Luis Soares
Colunista
Racismo não 02/Mar/2012 às 15:20
7
Comentários

Impressionante teste de preconceito no Facebook revela resultado assustador

O Museu Memória e Tolerância criou 2 perfis masculinos e 2 femininos no Facebook, com tudo idêntico, exceto a cor da pele. Veja o resultado.

Preconceito Facebook Teste Curtir NãoO preconceito está muito mais presente em nosso cotidiano do que imaginamos. O simples ato de aceitar ou recusar um convite de amizade nas redes sociais já pode dizer muita coisa sobre isso, como demonstrou o teste realizado pelo Museu Memória e Tolerância, uma instituição mexicana que tem o objetivo de ensinar a tolerância por meio da memória histórica.

A instituição criou quatro perfis no Facebook. Camila Peralta, Britani Cadena, Alonso Piccard e Brayan Carlo Rublo.

As duas mulheres eram representadas pela mesma modelo e os dois homens pelo mesmo rapaz. A diferença é que as fotos de Britani Cadena e Brayan Carlo Rublo foram digitalmente modificadas para que eles tivessem um tom de pele mais escuro. Fora isso, as características dos perfis eram exatamente iguais.

Leia mais

As duas mulheres faziam um pedido de amizade para a mesma pessoa ao mesmo tempo. O mesmo acontecia com os homens. O resultado foi que Camila Peralta foi 100% de vezes mais aceita do que Britani e recebeu seis vezes mais comentários. No caso dos rapazes, a diferença foi ainda maior. Alonso obteve 300% de aceitação a mais do que Brayan. Além disso, o perfil de Brayan foi denunciado quatro vezes e o de Alonso apenas uma. Na última denúncia, a rede social apagou o perfil do rapaz.

Veja o vídeo e reflita um pouco sobre o resultado. Também vale a pena visitar o site do Museu.

Por Festival Latino-Americano e Africano de Arte e Cultura / Via Revista Forum

Posts relacionados

Comentários

  1. Carlos Postado em 02/Mar/2012 às 15:48

    "...A mulher não possui muito desenvolvido o seu senso de justiça, o que a leva a predominância da vontade em sua psique". Sigmund Freud. A maioria das mulheres, consciente ou inconscientemente, deixam-se levar pela imagem exterior nas suas relações interpessoais.Haja vista o fato da pesquisa demonstrar que foi de 300% a rejeição deles, homens, por elas.

  2. Debora Postado em 02/Mar/2012 às 18:32

    Por isso, Freu é tão descartável...

  3. Peri Postado em 03/Mar/2012 às 00:48

    Será que o machista acima releva que o estudo trata de uma situação muito específica e que o Freud não leva em conta que a pressão em cima das mulheres para que elas engulam padrões de beleza costuma ser muito maior do que sobre os homens?

  4. Carlos Postado em 03/Mar/2012 às 08:05

    Peri, A pressão da mídia para que eu (e todos nós) engula o consumismo e a concorrência que me são passados diariamente não me torna nem consumista e nem egoísta.

  5. Felipe Postado em 05/Mar/2012 às 14:27

    Quem faz a pressão ser maior ou menor é quem a aceita ou não (respectivamente). Não acho, neste caso, que o resultado possa ser considerado - falar em porcentagem pode ser arriscado quando o número de amostras é pequeno. Faltou o número total de convites feitos e aceitos ou rejeitados. Acredito que o número de amostras tenha sido elevado, já que virou notícia! Mas por favor, da próxima, não se esqueçam da quantidade e de mais detalhes sobre a pesquisa!

  6. Marcos Cabral Postado em 06/Mar/2012 às 03:02

    eu gostei bastante da ideia, mas a pesquisa deveria ser realizada com 100 perfis para os resultados se confirmarem, mas sinceramente, com apenas quatro não dá pra tirar qualquer conclusão mais ampla

  7. Guilherme Postado em 15/Jul/2013 às 15:28

    fiz um teste ao contrário num site de relacionamento. As negras quase sempre respondem, as brancas esnobam...

O e-mail não será publicado.