país onde so há canal estatal...vcs querem que eu acredite em um página oficial de um cara desse? kkkkkkkkkkkkkkk.... muito boa a piada.... os jornalistas e assessores que trabalham para o Chávez poderia dar aula de manipulação informativa aos imbecis da rede globo

  2. Gustavo S Postado em 24/Aug/2012 às 11:04

    Marcel não consegue provar nada do que diz. As eleições venezuelanas são fiscalizadas pela comunidade internacional e organização das nações unidas. Todas as eleições de Chávez foram consideradas legais e democráticas. Ilegal mesmo só o golpe que ele sofreu, orquestrado pela imprensa e que quase tirou sua vida e o tirou do poder. É muito fácil afirmar que não gosta do jornalismo globo, quando na prática age exatamente como a globo, corroborando com tudo que lhe é enfiado goela abaixo pela globo. Eu sou contra a reeleição por mais de duas vezes, acho que duas vezes de 4 anos é tempo o bastante, como aqui no Brasil. Isso é o que prega a constituição federal brasileira. Mas se a constituição na Venezuela permite a reeleição por inúmeras vezes, também respeito a soberania e a constituição daquele país. Marcel, é preciso se informar mais antes de repetir as baboseiras da Globo. Segundo a ONU, a Venezuela é o país menos desigual da América Latina. Mas nem você e nem a Globo querem saber disso, certo? Que seja, importa mesmo é que o povo venezuelano quer.