Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Homofobia 12/Jul/2012 às 16:36
19
Comentários

Pastor compara evangélicos que perseguem gays a nazistas

Pastor criticou os pastores que fazem uma leitura seletiva da Bíblia com o objetivo de perseguir os homossexuais e argumentou que nem tudo o que está na Bíblia deve ser seguido

O pastor e teólogo presbiteriano Alexandre Cabral comparou a perseguição de lideranças evangélicas aos gays ao nazismo, que, aliás, disse, teve vínculos profundos com o cristianismo.

Leia mais

“Isso é um absurdo”, afirmou. Porque, disse, o Brasil é um país de cultura pluralista cuja Constituição é laica. “E os homossexuais não estão tendo o direito de viverem de maneira laica, no Estado laico.”

malafaia persegue gays

Líder evangélico Silas Malafaia é um dos maiores opositores dos homossexuais no Brasil. Imagem: arquivo

Em entrevista ao programa Conexão Jornalismo, transmitido pela internet, ele lamentou que lideranças evangélicas estejam usando a democracia para “legislar não em nome do povo, mas contra o povo, contra a pluralidade“. “O país tem de frear esse movimento que se assemelha ao nazismo.”

O pastor reconheceu que o cristianismo nunca soube lidar com a sexualidade, corporeidade, prazer e sedução, o que explica a sua sexofobia. “Tudo isso sempre foi muito problemático na história do cristianismo.”

Para contornar essa limitação, disse o pastor, o cristianismo defende o casamento e o sexo apenas com a função de procriar.

Ocorre que o relacionamento homossexual não permite essa sublimação, afirmou, colocando em xeque, portanto, toda a moralidade cristã, ao mesmo tempo em que a contemporaneidade liberou o prazer sexual, com o advento dos contraceptivos. E essa liberação proporciona a busca do prazer pelo prazer, “independentemente da vontade divina e da sacramentalização da família”.

Cabral argumentou que o ápice do cristianismo são as revelações de Jesus, e nas quais não há nada que condene a homossexualidade.

Por isso ele criticou os pastores que fazem uma leitura seletiva da Bíblia com o objetivo de perseguir os homossexuais. Argumentou que nem tudo o que está na Bíblia deve ser seguido, como matar quem não usa barba ou quem come crustáceos ou ainda manter a mulher confinada em seu período de menstruação.

“Não me consta que haja pastor que faça isso com a sua mulher.”

“Esses trechos da Bíblia estão justamente ao lado dos trechos que faltam contra a homossexualidade.”

O pastor afirmou que não entende como uma pessoa que, por causa da homossexualidade, persegue amigos, filhos e parentes pode dizer que tem uma profunda fé em Cristo.

Esses evangélicos são intolerantes, disse, porque querem impor a sua tradição religiosa a todos, em um país plural e democrático.

Paulopes

Recomendados para você

Comentários

  1. Alana Postado em 12/Jul/2012 às 18:22

    Se não existisse essa crase no título "à nazistas" estaria bem melhor...

  2. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 12/Jul/2012 às 19:25

    Vou ser fundamentalista por ‘ensaio’ . A Escrituras nos diz : “Todos pecaram e carecem da Glória de Deus .” O padre , o pastor , o Papa , o arcebispo , o reverendo , o bispo , o cardeal e toda a população do mundo PECA . “ O mundo jaz no maligno .” Então , pela Bíblia não há sentido segregar quem erra mais ou quem erra menos . Quem segue os textos a risca , busca aperfeiçoamento de duas formas : Na Lei do velho testamento ou No Evangelho do novo testamento . O primeiro diz : “ Olho por olho , dente por dente .” O segundo diz : “ Se teu irmão pedir que andes uma milha com ele , ande duas .” Os que agem segundo a Lei , são os radicais que demonizam o outro . Os que agem segundo o Evangelho , são os que vêem Deus no outro . Quando Jesus na cruz disse : “Está consumado” , ele nos libertou da Lei e sendo o Messias que ressuscitou , também tirou o poder de aniquilamento da Morte mostrando que a vida continua para além dessa dimensão . Existem trechos sobre homoafetividade no Novo Testamento direcionados a certas comunidades que praticavam o sexo por puro hedonismo e não por amor . Pessoas que sendo inclinadas ou não a emulação afetiva ao ser do mesmo sexo , se entregaram a prática sem nenhum critério de identidade e muitas vezes para adoração a deuses em Bacanais . Os Romanos recebem a maior advertência por causa disso . Paulo poderia ter escrito aquilo a todos , mas por que só a Roma ? Respondo : era assunto específico . Alguns pensam que Jesus não falou sobre o caso , porém , havia uma classe sacerdotal para serviços nos templos de vários cultos ou eram trabalhadores de Haréns , servidores da Rainha, chamados Eunucos . Foram homens que para não manterem vida sexual MASCULINA eram mutilados ou “sodomizados” para adquirirem gosto pelo sexo igual . Os que já nasciam gays , também eram direcionados a esse serviço . Haviam também os Eunucos celibatários por vocação . Jesus disse : "Porque há eunucos que nasceram assim; e há eunucos que pelos homens foram feitos tais; e outros há que a si mesmos se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Mas nem todos estão aptos para isto." (Mt 19:12) Finalizando esse breve relato que não é discurso teológico , acredito que a misericórdia de Deus não é infinita a toa e esses homens do século 21 que ainda mantêm leis judaicas aniquiladas por Cristo , estão perdendo o melhor da festa como Marta atarefada . É certo que o homem é o par biológico da mulher , porém , se “nenhuma folha cai da árvore se não for da vontade de Deus” , pergunto : O Soberano desamparará aquele que ele chamou a existência e ama por causa de sexualidade ? Acredito que nenhum de nós pode decidir o destino da vida alheia pois não somos Deus. Devemos apenas acolher e não julgar.

  3. Camila Postado em 13/Jul/2012 às 12:12

    Muito bom Paulo!

  4. Camila Postado em 13/Jul/2012 às 12:14

    Quis dizer, PABLO!

  5. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 14/Jul/2012 às 14:17

    Obrigado , Camila . Realmente acredito nisso . Só me perdoe os erros de português porque escrevi "de sentada" . Paz !

  6. Leandro Coelho Postado em 14/Jul/2012 às 14:40

    Sou espírita, mas confesso que jamais vi ou ouvi o pastor Silas Malafaia na tv perseguido os gays. Pelo contrário, eu o vi, por várias, vezes dizendo que eles devem ser respeitados. O que sempre vi foi seu EXERCÍCIO DEMOCRÁTICO DE SE PRONUNCIAR contra um projeto de lei que criminaliza algumas condutas contra os homossexuais, tais como, criminalizar quem tentar proibir o beijo dos gays dentro dos templos. Só isso. Tentar distorcer nossas manifestações de pensamento é odioso. O texto faz exatamente isso. Acho que o pastor Silas tem defeitos, mas tentar colocá-lo no papel de perseguidor dos gays é uma injustiça. Sugiro a todos que tenham cuidado para o Brasil não se tornar um "admirável mundo novo" como os EUA já são há mais de 500 anos. Vamos promover o cliché mais saudável dos países VERDADEIRAMENTE DEMOCRÁRTICOS: "posso não concordar com suas idéias, mas lutarei até o fim pelo seu direito de dizê-las"...

  7. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 16/Jul/2012 às 20:05

    Infelizmente VI E OUVI o cidadão Silas usando de apologética cansativa com temperamento explosivo dizendo sobre homoafetividade . Acompanho isso há muito tempo . A intolerância da Assembléia de Deus é grande . Inclusive na data de comemoração de 100 anos desta denominação houveram festas separadas por motivos torpes . Isso é fato . Quando a notícia do projeto de Lei veio à baila , ele piorou os discursos e foi até em praças públicas fomentar intrasigências . Isso NÃO É POSTURA CRISTÃ e revela uma noção democrática autoritária, contraditória . Transcrevo a seguir palavras de um pastor que não é a favor da causa mas que observou MUITO bem o caso desse cidadão chamado Silas . Ei-las : "Obrigado pelo espaço . ” Meu direito a crítica não põe do meu lado o poder de uma espada perversa , maligna , desumanizante , ferina que perpétre indignidade contra o meu próximo ; isso não é evangelho . O Silas está angustiado porque não tem palavras meigas , nem doces , nem sóbrias ou cidadãs para dizer exatamente o que ele pensa com toda clareza sem ofender , sem humilhar , sem animalizar , sem infernizar o ser humano . ” Este é o problema do pronunciamento do Malafaia : truculência . Já que falamos de um pastor , cabe um versículo : “Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo .” (Efésios 4:26) E aí ? Quem está errado ? Paz a todos !

  8. Leandro Coelho Postado em 17/Jul/2012 às 18:35

    Pablo, Sou Kardecista e heterossexual. Tenho grandes amigos homossexuais e tenho ciência do drama que eles vivem no nosso país tão violento e radical. Acho que eles merecem todas as garantias e direitos, e sou a favor da PL 122 (salvo engano é esse o número). Acho que eles merecem, sim, uma proteção do Direito Penal. Contudo, preciso afirmar que, o que eu quis dizer é que jamais vi o Pastor Malafaia PERSEGUIR os homossexuais. O significado do verbo perseguir tem seus principais significados como: "ir no encalço de, seguir ou procurar alguém com insistência, seguir de perto, acossar, molestar". Você disse que ele usa de "apologética cansativa com temperamento explosivo". Concordo com você, mas com toda a humildade, eu creio que o Pastor Silas Malafaia, diante disso que você citou, poderia ser considerado como um chauvinista (por suas opiniões radicais e por desprezar uma minoria), mas não um perseguidor. Há uma grande diferença entre o crítico fervoroso e o perseguidor. Eu já vi, sim, suas pregações contra o homossexualismo, mas com base nas escrituras da bíblia, com o intuito de "curar" ou afastar os fiéis da homossexualidade, dizendo tratar-se de algo errado, proibido por Deus. Mas jamais o vi incitando os fiéis a perseguirem os homossexuais. O que prego é que eles têm todo o direito de criticar a homossexualidade, uma vez que acham uma coisa pecaminosa. Eu não concordo com essa visão pecaminosa, mas diante de nossa liberdade religiosa, e de expressão, eles têm esse direito. Eu não concordo em NADA do que ele fala sobre a homossexualidade, mas continuo achando que ele não persegue os gays, e que tem todo o direito de se posicionar contra a homossexualidade, e pregar para que seus fiéis a rejeitem. O que eu acho perigoso é taxar aqueles que têm uma opinião contrária à nossa como perseguidores. Vamos separar o joio do trigo. Sublinho também, que não defendi a Assembléia de Deus, pois não conheço a pregação de outros pastores, mas sim as declarações do PASTOR SILAS MALAFAIA. Você citou a indigitada denominação, mas em momento algum eu me manifestei sobre os demais pastores. Termino essa resenha com um desafio (saudável). Ache qualquer vídeo do Malafaia incitando seus fiéis a ir no encalço, seguir, procurar alguém com insistência, seguir de perto, acossar ou molestar um homossexual. Se eu vir qualquer manifestação dele neste sentido, aí você vai me convencer do contrário, e me tornarei um crítico da postura do Silas Malafaia. Um forte abraço, e parabéns pela sua elegante resposta. Leandro Coelho.

  9. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 18/Jul/2012 às 21:37

    Leandro Coelho , a Paz . Elegante foi seu texto . Eu posso perseguir com palavras . O verbo fica na força da expressão e não amarrado a conceito . Realmente o Silas não vai ao encalço de ninguém , mas fomenta intrasigências com sua verborragia quiçá , lobismo . O "pastor" vive indo em Brasília para articular interesses políticos , vide caso Marina Silva . Penso que as ações e reações geradas pela PL 122 são exageradas por um motivo óbvio : milênios de repressão . É natural que o perseguido se sinta mais perseguido , e as palavras de uma figura pública religiosa têm peso ; se não refletidas , deflagram tragédias . Já perdi 3 amigos(suicídio com bilhete) que não suportaram o discurso truculento de Silas e companhia . Não há poder constituído nesse país que impeça o Silas de dizer o que pensa, que o impeça de promulgar os dogmas da sua religião mas que isso seja feito COM A CALMA DE UMA POMBA . Deus escolheu fazer morada no coração do homem , ou seja , tornou santo o íntimo das pessoas e esse é o sacramento dEle . Evangelho não funciona no grito e é esse grito que na cabeça das pessoas mais sensíveis , gera paranóia ,medo e até vontade de morrer para não ser escândalo . Tudo bem , as pessoas homoafetivas estão exagerando mas o fazem na medida que alguns setores religiosos "xiitas" pesam a língua no julgar o próximo . Seu desafio para que eu encontre declarações exageradas do pastor não é difícil . Complicado vai ser postar isso pois tenho pregações dele em fita k-7 dos anos 80 e 90 . O discurso é inflamado demais para o assunto . Ele chama a homoafetividade de doença da alma . Eu , Pablo , considero o Silas a pessoa menos ADEQUADA PARA TRATAR desse fato ; também acredito que esse temperamento não adequado a fé cristã é a força motriz para essas acusações de perseguição que ele recebe . Acredito que o Silas está no cangaço da fé de alguns dando uma de Lampião . Prefiro o Caio Fábio . Te convido a assistir algum vídeo dele falando sobre o assunto . É lucidez sem gritaria ou demonização . Desejo a paz novamente , Leandro .

  10. Leandro Coelho Postado em 23/Jul/2012 às 11:20

    Querido Pablo, Primeiramente, deixo meu pêsames pela perda de 3 de seus amigos. Esse fato é um absurdo, mormente no ano em que vivemos (quando supostamente nos achamos tão "avançados"). Sinto muito, mesmo. Quanto à questão em tela, você "venceu" nossa sadia dialética quando pleiteou a disseminação das idéias "COM A CALMA DE UMA POMBA". Esse argumento "a la Gandhi" é avassalador, e deixa minhas "mãos vazias de qualquer contra-argumento. Acho que ele realmente poderia ser mais brando em seus discursos, e acredito em sua palavra quanto aos conteúdos das fitas K-7. Diante disso, creio que os evangélicos devem, sim, tem mais cordura ao tratar sobre o assunto, em especial o Pastor Silas Malafaia. Contudo, para garantir ao menos meu prêmio de consolação (rs), acho que todos que levantam a bandeira contra o radicalismo de Silas Malafaia devem fazê-lo, também, "com a calma de uma pomba" (que, pelo que vejo, você assim o faz, e está de parabéns por isso). Por fim. fica a esperança de que, um dia (e em breve), toda a violência e ódio aglomerados pelos intransigentes acabe por se transformar em compreensão e fraternidade. Um grande abraço para você! Leandro Coelho Justino. [email protected]

  11. Lyndy Luca Postado em 04/Aug/2012 às 22:42

    Pablo, que grande prazer fora ler seus irrefutáveis, lógicos e sábios argumentos! E todos expostos em uma rara mansidão, exímia educação, respeito, altíssimo nível, moral, intelectual...! Estou, deveras, fascinada, confesso! Queria ter a honra da oportunidade de lê-lo muitas mais vezes, quiçá, de poder trocar, quando possível, idéias! Se, porventura, vires este mensagem, escreva-me, por favor, se assim for de seu agrado. Luz e Paz! [email protected]

  12. Jaime Silva Laini Postado em 29/Aug/2012 às 20:20

    Sou leigo,porque sou pouco conhecedor da palavra de Deus.Acredito que todos os depoentes deixaram seus pensamentos a respeito do homo-sexualismo,e o que posso ver e a falta de liberdade e perseguição que sofrem os homo-sexuais as lésbicas.Pelo que posso perceber nenhum dos depoentes teria o minimo problema se seu filho ou sua filha fosse adotados por um casal homo-sexual,não teriam nenhum preconceito se seus filhos asumissêm o pal de homo-sexual e não teriam o minimo preconceito em apresentalos a sociedade orgulhosos olha este e meu filho ou minha filha,como apresentariam aos seus colegas de trabalho,como matriculariam em uma escola ou em um curso.Como dirian a os filhos de seus irmãos ó este é teu primo,ou é tua prima.Como ja disse sou leigo, se Jesus estivesse aqui agora em carne e osso como ja esteve,como ele diria deixai vir amim os pequninos ou sera que diria as as pequeninas mesmo sabendo que são meninos.Na opinião de voces que debatem e estão condenando Silas Malafaia,por ter sua opinião formada, como devo chamar uma pessoa do sexo masculino mas que não quer ser homem.Me diz tu que é liberal,que passa pelo metro,no onibus,na praça e ve dois "homens" ou duas "mulheres" se beijando na boca como um casal étero,e seu filho ou sua filha de apenas 6 a 9 anos de idade lhe pede para fazer o mesmo que aqueles dois estão fazendo,ponha a mão na sua conciencia agora neste exato momento e diga pra você mesmo que diria a seu filho ou sua filha tudo bem pode fazer pois isto é normal,pois é a vontade de Deus que sejamos assim.Olha não sou eu quem julgo muito menos condeno,pois quem o faz é quem se põe ao desagrado de Deus,porque diz a palavra que Deus criou o homem e a mulher, a pergunto quem criou o homosexual. Como Deus te chanaria tu no corpo de homem querendo ser mulher, sera que Deus te chamaria de filha.Sera que o homem não entende a natureza de Deus,ou sera que Deus é que não entende a natureza do homem,quem sera que está certo o homem ou Deus.Vocês teologos,estudiosos e entendidos por favor me ajudem, de quem é a verdade? De Deus ou de vocês?Se a verdade é de vocês colocarei minha biblia fora, se for de Deus, amados,acordem, pois o inferno esta proximo.

    • Gloocer Postado em 05/Feb/2014 às 02:52

      Antes de escrever toda essa merda, aprenda escrever português..! Homossexual tem dois ss! Hétero tem H no começo!

  13. Lucas AOP Postado em 13/Sep/2012 às 01:09

    Really Jaime? Pensa um pouco em tudo o que você leu aqui, reflete e não perde teu tempo postando esse monte de bobageira.

  14. Gustavo Santino Postado em 15/Sep/2012 às 12:42

    Como um trecho que li nesse site: "Misturar Deus (qualquer Deus) ou seus profetas com política é receita certa para o horror." Os gays querem ter o direito de serem gay e eu os apoio, porque eu tbm quero ter direito de não acreditar na Bíblia, como agnóstico sofro muito preconceito por pessoas ditas religiosas, e "preenchidas" pelo amor de Cristo. O respeito a pluraridade já é bastante fragilizada nesse páis, e pra piorar ainda são fomentadas por piromaníacos como o senhor Silas Malafaia, é complicado.

  15. Pedro Gontijo Postado em 08/Nov/2012 às 12:21

    Excelente argumentação ! Eis o motivo de não estereotipar nenhuma subcultura, nenhuma religião porque sempre nelas há exceções, há gente como esta. E aliás, ninguém melhor pra dizer isto do que um próprio deles, tal argumentação torna-se mais imponente vinda de um pastor.

  16. Marcos paulo Postado em 29/Jan/2013 às 08:31

    Jesus veio pregar o amor e reformar a lei e hipotese nenhuma,disse que o homo ssexualismo teria lugar como não pecado,conserterza não cabe a nois julgar niguém só pode julgar mais existe uma classe ae que não herdara os reino dos ceus os "pecadores"todos pecaram e carecem da graça de DEUS eu sei por isso CRISTO morreu por nois para liberdade e não para o pecado se vc toma decisão de andar com CRISTO vc tem que abandonar o pecado.O hossexualismo é pecado igual a todos os outros a bebedice,a injuria,etc e esta sujeita ao inferno os praticantes desses e de outros pecados.O dever da igreja?nunca julgar somente ajuda mediante a palavra de DEUS que não apoia coisa errada e que não faz assepção de pessoas para serem trasfomadas mediante a palavra de pois está escrito conhecereis a verdade e ela libertará JESUS é a liberdade.a PS ao amigo que disse q o apostolo paulo disse isso só aos romanos qual é a diferenças de atos romanos com os de hj tomado por certas pessoas? são até pior! JESUS disse que estes ultimos dias seriam pior que os dias de noé.

  17. jaime Postado em 01/Dec/2013 às 15:31

    infeliz aquele que afronta a DEUS, querer ser mulher, sendo homem ou vice verso é uma afronta a DEUS. O homem que quer ser mulher e a mulher que quer ser homem, estão na verdade ofendendo e discriminando os demais homens e mulheres e deveriam ser processados por discriminação sexual. Quem esta discriminando quem,nós que não concordamos com o homossexualismo ou vocês que nasceram homens, mas não querem ser.O que mais eu acho engraçado neste Pais e quem nao aceita as advercidades e achincalhado, processado e perseguido.

  18. Alexander De Large Postado em 05/Jan/2014 às 13:22

    Gente sou ateu e quero mais é que esse nazista chamado Silas se ...