Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 02/Dec/2011 às 14:49
6
Comentários

Lendas e mitos sobre Cuba e o SUS: você está sendo manipulado

Texto de (*)André Falcão, colaborador de Pragmatismo Político
CUBA alfabetizou 6 milhões de pessoas em 28 países daAmérica Latina, Caribe, África, Oceania e Europa. E por que CUBA é tãocriticada pela imprensa do Brasil e EUA?
Foto: http://blogsintesecubana.blogspot.com
Quantos países com mais de 100 milhões dehabitantes dispõem de um sistema público e gratuito de saúde? Só o Brasil. Entãoos EUA, por exemplo, não têm o seu SUS? Não. Não dispõem de nada sequerparecido. Os pobres de lá ― e já são 46 milhões ―, estão entregues à própriasorte. Tá, mas no SUS certamente doenças graves, cujo tratamento seria muitocustoso na rede privada de saúde, não são tratadas! Não, também. Pacientes comcâncer, por exemplo, são tratados pelo SUS. O Brasil, aliás, é o único país domundo ― do mundo(!) ― que trata, gratuitamente, a esclerose múltipla. Mais:distribui, com o dinheiro dos impostos de que tanto reclamamos o pagamento, todosos remédios para todas as doenças incuráveis do país. Ôxe, e por que a nossa mídiatupiniquim não valoriza o SUS? Por que nós mesmos somente criticamos o SUS,mesmo que em alguma vez na vida já tenhamos sido por ele atendidos?
Leia também:
Do SUS pra CUBA, oscubanos devem ser extremamente antipáticos ao seu ex-presidente Fidel Castro,não? Afinal, trata-se de um dirigente que esteve por 49 anos no poder. Nadadisso. O povo cubano ama e respeita seu presidente. E por que tantos cubanosquerem deixar o país, segundo a imprensa com estardalhaço nos “informa”? Bem,certamente Fidel Castro não é unanimidade. Por outro lado, CUBA continua sobataque constante dos EUA, oficialmente, inclusive, permanece em estado deguerra. Ora, alguém que abandone o seu país em guerra é considerado desertor.Lá não é diferente. Pra se ter uma ideia, além do bloqueio econômico imposto aCUBA pelos EUA desde 1962 ― e, por conseguinte, imposta (e “aceita”) a suaadesão a diversos países ―, só nos primeiros 14 anos após a Revolução PopularCUBA sofreu quase 6.000 ataques terroristas patrocinados pelos EUA. Logo osEUA, oficialmente tão preocupados com o terror…
Pobre, como é, apequena CUBA então deve ser um descalabro em questões de saúde e educação,certamente. Também não. Muito ao contrário. CUBA tem um sistema de saúdepúblico e gratuito de primeiro mundo em se tratando de recursos humanos etecnológicos, e praticamente não há analfabetos, tampouco miséria absoluta. Paraque se tenha uma ideia, com seu método de alfabetização “Eu posso, sim”, CUBAlogrou alfabetizar, pasme, cerca de 6.000.000 de pessoas em 28 países daAmérica Latina, Caribe, África, Oceania e Europa. E por que CUBA é tãocriticada pela imprensa do Brasil e EUA? Por que a gente critica CUBA?
Leia mais:

Por meio de quefontes de informação, enfim, a gente conhece o SUS e CUBA?

André Falcão é advogado, escritor e editor do Blog do André Falcão. Escreve coluna quinzenal em Pragmatismo Político.

Comentários

  1. Rosa Maria Postado em 03/Dec/2011 às 16:49

    Você usa o SUS? Se usa e acha ótimo é porque tem conhecimentos lá dentro; caso contrário saberia que:
    1)Só para tirar a carteirinha leva 4 horas.
    2)Para fazer exames mais complexos como um ecocardiograma, você tem que esperar um ano, no mínimo.
    3)Para fazer exames de sangue e de urina, você enfrenta uma fila de centenas de pessoas e nunca demora menos de 3 horas em todo o processo. Isso sem falar da orientação incorreta fornecida pelo atendente que me fez colher urina durante 24 horas quando o exame pedia apenas e tão somente a 1a urina do dia.
    Os resultados dos exames de sangue e de urina mais básicos costumam demorar para sair 15 dias, na melhor das hipóteses, já os do tipo T4 e TSH demoram cerca de um mês.
    Os retornos médicos costumam ser marcados para 3 meses!!!
    Quanto à Cuba eu estive lá há muitos anos, quando ainda o Brasil não havia reatado as relações diplomáticas, e naquela época fiquei surpresa com o tratamento especial que todos os turistas recebiam em detrimento da população local. Quando questionei o guia local ele disse-me que tal deferência justificava-se porque os turistas traziam dinheiro para o país.
    Já naquela época (década de 80)via-se jovens querendo obter dinheiro de turistas de diversas formas.

    • ALGOPI Postado em 17/Oct/2013 às 11:52

      São inegáveis os avanços do SUS como são visíveis os seus problemas para atender quase 200 milhões de pessoas. O governo tem investido bastante no SUS mas o fim do CPMF foi uma facada no orçamento da saúde.

  2. lucianaccc Postado em 05/Dec/2011 às 20:16

    O povo quer que um sistema que atende mais de 100 milhões de pessoas não tenha fila, espera e ofereça acomodação 5 estrelas?

  3. Mirelladoida! Postado em 05/Dec/2011 às 22:41

    Pelo preço que pagamos, seria justo, não?

  4. ADRIANO ALMEIDA Postado em 06/Dec/2011 às 14:05

    Gente! Temos que sair do senso comum. O que se faz necessário é uma discussão séria, aberta, sem preconceito e coerente acerca do SUS. O que mais se ver, ler e identifica é um discurso parcial e movido pela mídia. Só apontamos o lado negativo. Pelo pouco que andei apurando, a coisa não é tão feia assim.
    Pouca gente tem consciência que o sistema é utilizado pelos planos de saúde, pois na busca de maximizarem seus lucros, empurram os seus associados para o SUS, nos procedimentos dispendiosos. Pouca gente sabe disso. Enquanto a sociedade for movida pela manipulação midiática, viveremos como gado. Não estou dizendo que o sistema é maravilhoso para todos. Mas com certeza existem alguns, mesmo não sendo necessitado, colhendo os frutos doces dessa árvore mãe de todos. Cidadão conhece seus deveres e direitos. A construção da realidade é algo que precisa ser questionada.
    Todos em seus comentários estão de parabéns, pois foram capaz de expor seus sentimentos e conhecimentos. A dialética e a aceitação da opinião do outro se faz essencial.

  5. lucianaccc Postado em 06/Dec/2011 às 16:47

    Preço que pagamos? Que preço nós pagamos? Somos um dos povos que mais sonegam impostos no mundo, um dos mais incivilizados, Não fossem os impostos sobre o consumo o País já teria ido à bancarrota.

    O país é pobre, a União tem que tirar dinheiro de quem tem mesmo, quem quer atendimento cinco estrelas que procure por outros meios, pois o SUS é o básico, sem luxos.