Redação Pragmatismo
Compartilhar
Palestina 12/Aug/2012 às 14:43
52
Comentários

Fósforo branco: crianças palestinas são queimadas vivas por Israel em Gaza

Conflito: As Crianças de Gaza e as Bombas de Fósforo Branco

As crianças são as maiores vitimas do ataque com bombas de fósforo branco, na faixa de Gaza.O fósforo branco é usado regularmente para a fabricação de fogos de artifício e bombas de fumaça para camuflar movimentos de tropas, em operações militares. A sua utilização como componente de armas químicas é proibida pelas Convenções de Genebra e especialmente pela Convenção sobre Armas Químicas, reafirmando os termos do Protocolo de Genebra de 1925, que proíbe o uso de armas químicas e biológicas.

bomba fósforo branco gaza

Bombas, munição de artilharia e morteiros, quando contêm fósforo, explodem em flocos inflamáveis, mediante impacto. São artefatos incendiários e causam queimaduras terríveis, podendo mesmo ser letais.É legal o uso de fósforo branco como componente de foguetes de iluminação e bombas de fumaça, e a Convenção sobre Armas Químicas (CWC) não o inclui na lista de armas químicas.O fósforo foi usado pelos exércitos desde a Primeira Guerra Mundial. Durante a Segunda Guerra, na Guerra do Vietnam e recentemente por Israel na Operação Chumbo Fundido . Os Estados Unidos e a Grã-Bretanha também já utilizaram munições com fósforo.

Nas últimas décadas, porém, a tendência é o banimento do seu uso, contra qualquer alvo, civil ou militar, em razão dos severos danos causados pela substância e os especialistas acreditam que o fósforo deveria ser mesmo incluído entre as armas químicas, pois queima e ataca o sistema respiratório.Uma exposição prolongada, sob qualquer forma, pode ser fatal.

Leia mais

Segundo a GlobalSecurity.org, citada pelo The Guardian, “Fósforo branco resulta em lesões dolorosas por queimadura química”. Partículas incandescentes de fósforo branco, resultantes da explosão inicial de uma bomba de fósforo, podem produzir extensas, dolorosas e profundas queimaduras (de segundo e terceiro graus). Queimaduras por fósforo carregam um maior risco de mortalidade do que outras formas de queimaduras devido à absorção de fósforo pelo organismo, através da área queimada, resultando em danos ao fígado, coração, rins e, em alguns casos, falência múltipla de órgãos.

Além disso, essas armas são particularmente insidiosas porque o fósforo branco continua a queimar, a não ser em ambiente privado de oxigênio, até que seja completamente consumido, de forma que as pessoas atingidas, ainda que mergulhem na água, continuarão a queimar ao emergirem para respirar.

Durante a incursão israelita na Faixa de Gaza em dez 2008 a jan 2009, grupos humanitários estimam que cerca de 1.000 crianças foram feridas e 300 foram mortas.

A realidade das crianças palestinas de hoje está em ver seus pais e seus irmãos sendo mortos, suas casas sendo derrubadas, suas escolas bombardeadas.

Para piorar, Israel impõe um bloqueio econômico sobre a nação, gerando mais desespero e miséria para os palestinos.
Diante desse cenário absurdo, muitas crianças deixam de fazer o que faz a maioria das crianças: sonhar.

Helder Leite e Doc Verdade

Recomendados para você

Comentários

  1. Evaristo Postado em 12/Aug/2012 às 21:44

    E tudo isso com apoio dos Estados Unidos, da Rede Globo, da Veja, Folha de São Paulo e do Estado de São Paulo que só publicam os que os esteites mandam. Lamentável, porque o Conselho de Segurança da ONU não protege os palestinos como protegeram os mercenários líbios?

    • claudio mello Postado em 29/Jul/2014 às 00:27

      Lembrem-se que existem crianças, mulheres e idosos nos dois lados daquele conflito. Também sei que não é o foco, mas reflitam no Brasil, na África, na América Central etc, morrem milhares daqueles todos os dias e por motivos que todos nós creditamos saber. E não é por isso que se vimos passeatas e manifestações cotidianas a respeito, e sabemos que cada um de nós também já tem própria posição para isso, talvez até a de que seja culpa daquele velho jogo de interesses. Mas aí que está a questão, a busca constante e incansável de provar quem é o culpado pelo conflito. Releiam as diversas opiniões sobre o tema, e percebam que o ódio e a intolerância vigoram em grande parte delas, então imaginem como andam os ânimos lá no teatro daquela guerra, no qual por infeliz coincidência, também é o lar de ambas as famílias. Cada lado tenta a todo custo expor sua verdade histórica, única e absoluta. Creiam que a solução está entre os homens, afinal, o que diz a íntima "religião" de cada um de nós e, até que ponto os grandes líderes religiosos, políticos e formadores opinião irão suportar tamanho descaso e peso na consciência. Nada é para sempre, nem os mais graves problemas da humanidade. Lembrem-se que numa guerra, a primeira vítima é a verdade. Desculpem pela simplicidade do palavreado, mas percebo em muitos a nítida sensação de que a solução definitiva já está passando da ou da hora de acontecer, ainda que que viesse de um terceiro interveniente elemento. Num dia de finados, um cidadão ajeitava as flores no túmulo do parente querido, quando surge um outro ser que coloca um pequeno prato de arroz cozido no túmulo ao lado. Eis que ironicamente o primeiro vivente indagou ao segundo cidadão: me diga criatura, em que dia voce acha que o seu morto virá comer este saboroso prato de arroz? E o segundo lhe respondeu em baixo tom: no mesmo dia em que o seu morto vier cheirar as suas lindas flores!

    • Luiz Guima Postado em 05/Aug/2014 às 00:37

      Ei ! esta foto é da Síria !

  2. Henrique Postado em 12/Aug/2012 às 21:51

    Em janeiro de 2010,, a BBC divulgou uma matéria onde o governo israelense admitia a utilização de fósforo branco no bombardeio de um bairro residencial na cidade de Gaza. Os Estados Unidos admitiram, em 2005, ter usado armas deste tipo, mas rejeitaram a acusação de que o tenham feito sobre civis. A substância voltou a ser usada para bombardear o bairro de Tel El Hawa, no dia 15 de janeiro de 2009, durante a ofensiva israelense à Faixa de Gaza. Esta é a primeira vez que Israel admite a utilização de fósforo branco, armamento proibido pelas leis internacionais, contra civis na Faixa de Gaza. A comissão de investigação da ONU, dirigida pelo jurista sul-africano Richard Goldstone, acusou Israel de cometer crimes de guerra e crimes contra a humanidade na Faixa de Gaza e exigiu que o governo israelense investigue a atuação de suas tropas durante a ofensiva realizada em 2009 Antes do envio do documento à ONU, a versão do Exército israelense era de que o fósforo branco teria sido utilizado apenas para fins de "dificultar a visibilidade das tropas pelo inimigo" e não diretamente contra civis. No caso mencionado no relatório do Exército israelense, projéteis com fósforo branco atingiram a sede da Agencia de Refugiados da ONU (UNRWA) na cidade de Gaza, deixando vários civis feridos e provocando um incêndio no local. Segundo porta-vozes militares "o documento enviado à ONU demonstra que o Exército israelense não tem o que esconder". ... Parece que para Israel, tudo pode!

  3. António Manuel Postado em 12/Aug/2012 às 23:56

    Claro que Israel pode fazer tudo o que lhe der na gana. São eles que mandam no mundo, nunca cumpriram uma resolução da ONU que lhes seja desfavorável. Sadam Hussein morreu e o Iraque foi invadido com a desculpa de não cumprir uma resolução dessas. Todos os territórios da Palestina estão ocupados por Israel contra as determinações da ONU. A cidade de Ebron na cisjordânea está quase toda ocupada com tropas e colonatos judaicos e a parte que não está ocupada nas ruas principais estão vedadas aos palestinianos, o que os fez abandonar a cidade e hoje é quase uma cidade deserta. Aliás, essa é a estratégia de Israel para todo o território da Palestina. Mais tarde ou mais cedo, os palestinianos vão sair da sua terra e então Israel já pode dizer que toda aquela zona de território lhe pertence. Eles fugiram cobardemente há dois mil anos e agora dizem que é a sua terra prometida por serem o povo eleito por Deus. Para além de serem eles que mandam no mundo, incluindo os Estados Unidos, são eles que estão por detrásde todas as guerras. Quando as populações do mundo começam a ser-lhes desfavoráveis, são passados em todos os midia, filmes e documentários sobre o holocausto, que agora utilizam como arma.

    • Halter Maia Postado em 12/Jul/2014 às 12:18

      Chegaremos algum dia a ponderar se Hitler teria estado correto ao cometer a ignominia do Holocausto ?

      • Sean ormiston Postado em 16/Jul/2014 às 19:10

        Não, cara, não vai chegar este dia. Pensa melhor antes que falar besteira, como vc sentisse falta duma massacre de 11 milhões de pessoas...porra.....

      • Luis Felipe Postado em 20/Jul/2014 às 00:57

        Sean, o que Hitler fez com o povo judeu não tem defesa. Assim como o que Israel faz com o povo palestino não possa ter.

      • Manuel Postado em 27/Jul/2014 às 12:59

        O nazisionismo utiliza as mesmas praticas em contra do povo Palestino

      • sergio Postado em 30/Jul/2014 às 11:28

        é meu amigo.. o que este estado terrorista faz hoje com Gaza responde a sua pergunta.

      • Hermes Azevedo Postado em 01/Aug/2014 às 06:24

        Se os movimentos civis israelenses não pressionarem benjamin netanyahu para parar com isso, é isso mesmo que irá acontecer, estou vendo perigosamente o movimento nazista se fortalecendo e o anti-sionismo também, pessoas que eram totalmente sensibilizados com as mortes de judeus na segunda guerra, refletindo agora diferentemente .......e agora com um motivo forte. Espero que o bom senso acabe logo com a irracionalidade do que hoje acontece em Gaza.

  4. Rita Lopes Postado em 13/Aug/2012 às 01:19

    Que covardia!

  5. Emerson Postado em 13/Aug/2012 às 10:53

    Esse anti-semitismo se alastrando pelo mundo em favor de governos árabes ditatoriais é uma grande preocupação. Só se fala dos crimes de guerra de Israel, como se o Hamás fosse santo. Fiquem sabendo que o próprio Hamás coloca crianças como escudos humanos nas suas guerras sujas contra Israel. Antes de Israel atacar a Faixa de Gaza em 2009, os ocupantes desta área lançavam mísseis contra alvos civis de Israel. Tem mais: Irã, Síria e o Hamás (olha ele aí de novo) não reconhecem o Estado de Israel e mantêm em seus estatutos o extermínio de todos os israelenses e todos os cristãos que não aceitam Maomé. Israel tem crimes de guerra? Sim, e os culpados devem ser punidos, mas a imprensa suja do Brasil e do mundo, juntamente com a ONU, sempre coloca os terroristas árabes como santos. Não, eu não sou judeu, não tenho nenhuma ligação com o Estado de Israel. Mas me recuso a participar desse movimento tolo da esquerda de boutique, que adora falar mal de capitalismo, adora um anti-semitismo, mas que vive do bom e do melhor aqui no Brasil e levanta o vidro do carro qdo um mendigo pede ajuda. Parem de hipocrisia e comecem a agir feito homens* de verdade! * no sentido de humanidade.

    • Ahmed Tulio Postado em 15/Jan/2014 às 18:11

      Vai estudar, seu atrasado, vc e mais um dos cegos!!!? A midia conseguio sujar tua mente tambem?.

    • nur nahid Postado em 12/Jul/2014 às 10:45

      Perfeito Emerson ninguem mais é bobo de cair nestes discursos arrumadinhos. Vai levar bomba na cabeça de terrorista para ver o que é bom para tosse

    • Luis Felipe Postado em 20/Jul/2014 às 01:00

      Ta, mas lembra que o Inimigo de Israel é o Hamas e não o povo palestino. Quem ta morrendo nesses ataques é o que menos tem culpa. São os Palestinos que passam fome devido ao bloqueio israelense, são os Palestinos que levam bomba na cabeça. Israel faz o mesmo que Hitler fez com os Judeus, só que de forma mais lenta.

    • Rodrigo Postado em 28/Jul/2014 às 12:02

      Antissemita é você, além de ignorante, pois os palestinos são semitas. E mentiroso sem vergonha e honra, porque não há desgraça nenhuma de estatuto no Irã e Síria dizendo sobre extermínio de Israelenses e cristãos, e a Palestina tem muitos cristãos. Como que Israel iria fazer pra desviar o Fósforo Branco das crianças então, nazista? Com a Cabala? Quando os europeus finalmente retomaram as regiões ibéricas sob poderio muçulmano e o povo de Al-Andalus foi embora, foram embora com eles judeus e cristãos ortodoxo-orientais, nestorianos, monofisistas, etc., por ali serem aceitos em paz, o que não ocorria na europa “judaico-cristã”. A região da Palestina abrigara muitos cristãos, e também judeus fugidos de perseguições antissemitas, por séculos. O Estado de Israel pratica xenofobia para com judeus oriundos do Irã, Iêmen e Etiópia. Migrantes destes povos vivem apartados, e destes últimos, o Estado procedera com esterelizações, na base de chantagem, engodo e até à força. Houvera uma organização judaica, a “Tropa X”, de resistência ao nazismo, que organizara atos terroristas na Alemanha. O conhecido Levante do Gueto de Varsóvia, foi um levante armado A Haganá foi uma organização judaica que promovia ataques terroristas contra ingleses, incluindo civis, durante o Mandato Britânico na palestina. Chegara a ser protegida por palestinos do vilarejo de Huj, que lhes escondiam, na década de 20 contra a investida do exército inglês. Após, ela se torna a Etzel (Organização Militar Nacional na Terra de Israel) , que passa a promover atos terroristas e chacinas contra árabes. Promovera massacres de árabes como o Massacre de Balad al-Shaykh e o de Deir Yassim, na luta por expulsar o povo nativo durante a criação do Estado de Israel, lhes encurralando em Gaza. Judeus participaram de levantes armados contra a dominação helênica de Antíoco IV e V na primeira metade do século II d.C. Contra a Roma de Vespasiano, de 66-73, quando o general Tito promovera uma chacina. Em 115 e 117 na Guerra de Kitos, contra a Roma de Trajano, massacrados pelo general Lúsio Quieto, e em 130-135, contra a Roma de Adriano, massacrados pelo General Julio Severo. Então, o papo de justificar genocídio pelos palestinos estarem resistindo, é o maior cinismo perverso concebível. SEU PORCO! COVARDE

      • ORIPE Postado em 31/Jul/2014 às 09:05

        Não só os Palestinos são Semitas,mas ambos são Semitas,Palestinos x israelitas.pois :O termo semita tem como principal designação o conjunto linguístico composto por uma família de vários povos, entre os quais se destacam os árabes e hebreus,este ultimo caso leia na íntegra verá que os judeus também vieram deles (hebreus): O nome "hebreus" vem do hebraico "Ivrim", que significa "descendentes de Héber". O livro de Gênesis, capítulo 10, a partir do versículo 21 diz que Noé gerou a Sem; este gerou a Arfaxade, que gerou Salá, que gerou HÉBER; este gerou a Pelegue, que gerou Reú, que gerou Serugue, que gerou Naor, que gerou Tera, que então gerou a Abrão que gerou a Ismael e a Isaque,este segundo gerou a gerou a Jacó que gerou os 12 patriarcas que deram origem as 12 tribos de Israel. Abrão (que significa "pai exaltado, mais tarde tendo seu nome mudado pra Abraão, que significa "pai de muitas nações), sendo este considerado o patriarca do povo de Israel. Note que é certo q haja excessos por parte de Israel, vindo de alguns soldados ,mas Este não pode parar de se defender senão o mesmo será extinguido. E vc não faria o mesmo em se defender?

    • jander arruda Postado em 03/Aug/2014 às 21:48

      parabéns meu amigo! se todos enxergassem a verdade que nem nem vc, tudo seria diferente.

    • olimpio Postado em 15/Sep/2015 às 10:00

      Concordo plenamente. Essa esquerda doente é a personificação da hipocrisia. Por isso que Winston churchill disse. A desvantagem do capitalismo é a desigual distribuição das riquezas; a vantagem do socialismo é a igual distribuição das misérias.

  6. Henrique Postado em 13/Aug/2012 às 12:21

    Outra 'coisa' estranha: O Irã tem um programa nuclear que provoca suspeitas nos Estados Unidos . Israel tem bomba atômica, o que não provoca suspeitas nos Estados Unidos. O fósforo branco também não provoca nada nos Estados Unidos. O que faz a 'arcaica' ONU?

    • Pedro Postado em 11/Sep/2013 às 23:50

      Diferentemente do Irã; Israel, Índia, Paquistão entre outros países que tem bomba atômica jamais declararam o extermínio completo de algum povo por qualquer motivo que seja. E quando utilizado, o fósforo branco ainda era permitido pelo código internacional de guerra. É importante ressaltar que após esses incidentes, Israel já baniu o seu uso em qualquer tipo de arma.

  7. silvina teixeira Postado em 13/Aug/2012 às 12:22

    Há atitudes do que não merecem comentários por tão REPUGNANTES que são. Mas deixo cá um apelo, mesmo que não seja lido. .

  8. Natália Postado em 13/Aug/2012 às 14:22

    Não tem santo nenhum em guerra, amigos. A única pergunta q não cala é: o que está sendo feito?

  9. Michel Postado em 13/Aug/2012 às 17:17

    Calma aêêê povo !! A faca tem duas lâminas e Israel vive em constante estado de guerra e é atacado e ameaçado por todos os paises Arabes depois de mais de 60 anos.

  10. Lee Cheng Postado em 13/Aug/2012 às 23:18

    Imaginava que o tão famigerado armagedon ainda iria acontecer. Entretanto, vejo que as pesquisas e os seus testes em seres humanos continuam e não são diferentes da época da II GUERRA MUNDIAL, ONDE OS NAZISTAS, SEGUNDO OS ALIADOS COMETIAM VERDADEIROS CRIMES DE GUERRA. E HOJE, SABEMOS E COM GRANDE TRISTEZA QUE AS TÉCNICAS DE MASSACRE HUMANO FORAM APERFEIÇOADAS. Senhores, a única coisa que é capaz de frear essas atrocidades, em qualquer lugar do planeta, não sejamos hipocritas, é uma ameaça vinda de fora da terra. A diferença entre a crueldade das nações atrasadas e a crueldade das nações avançadas está no método cientifico, onde o dolo é maior.

  11. isaque Postado em 19/Aug/2012 às 22:38

    quem somos nos pra falar o brasil, também quase dizimou a população do Paraguai, mas como não tinha internet nessa epoca...

  12. Zeca Postado em 21/Aug/2012 às 15:31

    vocês condenam Israel por este simples capítulo da guerra do qual o mesmo está preso a anos e anos? não se pode julgar um livro lendo uma simples linha dele, você tem que ler a história desde o começo para poder julga-lo , estes conflitos no oriente médio está tão antigo e com tantas versões que fica impossível dizer quem está certo ou errado e é bom lembrar que atos covardes todos os lados já fizeram.

    • samya Postado em 20/Jul/2014 às 20:40

      Cara, te retrata! Não me darei ao trabalho de digitar um texto te ensinando história, e muito menos como os palestinos vivem. Se é pra falar besteira é melhor calar a boca! Não tem nada de engraçado o número bem desigual de mortos!

  13. E.Coelho Postado em 05/Sep/2012 às 04:31

    Todas as guerras são injustas para todos os seres que em nada contribuíram para que elas acontecessem: as crianças. elas são sempre as maiores vítimas, quer seja de um dos lados da barricada quer seja do outro. Mas...o Estado de Israel é assim tão mau? Dá emprego a centenas de palestinianos, nos hospitais há médicos e pesquisadores de todas as nacionalidades, incluindo palestinianos...não sei até que ponto se pode condenar apenas um dos lados, neste caso Israel, sem se saber a tantos quilómetros de distância se as fotos são montagens, às quais se dão interpretações sem saber de que lado da barricada estão as pessoas nelas representadas. O que tem sido demonstrado ao longo das décadas é que fotos destas contribuem para a campanha anti-semita, o que satisfaz os propósitos de organizações como a Al-Qaeda. Alguém já pensou nisso? Aliás, parece que há pessoas que se preocupam mais em disseminar este tipo de propaganda do que criticar os atentados que tantas vidas custaram não só nos States como também noutros países.

  14. Rogerio Postado em 17/Sep/2012 às 01:57

    Há o combate palestino? Sim, há. Mas pq o combate palestino é chamado terrorismo e os ataques das tropas israelenses são chamados incursão ou ação militar? O chamado "terrorismo" palestino nada mais é do que a única forma que eles tem de reagir a tudo isso. Por acaso o que vemos nessas fotos não foi um ato de terrorismo?

  15. Paulo Galliac Postado em 19/Sep/2012 às 22:34

    Agora á foto é montagem? Que alienação de gente desinformada ou mal informada e imbecil. Focada na mesma mídia parcial de meias verdades, para não dizer mentiras absurdas e completas. Quer vídeos? Melhor vejam documentários sobre o que de fato acontece. Vejam os seguintes documentários e depois venham aqui querer discutir melhor: Ocupação 101 A Voz da Maioria Silenciada, A Guerra Que Você Não Vê (The War You Don't See) de John Pilger e A Palestina Continua Sendo A Questão (Palestine Is Still The Issue) também de John Pilger. Aqui tem o endereço do site dos próprios documentários de John Pilger e é de graça a maioria só que em inglês. Mas acha fácil se tiver interesse mesmo em português até no Youtube. http://johnpilger.com/ http://johnpilger.com/videos É este tipo de mentalidade fecal que colabora, para que novos Holocaustos como Srebrenica aconteçam no mundo. A crítica é para com o sofrimento de outros e nada tem haver com posição política e é um típico argumento falacioso e de gente indiferente e radical. E vêm ainda estúpidos que acham que aqui têm gente anti-semita em função de uma matéria criticando o governo de Israel. Nos documentários temos judeus inclusive israelenses criticando o sionismo, temos vozes de britânicos, australianos, estadunidenses criticando isto. Não estou aqui para por rótulo em povos e nações e sim governos independente de qualquer bandeira ideológica, que abusam de poder onde no caso os palestinos que não tem nenhum poder de defesa sobre seus destinos. Desafio: Se os palestinos vivem bem como alguns ou idiotas ou pessoas de má fé postaram, que vão morar lá com eles.

  16. Hilário Postado em 31/Oct/2012 às 22:58

    Quando vamos parar de pensar tanto em estratégias e pensar mais no ser humano? Quando será que os líderes do mundo vão descer do pedestal e ceder um pouco, um de cada lado? Acho que nunca. Quando a turma do Bin Laden matou os africanos (ao atacar as embaixadas) e derrubou os prédios dos EUA ouvia o povo dizer que eles mereciam aquilo, mas quem eram eles? Aquelas pessoas eram realmente os "culpados"? Matar alguns brutalmente pra aterrorizar os outros é uma estratégia básica de qualquer exército. Mas tá pra lá de Bagdá. Acho que devemos pensar mais em nós como seres humanos do que como nação, povo, etc. Até por que hoje o ser humano era pra estar mais evoluído, mas pelo que se vê só as tecnologias evoluem e elas não são o ser humano, apenas deveriam ser as ferramentas pra facilitar a vida e pra aumentar os conhecimentos e possibilidades de expansão. Esta é uma oportunidade pra disseminar essa idéia. E isso se começa por nós mesmos. Todos querem o poder pra destruir o outro. Não adianta ficar dizendo que este tem de perder o poder ou que aquele tem de ter liberdade pra construir bomba atômica. Todos querem a mesma coisa. O pior é que o povo é que se dá mal. Não precisavam as coisas estarem assim se pensássemos mais

  17. Hilário Postado em 31/Oct/2012 às 23:02

    em nossa humanidade.

  18. ana pop Postado em 16/Nov/2012 às 18:41

    Daqui a pouco começam os atentados suicidas em represália... Estão matando crianças por que? Por causa de uns rojões que jogaram em Tel Aviv e que não atingiram nada? Entendo o direito de Israel existir, mas a ONU já deixou claro que os Palestinos também têm direito a um estado próprio. Além disso, Israel não democracia! Nunca deram conta de ter uma Constituição escrita por causa do alto rabinato, têm um símbolo religioso na bandeira (cadê o estado laico democrático??) e o Netanyahu dissolveu o parlamento há pouco tempo.Aliás,Netanyahu é quase que um rei! Deve estar no poder há uns 10 anos, pelo menos.

  19. EU. REVOLTADA COM ESTE POVO INFELIZ Postado em 17/Nov/2012 às 19:30

    GENTE O QUE O MUNDO ESTÁ ESPERANDO, ACABA COM ESTES INFELIZES. QUE FAZEM ISTO EM NOME DE DEUS, NA VERDADE FAZEM EM NOME DA POLÍTICA. IGNORANTES, MONSTROS........ O MUNDO TEM QUE JUNTAR E MATARRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR ESTES MONSTROS, QUE ACABAM COM CRIANÇAS, JOVENS E MULHERES...... COVARDES.....................................................

  20. Joaquim Dias Postado em 18/Nov/2012 às 11:42

    O estados unidos USA as discordância entre os Povos para simular que esta ajudando a conquistar a Liberdade e com isso mantem e atividade sua Industria bélica.

  21. Alexandre Postado em 20/Nov/2012 às 02:30

    Querendo ser critico, que iniciou este conflito foi o Deus de Abraão, prometendo um terra já habitada, isto é Canaa, hoje Palestina. um estudo http://www.estudosdabiblia.net/jbd057.htm Sobre assassinatos : ler Numeros 31 Agora, pois, matai todo o homem entre as crianças, e matai toda a mulher que conheceu algum homem, deitando-se com ele. Porém, todas as meninas que não conheceram algum homem, deitando-se com ele, deixai-as viver para vós.

  22. JANDER ARRUDA Postado em 30/Nov/2012 às 11:45

    Fico pensando! será que é intenção de Israel atingir crianças? seria pura crueldade! pode ter certesa que não! Israel é constantemente atacado por seus inimigos do ramás, eles sim são culpados por a população pobre da palestina serem alvos dessas bombas. Israel tem o direito de existir! Israel é uma pequena faixa de terra espremida entre o mar e seus inimigos! não corresponde nem á 5% de toda aquela terra, enquanto 95% dela é árabe.se Israel for varrido do mapa como dis o maluco do armadinejade, o seu povo vai pra onde? viver em outros paises como já aconteceu? e sofrer perseguição e mais perseguição por inveja de outros povos como fes o tal do hitller? SIM ISRAEL TEM O DIREITO DE EXISTIR!!!!!!!

  23. JANDER ARRUDA Postado em 30/Nov/2012 às 11:56

    Ví um comentário de uma tal Ana pop! que pergunta porque Israel revida aos ataques de uns rojões que não atingem nada! então pergunto a mesma: quem atira esses rojões não sabem disso? que eles não atingem nada? então porque perdem tempo atirando fogos de artifício contra Israel? hora,hora, minha cara! pura provocação! sabem que Israel revida, então atiram seus fogos de artifício depois se infiltram no meio da população! restando a Israel matalos e juntamente com eles a população inocente. Então de quem é a culpa, de Israel? não,não é deles mesmos.

  24. Isaac Postado em 23/Jan/2013 às 03:43

    Malditos demônios, covardes!

  25. Thomas Postado em 24/Apr/2013 às 03:25

    O pior de tudo isso é ver gente dizendo que israel tem que responder.... O que todo mundo se esquece é que o Hamas é um grupo terrorista e Israel é um estado, quantos outros países tiveram que lidar com grupos terroristas e nem por isso sairam explodindo tudo e anexando territórios em descumprimento as nações unidas... eu queria ver a metade desse pessoalzinho que defende israel por aqui, tendo a sua casa invadida, sendo expulso das suas terras, tendo racionamento de comida e agua se não iriam virar cegos de ódio... outra coisa que já estamos de saco cheio é essa historinha de anti semitismo.... anti semitismo é o ódio ao judeu, a raça judaica, oque que não deve ser confundido com o ódio a Israel (como estado). Israel como estado recebeu a divisão das terras pela ONU em 1947... oque até certo ponto ja causaria indignação aos palestinos, mas mesmo assim, Israel usando os ataques palestinos como pretexto para continuar anexando territórios palestinos ilegalmente e formando assentamentos judaicos no mesmo, aumentando assim consideravelmente seu território com relação a determinação da ONU e formando inúmeros campos de refugiados palestinos.

  26. Elke Postado em 07/May/2013 às 02:41

    Pobre Israel, tão coitadinho, tão inofencivo. Pobrezinho, atacado por essa gente pobre e famélica que insistem em viver, insistem em lutar por sua dignidade e cultura, insistem em ter esperanças de ver seu "território" desocupado. Essas crianças palestinas, porque ainda nascem ? Por que Israel tão coitadinho, com a ajuda daquele país democrático do Norte, aquele que gosta de invadir, ops, invadir não, levar a democracia a força à países que não lhes abana o rabo, não intencificam seus filmes panfletários contra os muçulmanos e varrem toda essa gente logo do mapa ? Por que o pobre Israel ainda não conseguiu chegar aos úteros das palestinas ? #SendoIrônica

  27. ALF Postado em 07/Jun/2013 às 15:43

    OS PALESTINOS COLOCAM AS ARMAS DE ATAQUE ENTRE OS CIVIS PRA QUE QUANDO FOREM ATACADOS ESSAS COISAS ACONTEÇAM, OS PALESTINOS USAM O PROPRIO POVO COMO ESCUDO HUMANO!!! E VOCES CAEM NO DRAMA !! SEUS TROUXAS !!

  28. rogerio melo Postado em 15/Jul/2013 às 18:47

    O comédia intitulado ALF, vai pesquisar mais um cadim sobre o que chamam de "conflito". Aquilo que o exército israelense faz com o povo da Palestina é similar ao que os nazistas fizeram aos judeus na 2ª Guerra Mundial. Sabemos que Israel é aliado político dos EUA no Oriente Médio, e que o Estado de Israel foi fundado no pós 2ª guerra, para atender interesses geo-políticos e econômicos dos EUA e Aliados. Vá se informar sobre as remoções, desapropriações, prisões arbitrárias, estupros, espancamentos, mortes...muitas mortes e outras atrocidades mais, cometidas pelos agentes do exército e das milicias organizadas por sionistas, para defenderem a terra que foi tomada do povo palestino! a imprensa internacional insiste em afirmar que o que acontece na região é uma " Guerra Santa"...Não... trata-se de um verdadeiro massacre, legitimado pela imprensa livre mundial, que finge ignorar, como convém, já que os grandes conglomerados de comunicação são, sim, comandados por judeus e seus aliados. Investigue sobre o assuntos antes de colocar essas máximas idiotas, sem nenhum embasamento teórico, a luz da lógica humana. O que não podemos ver através da lente opaca da imprensa mundial, é uma reedição do holocausto, que só foi descoberto depois que os Aliados, junto a URSS, invadiram a Alemanha e os territórios dominados pelos nazistas! Realmente sr ALF, não fazemos ideia das atrocidades cometidas por grupos anti-palestinos, que os veem como inimigos, como pestes, como a escória do mundo, tal como os nazista percebiam os judeus! É certo que as atrocidades cometidas pelo Estado de Israel, não é consenso absoluto junto a população judaica em Israel e pelo mundo, tanto é que, muitos jovens israelenses que estão próximos da idade de ingressar no serviço militar obrigatório de Israel por 5 anos, migram para outras regiões do Globo, para não participarem deste MASSACRE! em contrapartida, vemos muitos jovens judeus moradores de outros territórios do Globo, irem para Israel cumprirem o serviço militar! ainda assim, muitos são os relatos de jovens que se decepcionam com a experiências, deixando marcas indeléveis em seus corações e mentes, a partir da constatação do MASSACRE! Ah! antes que me esqueça, sabe qual o poder de fogo estimado por Israel e seus Aliados dos grupos extremistas, como o Hamas e o Hezbolah, 10 mil armamentos entre morteiros, mísseis e outros projéteis, que se comparados ao poder de fogo de Israel, sustentado por todo apoio logístico dos EUA ( entenda-se armas, armas, armas e mais armas...de todo tipo e poder letal, incluindo aí, armas químicas condenadas pelo Conselho das Nações Unidas). E para ser sincero, o que penso ser o mais curioso nesta situação do fósforo branco, é a débil resolução da ONU, para que o próprio Estado de Israel investigue as ações violentas e arbitrárias de suas tropas...Ô mundo lôco...distraído...Salve, salve as criancinhas de todo mundo...em especial, nesse momento, as palestinas! "Vinde a mim as criancinhas" Jesus Cristo. Discordo plenamente do anti-semitismo, assim como ao anti-palestino! E clamo Por uma PALESTINA livre e autônoma...Por um Estado Palestino JÁ!!!

    • andrea sant anna Postado em 27/Jul/2014 às 09:37

      Boa reflexao! A covardia absoluta de se matar criancada, criancas! Estao ferindo pricipios basicos da humanidade. Nao mataras. Principalmente, mulheres, idosos e criancas. Quando isso eh desrespeitado vemos esse mundo doente e condenado. Estaremos e estamos condenados pelas insanidades de governos malucosvque condenam geracoes inteiras por toda a existencia. Quem respondera pela negacao de vidacde todas essas criancas? Quem vai curar essa dor, essa mancha, essa ferida? Quem podera seguir adiante? Criancas assassinadas em massa!!! Quem pode justificar isso? Inadmissivel, injustificavel, inaceitavel, comono naxismo e todas ad criminosas guerras e matancas com as quais a humanidade doente e fracassada se acostumou. O horror, o horror!

  29. Geraldo Galvão Postado em 12/Jul/2014 às 01:31

    Os judeus resolveram conduzir o genocídio contra o povo Palestino, matando no nascedouro o seu futuro, que são as crianças e os jovens. Adolf Hitler deve está gargalhando, e dizendo ao diabo: viu, eu bem que avisei!

    • mendonca Postado em 28/Jul/2014 às 20:10

      Simples capitulo???? Gente isto e genocidio eles tiveram um excelente professor hitler.

    • mendonca Postado em 28/Jul/2014 às 20:18

      Quando eu era crianca meu pai me disse que um dia iriam erguer uma estatua de hitler fiquei assustada hoje as palavras dele fazem sentido

  30. Giovanna Postado em 14/Jul/2014 às 13:19

    Não sou pró-israel, não sou pró-palestina. Não sou pró-guerra nem pró-genocídio, mas o que a mídia nacional e internacional faz com o estado israelense é um assassinato ideológico de fazer inveja aos piores ditadores que já existiram na face da terra. Procure se informar. Não compre gato por lebre, nem acredite na tendenciosidade descarada que existe nas redes sociais. Enquanto eu escrevo esse texto é bem capaz que alguns "mísseis" do Hamas tenham atingido o solo israelense, e enquanto você o lê, mais outros tenham tido o mesmo destino infeliz. Ao final do dia, Israel terá "respondido" com "força desproporcional" a um ataque que, por méritos de um estado extremamente prudente em evitar vítimas fatais e danos incalculáveis através da sua tecnologia defensiva de ponta, cairá nos braços desses moralistas de merda e ávidos por sensacionalismo barato. O Hamas não representa o estado da Palestina. Entenda isso antes de se alienar gratuitamente. A minha consciência de ser humano agradece, e muito.

  31. João Branco Postado em 06/Aug/2014 às 22:21

    O estado da Palestina não existe, o que existe é o território da Palestina ocupado pelo exército israelita e pelos colonatos. O estado de Israel não respeita nenhuma resolução da ONU. E esta é que é a verdade. Um estado baseado numa religião, - o judaísmo, mas podia ser outra qualquer - jamais podia dar paz, pois todos os que praticam outras religiões são tratados como cidadãos de segunda classe. Não são só os palestinianos que são discriminados, os cristãos também o são.

  32. Murilo Postado em 04/Jan/2016 às 18:26

    Agradeçam ao Hamas, o mérito é todo dele.