Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Barbárie 21/May/2012 às 23:30
0
Comentários

Homem acusado de traficar e banhar cadáveres de bebês em ouro é preso

Um britânico foi preso na Tailândia sob a suspeita de contrabandear corpos de bebês para rituais de magia negra. Ao invadir um quarto de um hotel de Bangkok, a polícia encontrou uma caixa na qual estavam armazenados, ao todo, seis cadáveres de crianças.

bebês mortos ouro

De acordo com a polícia, um cliente pretendia comprar a mercadoria pelo equivalente a 13 mil reais.

Oficiais que participaram da operação disseram à imprensa local que as vítimas teriam entre dois e sete meses. Contudo, Wiwat Kumchumnan, chefe da Divisão para Proteção da Criança e da Mulher da Polícia de Bangkok, disse à agência Reuters e alegou que, segundo relatórios, os corpos são muito pequenos para serem de bebês já formados. A equipe de peritos trabalha com a hipótese de os cadáveres serem de fetos abortados.

Além da idade das vítimas, autoridades também querem descobrir a razão de algumas terem seus corpos revestidos com folhas de ouro. De acordo com a polícia, é possível que os cadáveres fossem ser utilizados em rituais de magia negra. Chow Hok Kuen, homem de 28 anos nascido em Hong Kong, mas naturalizado britânico, teria sido o autor dos raptos e será interrogado sobre o caso.

Leia mais

Kuen estava hospedado em um hotel, mas os bebês foram encontrados em outro estabelecimento da cidade. Seus corpos só foram encontrados depois que a polícia recebeu denúncias anônimas de pessoas que alegam ter tido acesso a um site no qual o suspeito estaria negociando as vítimas com clientes de alto poder aquisitivo. De acordo com a polícia, um cliente pretendia comprar a mercadoria pelo equivalente a 13 mil reais.

Se for condenado, o suspeito poderá ficar um ano detido ou ser obrigado a pagar uma multa de dois mil baths (cerca de 130 reais). Na Tailândia, persiste a cultura de que certos rituais de magia negra são capazes de afastar a má sorte e trazer a prosperidade.

Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários