Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 19/Sep/2011 às 21:16
1
Comentário

Chegou a hora: Intelectuais e artistas lançam manifesto pela Comissão da Verdade

Para enfrentar a resistência de setores reacionários e que sentem saudades da ditadura, um grupo de intelectuais encabeçado por Leonardo Boff, Emir Sader, Marilena Chauí e Fernando Morais lança um manifesto em apoio à criação da Comissão.
É hora de encarar de frente a história do Brasil
A Câmara dos Deputados deve votar no dia 21 de setembro o projeto que cria a Comissão da Verdade, encarregada de trazer à público as violações de direitos humanos cometidas durante o período da ditadura militar. A criação da Comissão enfrenta forte resistência de setores simpáticos e saudosistas da ditadura. Para ajudar a contrapor essa resistência, um grupo de intelectuais encabeçado por Leonardo Boff, Emir Sader, Marilena Chauí e Fernando Morais está lançando um manifesto de artistas e intelectuais em apoio à Comissão da Verdade. 
Leia mais: 
O texto do manifesto afirma:

As oportunidades da vida nos levaram ao caminho da arte, da música e do espetáculo e, ao seguirmos esses passos, nos transformamos não apenas em artistas e intelectuais, mas em militantes da liberdade, já que temos a possibilidade de expressar nossas ideias e nossos sonhos na linguagem da arte e do conhecimento.

A democracia não nos foi dada, ela foi conquistada por uma geração que não se calou diante da opressão. A experiência vivenciada naquele período de repressão marcou vidas e foi capaz de mudar a história, mas ainda não podemos celebrar a democracia se não tivermos pleno conhecimento das violações cometidas nesse passado tão recente.

O que nos move nesse momento é a esperança de que os parlamentares possibilitem a atual e as futuras gerações o conhecimento desses fatos, para sabermos a verdadeira verdade. Como defensores da livre expressão do pensamento e da democracia, manifestamos ao Congresso Nacional nosso desejo de aprovação do Projeto de Lei 7.376/2010, que cria a Comissão Nacional da Verdade para que essas violações sejam lembradas e conhecidas pelo povo brasileiro, pois essa é a única forma de garantirmos que isso nunca mais aconteça. 

Leia também:


Chegou a hora da verdade que o Brasil tanto espera.

_

Com informações de CartaCapital

Comentários

  1. josé Postado em 04/Oct/2011 às 13:58

    DEVEMOS, CONHECER TODA VERDADE, A SOCIEDADE NÃO PODE JAMAIS VIVER SOBRE UMA ILUSÃO EM QUE A "DEMOCRACIA" ATUAL É FRUTO DE UM PASSADO DE CONSENSUALIDADE E HUMANO.TUDO QUE DIZ RESPEITO AOS MOVIMENTOS DE UM VERDADEIRA LIBERDADE E TRANSPARÊNCIA INERENTE AO NOSSO BRASIL, DEVE, SER MOSTRADA E ESCLARECIDA DE MANEIRA UNIVERSAL.