Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Homofobia 28/Feb/2012 às 17:27
0
Comentários

Beijo gay entre sargento dos EUA e namorado causa comoção no Facebook

A foto do sargento Brandon Morgan e seu parceiro, Dalan Wells, se beijando após o retorno de Morgan do Afeganistão, causou frenesi na internet. A imagem foi curtida mais de 15 mil vezes, compartilhada por quase três mil pessoas e recebeu mais de três mil comentários na página “Marinheiros Gays”, no Facebook.

beijo gay soldado eua marinheirosA cena, que é bastante comum para oficiais que retornam de missões dos EUA em países como Iraque e Afeganistão, aconteceu em uma base militar no Havaí. “Fico feliz de servir como exemplo para alguém. Muito obrigado a todos por divulgaram minha história”, disse o sargento, de acordo com a página Gay South Florida, do jornal Miami Herald.

Nesta terça-feira (28/02), não era possível ver a foto nem a página do Facebook sobre homossexuais na marinha norte-americana.

Dalan e Brandon seguiram os passos das oficiais Marissa Gaeta e Citlalic Snell, que compartilharam o primeiro beijo lésbico na tradicional volta para casa. As duas foram fotografadas na Virgínia, ao se reencontrarem depois de 80 dias.

“Eu acho que é algo que vai abrir portas, não só para nossa relação, mas para todas as outras relações entre gays e lésbicas que estão no serviço militar”, disse Citlalic na época, ao deixar que registrassem o reencontro com a namorada.

Demonstrações públicas de afeto entre gays devem se tornar cada vez mais frequentes. Isso porque a política “Don’t ask, don’t tell” (“Não pergunte, não diga”), criada em 1993 e que proibia qualquer um que demonstrasse “propensão ou intenção de se envolver em atos homossexuais” de servir nas Forças Armadas, foi revogada em setembro de 2011.

Leia mais

A justificativa era que isso poderia criar um “risco inaceitável para os altos padrões de moral, ordem, disciplina e coesão das unidades que são a essência das capacidades militares”.

Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários