Redação Pragmatismo
Compartilhar
PT 13/Jan/2012 às 12:49
3
Comentários

Aécio inicia forte ofensiva para acabar com o PT de Minas Gerais

Se a aliança PSDB-PMDB vier a se confirmar em Minas, o PT estará condenado à asfixia política no segundo maior colégio eleitoral do País

Aécio Minas PT

Aécio Minas PT

O dia de hoje começa com ar de sexta-feira 13 para o PT de Minas Gerais. Numa cartada própria, o senador mineiro Aécio Neves, que sonha com a presidência da República em 2014, convidou o PMDB a integrar o governo do tucano Antonio Anastasia, chefe do Palácio da Liberdade. O convite foi feito ao deputado Antônio Andrade, presidente do PMDB mineiro. Se for aceito, e essa é a tendência, provocará uma grande reviravolta na política mineira, com repercussões nacionais. Significaria o rompimento da aliança PT-PMDB em Minas e um primeiro alinhamento importante dos peemedebistas com os tucanos.

Leia também

O nome mais provável para integrar o governo Anastasia é o do deputado Saraiva Felipe, que seria o secretário de Saúde de Minas. Em contrapartida, o PMDB apoiaria o candidato de Aécio Neves na sucessão municipal em Belo Horizonte, que é o atual prefeito Marcio Lacerda, do PSB. Vale lembrar que, nas últimas eleições municipais em BH, o PMDB enfrentou o poder de Aécio, numa chapa encabeçada pelo ex-ministro Hélio Costa.

Com uma bancada relevante, o PMDB mineiro está alijado do poder em sua base local e também no plano federal, pois não conseguiu emplacar nenhum ministro no governo Dilma. E se o partido, de fato, decidir se aproximar de Aécio, poderá amplificar também a crise do PT mineiro. Nas últimas eleições, o partido impediu a candidatura de Patrus Ananias para apoiar Márcio Lacerda, gerando profundas cicatrizes. Foi o único caso em que petistas e tucanos estiveram do mesmo lado. E hoje muitos petistas classificam essa parceria como uma aliança “Caracu” – o que dispensa explicações.

Leia mais

Recentemente, diversas pessoas indicadas pelo PT foram demitidas da prefeitura por Márcio Lacerda. O vice-prefeito Roberto Carvalho trabalha para ser candidato, mas também enfrenta resistências internas. E se a aliança PSDB-PMDB vier a se confirmar em Minas, o PT estará condenado à asfixia política no segundo maior colégio eleitoral do País.

Brasil 247

Recomendados para você

Comentários

  1. Carolina Costa Postado em 13/Jan/2012 às 15:43

    Não sei se esta aliança seria assim tão tranquila para Aécio Neves. O PMDB em Minas é muito dividido em relação ao apoio ao Palácio Administrativo. Alguns são alinhados ao governo de Minas, outros, como Sávio Souza Cruz, Antônio Júlio, nem tanto. Conhecemos o PMDB de longa data, sabemos como funciona o fisiologismo deles. Contudo, este apoio do PMDB ao Anastasia iria criar um crise interna, como a aliança a Márcio Lacerda criou ao PT. O erro do PT, no meu ponto de vista, foi não ter tido candidatura própria em BH em 2008, agora como diz Reginaldo Lopes, o PT vai apoiar a reedição da aliança com o PSDB para consertar o erro que cometeu. Erro esse que, se hoje, o PT lança candidatura própria pode perder o apoio do PSB em nível nacional futuramente, já que o presidente do PSB nacional, Walfrido Mares Guia disse que BH é uma questão muito especial para o PSB. E o PSB não está brincando quando o assunto é política, são 8 governadores. Além disso, se o PT lança candidatura própria, se perde, vai ficar fora da prefeitura, o que pode agravar a situação petista. Já está bastante claro que o projeto do Aécio é acabar com o PT em Minas, tanto que o próprio Pimentel disse que ficou surpreso da campanha do Aécio pelo Itamar para o Senado, deixando o PT cada vez mais fora. Agora, o PT tem que recolher os cacos e pensar em próximas alternativas para não se perder de vez em Minas, até mesmo, tentar segurar o PMDB que sempre tende para quem tem mais poder...

  2. Analise DA SILVA Postado em 13/Jan/2012 às 16:25

    Fiquei chocada quando o Pimentel ficou surpreso...
    Ele não avaliou o preço que o Partido e que o povo belohorizontino teriam que pagar pela postura "vende pátria" dele?
    Ou a questão é que, para que ELE chegue ao Palácio da Liberdade, vale tudo???
    Considerando-se que na aliança CARACU,o PT entrou com a cara e o povo de Belo Horizonte com o complemento e devemos essa ao Pimentel... Se o PT reeditar a aliança poderá até ficar mais próximo de alguns carguinhos no Palácio da Liberdade, mas se distanciará mais ainda do povo de BH.
    Caminhem pela cidade e conversem com os cidadãos.
    Mas façam isso com vontade de ouvir.

  3. GLENDA TYLER Postado em 17/Jan/2012 às 13:25

    GRAÇAS A DEUS!!!!!!!!!!!!!!! ANTES RENASCER DAS CINZAS DO QUE AGONIZAR COM TUCANOS. AGORA TEREMOS DEFINIÇÕES CLARAS DE POSIÇÕES E LADOS. FOI UM HORROR SER PT EM MINAS E TER Q FICAR ALGEMADA EM PSDB !!!!!!!!!!!!!!!!!!!