Redação Pragmatismo
Compartilhar
EUA 31/Aug/2012 às 14:39
10
Comentários

Bin Laden morreu desarmado e com tiro na cabeça, revela ex-agente

Bin Laden foi executado pelas tropas norte-americanas, revela líder da Tropa de Elite Americana em livro. Autoridades dos EUA sustentam que houve confronto direto entre militares e o líder da Al Qaeda

Osama Bin Laden foi atingido por uma bala na cabeça quando olhou pela porta de seu quarto para o corredor na casa em Abbottabad, no Paquistão. O líder da Al Qaeda não portava nenhuma arma e no momento em que as tropas norte-americanas entraram no cômodo, já estava morto.

Estas são as revelações do livro “Não Há Dia Fácil: Um líder da Tropa de Elite Americana Conta Como Mataram Osama Bin Laden” escrito por um ex-oficial que participou da operação. O autor, que preferiu manter o anonimato sob um pseudônimo de Mark Owen, discorda da versão oficial de que Bin Laden foi morto depois de um tiroteio com as forças dos Estados Unidos e descreve uma cena de execução.

bin laden morte livro

Capa do livro “Não há dia fácil”, onde ex-oficial relata operação militar que matou Osama Bin Laden. Créditos: Editora Penguin, Telegraph.co e Opera Mundi

O livro será lançado na próxima terça-feira (04/09), mas a agência Associated Press e o jornal norte-americano Huffington Post conseguiram adquirir cópias e divulgaram as informações. “A menos de cinco passos do topo da escada”, o ex-militar conta que escutou o som de tiros “Bop! Bop!”. As balas vinham de seu companheiro à frente, que estava liderando a tropa especial, e havia visto “um homem espiando pela porta”.

Leia também

O corpo caiu para dentro do quarto e o grupo de operações especiais da Marinha seguiu em direção ao cômodo, relata o antigo oficial. Quando chegaram, avistaram Bin Laden deitado em uma poça de sangue com um buraco em sua testa e duas mulheres chorando em cima de seu corpo.

Owen conta que um dos agentes empurrou as mulheres para um canto e ele e outros oficiais balearam o líder terrorista. “Nós miramos em seu peito e atiramos diversas vezes. As balas o rasgaram, batendo seu corpo no chão até que ele ficou imóvel”, conta segundo o Huffington Post.

De acordo com o livro, os militares norte-americanos encontraram depois duas armas guardadas sem munição e que não foram nem tocadas pelo terrorista. “Ele (Bin Laden) não tinha nem preparado uma defesa. Ele não tinha intenção de lutar”, afirma Owen citado pelo jornal britânico The Telegraph.

Esta não é a versão contada pelas autoridades norte-americanas, que sustentam que houve confronto direto entre os militares e o terrorista da Al Qaeda. Em discurso nacional logo após o fim da operação, o presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou em rede nacional que “depois de um tiroteio, eles mataram Osama bin Laden e guardaram seu corpo”.

A publicação do livro pode encontrar resistência do Pentágono, que possui uma regra contra a divulgação de informações sobre operações militares especiais. Segundo sua regulamentação, antigos oficiais e membros aposentados devem submeter o material para análise do órgão para “assegurar que as informações que eles pretendem divulgar para o público não comprometam a segurança nacional”.

O porta-voz do Departamento de Defesa, o tenente James Gregory, disse que se o livro revelar informações secretas sobre a operação contra Bin Laden, o Pentágono enviará o caso para a Justiça. “O autor não buscou nem apoio, nem aprovação da Marinha para este livro”, assinalou ele segundo a Agência Efe.

Marina Mattar, Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. manja Postado em 31/Aug/2012 às 15:33

    bem feito, morreu tarde

  2. Magnum Postado em 31/Aug/2012 às 19:20

    BALELA... ARMA DE TERRORISTA GUARDADA E SEM MUNIÇÃO??? ELE ESTAVA NA PORTA ESPERANDO A TROPA CHEGAR??? COMO O EX-OFICIAL SABIA QUE ELE NÃO TINHA INTENÇÃO DE LUTAR??? MISSÃO CUMPRIDA!!!

  3. Flavia Postado em 31/Aug/2012 às 21:10

    A questão é que essa execução foi uma queima de arquivo. Bin Laden capturado vivo e julgado por seus crimes exporia todas as kigações dos EUA com seu grupo.

  4. Carlos Postado em 01/Sep/2012 às 16:49

    Vocês acreditam mesmo que Bin Laden morreu? Jamais mostraram seu corpo e a foto de sua morte foi claramente editada no Photoshop. Na verdade, não há qualquer prova de que Bin Laden sequer teve relação com os atentados de 11 de setembro, exceto por vídeos que podem ter sido feitos a qualquer data. Acredito que o mito de Bin Laden não foi mais do que isso, um mito, com o intuito de criar uma "fobia" entre os americanos e, mais tarde, quando já não era mais útil, ele foi "morto", a fim de alavancar a popularidade de Obama. O "Osama Bin Laden terrorista de 11 de setembro" é tão real quanto a bruxa de Blair!

  5. ALBERTO Postado em 01/Sep/2012 às 19:13

    OS EUA NAO MATARAM NINGUEM ELES SAO OS MAIORES VENDEDORES DE HISTORIAS DO MUNDO, E COMO A HISTORIA DE HOOLYWOOD DE ARMSTRONG DO HOMEM A LUA. SE ELES NAO CONSEGUE MANDAR UM HOMEM HOJE ATE A LUA COM TODAS AS TECNOLOGIA QUE TEMOS SO MANDAR MAQUINAS RONOS ESTAS COISAS ( QUE EU AINDA DUVIDO) COMO MANDARAM O CARA NAQUELA EPOCA NUMA NAVE EPACIAL DE LATA VENDEDORES DE HISTORIAS FICO TRISTE PELAS PESSOAS QUE MORRERAM, MAS OS ESTADOS UNIDOS SO MATAM EM FILMES DE CINEMA. VCS ACHAM QUE COM O EGO AMERICANO ENORME ELES NAO MOSTRARIAM O CORPO COMO FIZERAM COM SADAN HUSSEIN. PENSEM

  6. Alana Postado em 03/Sep/2012 às 10:50

    Engraçado que quando o "homem pisou na Lua" a Terra era uma esfera perfeitamente redonda e simétrica, ano passado revelaram a verdadeira geometria da Terra, cheia de irregularidades perceptíveis em seu relevo e nada de simetria. Elementar, meu caro Watson! P.s: Deveriam ter matado o Bush filho, isso sim.

  7. felipe Postado em 08/Jul/2013 às 14:41

    amigos eu tenho certeza que ele não morreu pois só divulgaram fotos que podem muito bem serem alteradas no photoshop, não acredito em nenhuma palavra dos estados do lixo, pois tudo o que eles falam só é mentira, como do homem indo para a lua, como dos atentados as torres gemeas, e agora da morte de bin laden que todos tem certeza que não ocorreu, e agora que eu não acredito em nada dos estados do lixo, pois o Brasil acaba de descobrir que alem deles não se contentarem em querer tirar a privacidade dos americanos eles estavam tirando a nossa privacidade a qui no Brasil, sem PERMISSÃO dos nossos governantes, bando de lixo ambulante.

  8. Janine Postado em 12/Sep/2013 às 00:31

    isso se não tiverem torturado ele antes de executar...

  9. roberto Postado em 10/Feb/2014 às 02:50

    qual quer muçulmano que se preze teria minado a casa,teria construído um túnel,para eles morrer é a gloria,mas todos sabemos que o tio san não deixaria vivo alguém que poderia contar para o mundo os meandros da politica externa americana