Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Desigualdade Social 08/Nov/2011 às 21:39
27
Comentários

Jô Soares: 'País rico é país sem pobreza' é motivo de piada no meu espetáculo

O que chama mesmo a atenção é como alguns agentes da comunicação desenvolveram uma fórmula inescrupulosa para delinear cenários elogiosos à Dilma e seu governo

entrevista jô soares erradicação da pobreza

Luis Soares, Pragmatismo Político

Do novo formato apresentado pelo programa Roda-Viva da Tv Cultura, merecem destaque até agora a ausência de Marília Gabriela, que livrou o telespectador de chavões simplórios e recheados de moralismos forçosos, como também o sumiço de Augusto Nunes, um jornalista de traços comuns, munido de um rancor indecifrável à cor vermelha e que fracassadamente se pretende analista socioeconômico, ou talvez intelectual de projeção, que seja.

De resto, os joviais cedidos por Folha, Estadão e congêneres não fedem, nem cheiram – salvo minguadas exceções. Bajulam ou contrariam de acordo com as circunstâncias de pauta e do nome do entrevistado.

Jô Soares foi o convidado sabatinado no programa exibido na última segunda-feira (7/11). Bajulado, e não poderia ser de outro modo, protagonizou uma entrevista enfadonha e fugiu de comprometer-se às perguntas mais capciosas. Dedicou a maioria do tempo a cuidar de expor o seu novo livro e abordar aspectos relacionados a sua carreira no teatro.

Mário Sérgio Conti, único a tentar tirar-lhe de posição confortável, mencionou o episódio em que Jô protestou publicamente, ao vivo, contra a censura que a Rede Globo (ver aqui), à época de sua migração para o SBT, impusera-lhe. Jô desconversou, disse tratar-se de caso isolado, individual e águas passadas, como que rasgando o então respeitável manifesto.

Daí, entre assuntos de ordem familiar e informalidades que não valem menção, debandam a falar sobre a ascensão da mulher exercendo papéis de destaque e liderança na contemporaneidade. Em um dado momento, naturalmente, a jornalista Cristina Padiglione, do Estadão, deseja ouvir de Jô Soares suas impressões acerca de Dilma Rousseff, a primeira mulher à frente do comando da nação. Ao que responde o apresentador global:

Acho ótimo uma mulher na Presidência e tenho sentido um outro nível de empenho. Mas a ‘presidenta’, como gosta de ser chamada, parece ser mal assessorada. Por exemplo, não se pode usar um lema ‘País rico é país sem pobreza’ (…) a frase, fora de contexto, fica uma bobagem. O lema é anunciado em todas as ações do governo, inclusive antes da (minha) peça, porque há subvenções, inclusive, do governo do estado e do governo federal, e termina com o locutor anunciando os patrocínios e dizendo, ‘País rico é país sem pobreza’.

É o primeiro tiro da peça, diz Jô, que prossegue, de modo a gesticular e representar as gargalhadas entusiasmadas da plateia quando escutam o slogan do governo federal antes da peça.

Não sei se é anormal não encontrar graça no episódio supracitado, mas certamente é anormal interpretar o slogan do governo no sentido literário. Nem o sujeito mais desatento o faria. O lema do governo federal é efetivo exatamente porque propõe o alerta de não mais incorrermos no erro de crescer economicamente sem repartir com menos disparidade as fatias do bolo. Não repetir as oportunidades em que o Brasil crescia sem resolver questões estruturais, permitindo que o desenvolvimento não fosse acompanhado da justa e correta distribuição de renda. Nunca é demais lembrar que, quando eleita, Dilma destacou a erradicação da miséria como meta prioritária do plano de governo.

Na verdade, é secundário o que pensa Jô Soares a respeito do slogan do governo que patrocina os seus espetáculos. O que chama mesmo a atenção é como alguns agentes da comunicação desenvolveram uma fórmula inescrupulosa para delinear cenários elogiosos à Dilma e seu governo com dúbias intenções.

Para elogiar o atual governo, primeiro é necessário realçar a suposta superioridade deste em relação ao governo Lula, mas, logo em seguida, fazer um parêntese de caráter repulsivo. Usando uma linguagem bastante simplificada, é como na frase a seguir: “o governo Dilma é mais empenhado que o anterior, embora ainda repleto de incompetentes“.

Não, Jô, colegas da comunicação de massa e devotos afins, o governo Dilma não é melhor, nem pior, que o governo Lula. Nenhum conservador ou progressista mais inteligente deve desconhecer que no Brasil, devido às bases historicamente injustas, e onde os direitos adquiridos têm que ser democraticamente respeitados, a continuidade administrativa é o caminho mais aceitável.

Para o Brasil ser um país de todos – lema do governo Lula –, é imprescindível almejar um país sem pobreza, sem miséria – slogan do governo Dilma.

Clique aqui para assistir a íntegra da entrevista

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Carlos Postado em 09/Nov/2011 às 16:15

    Só há uma coisa sábia a fazer com Jô Soares: ignorá-lo total e solenemente. Não compensa gastar vela com defunto ruim.

  2. tenhohorrorapobre Postado em 09/Nov/2011 às 17:14

    Nossa, mas o senhor é um puta de um teleguiado heim, ELE falou de contexto, aquilo é um espetáculo de humor, logo o pessoal leva propositadamente o slogan de forma literal

  3. Analise técnica ocorrência em Santo André Postado em 09/Nov/2011 às 17:30

    HA é e o que me diz dos escandalos de corrupçao do governo do PT pais o eslogan do PT deveria ser pais rico bom para corrupto roubar isto sim.

    Ate hoje estes programas politicos de politicagem de compra de votos com bolsa familia na verdade e uma vergonha em vez de arrumar emprego ao povo compra seu voto uma vergonha isto sim.. PT Partido de corruptos veja os tantos escandalos e a presidente defendendo corruptos como o ex ministro dos esportes provado e comprovada sua participação na corrupçao das ongs e o governo do DF tambem comprovada sua corrupçao e ainda no governo e com plenos poderes para impedir as investigações como retirar do cargo agentes da PC e ate comprar ou pior prometer de morte a testemunha tanto o é que mesmo comprava em video seus depoimenteos veio a desmentilos numa clara demonstraçao de que sofreu coação por parte do corrupto do PT no DF, amigos estamos vendo tudo acompanhando na internet quero eu que um dia chegue o impeachemente de Dilma pois estamos cansados de ver sua ditadura aprovando leis que favoreçam apenas o governo federal como a que foi aprovada onte deixando 20 % do PIB para a corrupta do governo poder roubar do erario publico, isto sim e um roubo e ninguem me perguntou se eu sou favoravel afinal de contas este dinheiro tambem e de meus impostos, logo voces estao me roubando, e eu estou vendo como todos os brasileiros a luta contra corrupçao começou e teu tempo esta chegando Dilma

  4. Luis Soares Postado em 09/Nov/2011 às 17:37

    Jô não falou de humor quando se referiu ao lema. Ele foi desafiado a tecer considerações sobre as ações do governo, mas optou por criticar um slogan, sinal de que não tinha mesmo muito a dizer.

  5. Carlos Postado em 09/Nov/2011 às 17:46

    Helena Setphanowitz magistralmente definiu Jô Soares:

    Jô Soares é o filho único de um casal de grã-finos, criado no Copacabana Palace, e que nunca conseguiu superar a idade mental de doze anos. Tanto que não consegue fechar a boca e comer do jeito que um homem de sessenta anos deveria. Com barbas brancas na cara, continua se comportando como o garoto gordo que faz o papel de bobo da classe. Acha que é engraçado, quando está sendo apenas ridículo. Acha que é mais inteligente que todo mundo, quando só é arrogante. Assistiu um programinha mambembe de um entrevistador estadunidense, imitou em tudo, até no cenário, e com isso se sente no direito de humilhar seus entrevistados, seus músicos, sua equipe técnica e até sua platéia.

  6. vaninho Postado em 09/Nov/2011 às 18:40

    Tomara que o dinheiro distribuido seja bem fiscalizado para não acontecer como erros do pssado e serem usados com uso eleitoreiro em regiões decoronelismo e páternalismo politico que sabemos existir me muitas regões do país.Gosto muito de Dilma e acho muito possível isso ser alcançado se países com PIB muito inferior ao nosso conseguiu nos podemos conseguir.Primeiro passo seria diminuir o peso da maquina pública realizando concursos públicos e diminuindo o numero de cargos comissionados que é o maior dos culpados de nosso deficit economico.

  7. meryll 77 Postado em 10/Nov/2011 às 01:25

    FAÇO MINHAS AS PALAVRAS DE HELENA SETPHNOWITZ PARA DEFINIR O APRESENTADOR JO SOARES. NAO HA MAIS O QUE DIZER.

  8. [email protected] Postado em 17/Nov/2011 às 19:41

    Senhores,

    O Jô jamais me convidaria para uma entrevista. Mesmo porque quando de sua primeira pergunta eu não responderia. Se me indagasse sobre meu silêncio eu diria: se você nunca deixou ninguém responder uma pergunta em toda a sua carreira, iria permitir que eu o fizesse agora?

    Não passa de um imbecilóide arrogante. Há anos não perco meu tempo aquilo.

    Abraços
    José Sabino
    O pueril

  9. RLocatelli Digital Postado em 30/Nov/2011 às 21:36

    Jô Soares é lixo.

  10. Johnny Postado em 11/Dec/2011 às 07:53

    FAÇO MINHAS AS PALAVRAS DE HELENA SETPHNOWITZ PARA DEFINIR O APRESENTADOR JO SOARES. NAO HA MAIS O QUE DIZER.

  11. Matheus Boni Bittencourt Postado em 12/Dec/2011 às 23:14

    Por favor, comparem o quanto o governo investe no bolsa-família (que beneficia milhões) e o quanto investe nos negócios do Eicke Batista (que beneficiam só a ele).
    E me digam se, diante desses FATOS, é possível falar de algum governo popular que enfrenta a "elite dominante". Mais uma vez, os ricos são os maiores beneficiados, e os trabalhadores ganham migalhas.

  12. la viea mon avis Postado em 30/Dec/2011 às 12:10

    ....é matheus..é de se pensar!!!!

  13. la viea mon avis Postado em 30/Dec/2011 às 12:11

    nesse país, tudo é possevel

  14. Sidney Postado em 03/Jan/2012 às 16:06

    Corrupção: R$ 3,2 bi são desviados dos cofres públicos em 2011, isso é tudo mentira, então porque temos que pagar tudo duplicado nesse pais, Saúde, Segurança, Educação e Moradia, e a arrecadação de mais 1,5 trilhões em 2011 é mentira também.
    O maior porblema e ficamos sentando e vemos as Quadrilhas chamadas de partidos dividirem o nosso pobre dinheirinho, nós somos os maiores culpados (POVO MANDADO)

  15. Grampola Postado em 22/Jan/2012 às 17:28

    jÔ COMO TODO MERCENÁRIO TEM PREÇO, E O DELE A GLOBO JÁ PAGOU.

  16. goiano Postado em 23/Jan/2012 às 22:12

    olha, o jô quiz entrar pra história tendo a "suposta coragem" de criticar um patrocinador. Ainda criticar a presidenta que detém a maior popularidade da história. Olha ele não tem nada de bobo. Que tal pegar carona nessa popularidade rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk]
    afinal essa gente é assim, quem está em alta, eles querem é tirar uma casquinha....................nesse Brasil onde ser famoso basta participar do bbb e se sente a celebridade, criticar a presidenta também soa como uma grande façanha kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk se toca jô..

  17. VALDEREZ ALMEIDA Postado em 06/Jun/2012 às 08:27

    PAÍS RICO É PAÍS SEM POBREZA. CLARO QUE É VERDADE! MAS QUE PAÍS É ESSE SEM POBREZA? É O B R A S I L ?

  18. maria Postado em 17/Jul/2012 às 13:22

    Ele é Muito Inteligente...

    • christian Postado em 19/Oct/2014 às 04:42

      é inteligente demais ao ponto de conduzir toda uma nação ao rumo que ele e a globo acham melhor para eles. pois o slogam do governo é corretissimo pois nosso pais so sera rico e desenvolvido se não tiver pobreza e sim mais igualdade e oportunidades para todos. vemos que a dilma se empenhou no prometido em sua campanha de erradicar a miseria em nosso país, pois pela primeira vez em 50 anos nao estamos na lista de paises miseraveis e tivemos avanços sociais e economicos nunca antes conquistados a melhor o pção é pt jamais psdb que governa apenas para as elites !

  19. maria Postado em 17/Jul/2012 às 13:25

    tem mais pobre que Rico ....

  20. maria Postado em 17/Jul/2012 às 13:27

    vai na favela e no nordeste. que você ver o que é pobreza!!

  21. maria Postado em 17/Jul/2012 às 13:30

    jô tem razão . se você quiser ter algo na vida. tem que trabalhar muito ... depois o governo leva afama

  22. luiz carlos Postado em 03/Apr/2013 às 07:05

    maria tá enganada aqui na bahia, é uma festa atras da outra e se estão comemorando é por que está tudo bem e tó falando de cidades do interior região semiarida como ribeira do pombal todo mundo aqui é de carro zero a qualidade de vida é otima pobres aqui tem casa popria com 4 quartos banheira de hidro suite e ainda imoveis de alugueis você tá totalmente enganada sobre a maioria das cidades da bahia...

  23. jose a rodrigues Postado em 06/Jan/2014 às 16:17

    voce vem falar de distribuiçao de renda,de onde voces virao tal distribuiçao de renda,o brasil e um dos ultimos colocado,em materia de distribuiçao de renda,olhe o sistema de saude falido,educaçao de quarto mundo,segurança publica de ma qualidade,saneamento,basico empacado,corrupçao,de todos os politicos e partidos,salario minimo de 678,reais,emquanto o governo gasta mais de um milhao de reais,com um dep.federal dep.estadual senadores,isso sim e distribuiçao de renda ou roubo.

  24. gilda Postado em 11/Mar/2014 às 22:01

    é vou mudar para Ribeira do pombal rsrsrrs

  25. Observador Junior Postado em 01/Jul/2014 às 01:05

    O Jô pode ser inteligente (principalmente pela boa formação e domínio sobre comunicação) e não duvido que ele fez boas ressalvas no meio do seu comentário. Mas não é surpreendente que gente inteligente também fale asneiras... principalmente quando se defende apenas seus interesses (não sei se foi o caso dele). Sobre o slogan, hoje eu particularmente penso o seguinte: "País rico é país inteligente e bem educado." Justificando: basicamente falando, vemos uma minoria que se emprenha nos estudos, e desta minoria uma pequena parte que se dá bem na vida profissional e uma outra pequena parte que sai prejudicada por causa da ignorância e falta de repeito e consideração pela maioria de uma sociedade cuja educação ainda é bastante deficitária. Em outras palavras, numa nação pobre vemos gente bem estudada e honesta que trabalha duro pra ganhar merreca, enquanto gente ignorante e desonesta fica rica fazendo coisa fútil ou errada. Será que é possível uma nação nesse estado ser rica? Rica no sentido amplo com certeza não pode ser...