Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 15/May/2012 às 18:01
1
Comentário

Apresentador Datena diz que pode se demitir da Band por pressão de Kassab

Datena ainda disse ter responsabilidade pela carreira política do prefeito e o chamou de “ingrato”. “Se tem alguém que defendeu esse prefeito, que ajudou a colocar esse cara no gibi, fui eu”, afirmou.

datena kassab ingrato

"Eu tinha compromisso com o bom prefeito que ele era. Deixou de ser, porrada nele", afirmou Datena, em referência à Gilberto Kassab

Pauta indicada por Wagner Iglecias

Em seu programa matinal na rádio Bandeirantes (90,9 FM) desta terça-feira, o apresentador José Luiz Datena ameaçou “pegar o boné” (se demitir) da Band, e que os ouvintes deveriam saber que, se ele sair do ar, “já sabem o motivo”. O motivo, no caso, seria uma suposta pressão do prefeito Gilberto Kassab a Datena e à Band, por causa das denúncias que ele vem repercutindo em seu programa.

Datena se referia ao caso revelado ontem pela Folha (leia aqui), sobre o ex-diretor da Prefeitura de São Paulo e ex-assessor de Kassab, Hussain Aref Saab, que teria acumulado cerca de R$ 50 milhões em imóveis durante a última década. Aref era chefe do Departamento de Aprovação de Obras, responsável pela liberação de construções e reformas de imóveis em São Paulo.

“Isso é coisa de crime organizado, de máfia. O cara (Aref) tem quase 70 anos de idade, acha que ele ia fazer sozinho? O que eu fico indignado é esse prefeito achar que é uma coisa pessoal (quando a gente faz) denúncias contra ele (sua administração)”, declarou Datena.

Leia mais

O apresentador ainda chamou Kassab de “ingrato” e disse ter sido um dos responsáveis por sua carreira política.

“Se tem alguém que defendeu esse prefeito, que ajudou a colocar esse cara no gibi, fui eu”, afirmou o apresentador. “Sempre defendi o Kassab, sempre o colocava no ‘Brasil Urgente’, quando ele era combativo, enfrentava enchentes…”, continuou.

“Esse cara é um ingrato, acima de tudo. Fiz (ajudei) porque achava que era um baita de um prefeito. Quando o cara esqueceu de ser bom político, e começou a querer fundar partido, e esquecer a cidade, eu sentei o cacete mesmo. Eu tinha compromisso com o bom prefeito que ele era. Deixou de ser, porrada nele.”

Procurada, a assessoria de Kassab não quis comentar.

Folha Online

Recomendados para você

Comentários

  1. geoneds Postado em 15/May/2012 às 18:17

    "ladrão que rouba ladrão, 100 anos de perdão" hehehehehe Isso que dá ser "Mano da onça"