Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Religião 19/Jul/2012 às 22:11
10
Comentários

Religião faz escolas não vacinarem contra vírus HPV

O vírus HPV responde por cerca de 90% dos casos de câncer no colo do útero

papiloma vírus hpv

No Brasil, o papiloma vírus causa a morte de 4.000 pessoas por ano.

Levantamento da revista médica GP (General Practitioner) constatou que 24 escolas britânicas se recusam a participar do programa nacional de vacinação contra o vírus HPV por motivo religioso.

Uma delas comunicou que os seus “alunos e alunas seguem princípios cristãos, casam-se dentro de sua comunidade e não praticam sexo forma do casamento”.

Sexualmente transmissível, o HPV (vírus do papiloma humano) causa lesões nas mucosas, criando verrugas benignas e malignas. O vírus responde por cerca de 90% dos casos de câncer no colo do útero.

De acordo com a GP, as escolas não informam as estudantes de que, se quiserem, poderão receber a vacina com o seu médico de família. Tampouco os pais são avisados sobre a não imunização.

Leia mais

Na Grã-Bretanha morrem por ano 1.000 mulheres em consequência de câncer cervical. No Brasil, as mortes causadas pelo vírus chegam a 4.000.

Paulopes, com informação do The Guardian, entre outras fontes.

Recomendados para você

Comentários

  1. Bruno Postado em 20/Jul/2012 às 09:27

    É a estupidez. Lembro da pesquisa que mostrou que o maior índice de gravidez na adolescencia nos EUA era dos jovens que usavam a "pulseira da castidade".

  2. Alana Postado em 20/Jul/2012 às 13:01

    há muito mais gente morrendo de outras causas neste mundo...não sei o que as religiões fizeram para os editores deste site, há assunto muito mais relevante a expor.

  3. Luiz Fernando Postado em 20/Jul/2012 às 15:21

    Alana, não é o que as religiões fizeram para os editores do site, é o que elas vem fazendo para o mundo desde muito tempo atrás. Elas geraram muito mais mortes do que você pensa. Através de guerras, intolerância na sociedade, ideias retrógradas dignas da idade média, satanização do uso do preservativo e por aí vai... Por exemplo, este artigo é um exemplo de quem leva religião ao extremo, superando o cúmulo da idiotice sem remorso algum. Há muitos outros por aí. Enquanto extremismo como este continuar existindo, você continuará a ver artigos como este, quer queira, quer não queira.

  4. Alana Postado em 21/Jul/2012 às 03:00

    Nossa Luiz, sério? Você se referiu a mim sem conhecer, tratando-me como uma adolescente sem instrução. Não irei elencar aqui toda minha irresignação em relação a pessoas preconceituosas que só sabem apregoar o ônus inerente à questão. De antemão lhe digo que conheço a História, sei das guerras que envolveram principalmente o cristianismo, mas saiba que todas elas não foram em nome da peça central desta religião. Poderia aqui discorrer sobre até as ínfimas causas de morte que acontecem todos os dias e são negligenciadas por todo o mundo. Ou até listar as diversas doenças muito mais perniciosas e letais que o câncer de colo do útero. Que até se for respaldar pela vacina, talvez a própria imunização seja muito pior que a própria manifestação do HPV. Não irei colocar em xeque todos os adjuvantes em nossa vacina e tudo que há por trás do que a mídia convencional veicula. Bom, poderia aqui escrever em vários caracteres toda uma defesa para refutar sua ideia de que as religiões fazem um mal colossal à humanidade, mas não, fique com sua "ideia retrógrada" e preconceituosa sobre isso.

  5. Caio Everton Postado em 21/Jul/2012 às 15:58

    Nossa, Alana, fico triste por tamanho discurso falacioso envolvendo um assunto tão sério. Você está menosprezando uma doença (e consequentemente desrespeitando todos aqueles vitimados por ela ou que venham a ser vitimados) e o fato da religião está impedindo a sua prevenção, tentando - e falhando - em "justificar" que há "doenças mais letais"? Não percebe o quão perverso é o pensamento que está vindo na sua cabeça apenas porque você quer defender sua religião? "Ah, tudo bem, é só câncer do colo do útero que você pegou por fazer sexo sem proteção. Podia ser pior." Sem contar que isso não é nenhum argumento, é apenas dispersão do assunto principal. Você dizer que há "doenças mais perniciosas" e não ameniza absolutamente nada, não muda o fato de câncer mata e escolas estão negligenciando a saúde dos seus alunos por dogmas religiosos. Ponto. Se há doenças piores, o que isso tem a ver com o assunto? E quanto à vacinação que faz mais mau que bem, sugiro pegar as provas que você claramente têm e levá-las às revistas científicas (já que não fazem parte da "mídia tradicional manipuladora") e de que quebra você ficaria famosa por tamanha descoberta. Isso, claro, se não for uma teoria conspiratória que você andou assistindo no youtube. ;)

  6. Larissa Postado em 21/Jul/2012 às 16:28

    Caio, perfeito!

  7. Alana Postado em 21/Jul/2012 às 21:11

    Ao Caio, O HPV é um vírus de transmissão sexual, logo, há uma explicação, mas que não justifica a recusa desta escola britânica em não estar a favor da vacinação contra o vírus: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-98802006000300017&lang=pt Vacinas não são só benefícios: http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1403470 http://pt.wikipedia.org/wiki/Timerosal http://noticias.r7.com/saude/noticias/bebe-morre-apos-tomar-vacina-contra-a-meningite-em-go-20101124.html sugiro que também leia sobre Imunologia, disciplina importantíssima para compreensão dos prós e contras de uma imunização, antes que diga aleatoriamente que alguém só assistiu a alguns vídeos do Alex Jones no Youtube. Isso foi totalmente leviano de sua parte. Ainda não pesquisei a fundo em sites como o Scielo, Pubmed, Capes a respeito disso. Também não sei se este assunto seria de facilidade metodológica e experimental para um futuro artigo científico, dissertação ou tese, estando eu como autora. E na Science e Nature é improvável que um tema deste seja publicado com notoriedade. E não menosprezei doença alguma. Acontece que há muito tópico para abordar. O mundo lá fora está um caos, há outros tipos de extremismo que digo mais relevante para abordar neste site, o qual aprecio em demasia. De antemão, salientando que não sou fundamentalista e acho importante a consciência e moderação no cristianismo. Vou encerrar por aqui, pois estou sem tempo =)

  8. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 24/Jul/2012 às 18:26

    .

  9. FAFA Postado em 13/Sep/2012 às 10:40

    Creio que não é religião e nem vacina.. Tudo é questão de consciência humana , o que adianta vacinar contra o HPV e não educar para usar um preservativo?Temos várias outras doenças sexualmente transmissíveis. Tudo tem o meio termo entre religião e ciência.. nem tudo tem explicação mais devemos para e pensar e não levar tudo ao extremo. Deus te deu um cérebro, não foi apenas para encher sua cabeça e não deixar uma lacuna, então USE-o...

  10. Arthur Fellipe Postado em 07/Nov/2012 às 17:29

    Creio que a matéria veio comentar sobre um fato isolado e uma doença específica, assim como todas reportagens abordam um tema em específico. Se a gente for criticar uma matéria que fala sobre um fato (no caso dogmas atrapalhando a prevenção de uma doença) em detrimento de outros que sejam, talvez, mais importantes, nenhuma reportagem seria veículada.