Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 06/Aug/2011 às 15:19
1
Comentário

Devastação humana: uma seleção norte-americana de covardia e estupidez

Quando a vida é dissolvida em pólvora

Parece surreal, mas ainda há quem tente justificar (no Brasil, inclusive) as arbitrariedades cometidas pelos Estados Unidos da América durante o século passado e que se estendem até os dias atuais. Os argumentos são frágeis e desumanos. Ideias construídas com base no mito da prosperidade libertadora que só a terra do tio sam poderia oferecer. Os efeitos da propaganda estadunidense tomaram proporções globais, ludibriando cidadãos até de países que estiveram longe dos epicentros drásticos provocados pelos norte-americanos.
Lembrando os 66 anos do ataque nuclear em Hiroshima, este blog recorre aos arquivos com a intenção de registrar que a história não é contada apenas por vencedores e vencidos, como querem os EUA, sendo os vencedores os mocinhos, e os vencidos os vilões. Mas também por observadores. E não nos referimos aos observadores bajuladores dos “vitoriosos” – caso da grande mídia ocidental. Falamos dos observadores compromissados com a verdade factual e inquietos com quaisquer resquícios de covardia dirigidas ao ser humano.
Confira abaixo dez pinceladas que trazem à baila registros de ações absolutamente desiguais, covardes e desnecessárias. Pelo respeito às vítimas e à História:
1- Soldados do ocidente sentem prazer espancando crianças iraquianas – As imagens fortes revelam o espancamento covarde de crianças
iraquianas pelas forças ocidentais que se propuseram a instaurar a
“democracia” naquele país. São violações e arbitrariedades conhecidas
por todo o mundo, mas que transitam incólumes já que praticadas pela
nação mais poderosa do planeta e os seus aliados.
2- Aberração: Para quem ainda acredita que as guerras dos EUA são ‘humanitárias’ – 27 vezes. Vinte e sete vezes os EUA
bombardearam algum país, desde 1945. E cada vez tem-nos
afirmado que estes atos de guerra eram “justos” e
humanitários“.
3- O esquadrão da morte norte-americano – Soldados estadunidenses se divertem atraindo crianças afegãs com doces para depois alvejá-las a sangue frio.
4- EUA e Reino Unido negociaram petróleo do Iraque antes da invasão
Sem armas químicas e milhares de inocentes mortos. Documentos enfim
comprovam que a invasão do Iraque foi motivada pelo petróleo, mas
ninguém até agora foi punido.
5- Soldados americanos se divertem com cadáveres e causam revolta mundial – A revista alemã Der Spiegel publicou
fotografias que mostram abusos de soldados estadunidenses no
Afeganistão
. Nelas se vê militares junto de cadáveres, que poderiam ser
de civis, como se tratam-se de troféus. Diante do escândalo, o
exército estadunidense ofereceu desculpas “pelo sofrimento” causado.
6- A Guerra no Afeganistão: Ecos do Vietnã – Arquivo de documentos militares
confidenciais que abarcam seis anos da guerra do Afeganistão,
publicados na internet pela organização Wikileaks, relatam uma luta
inflamada e cada dia mais encarniçada, na perspectiva dos Estados
Unidos. E, para todos os afegãos, um horror crescente.
7- Metade dos presos em Guantánamo era inocente, revela WikiLeaks
Os jornais El País,The New York Times e Washington Post publicaram
em seus sites uma série de documentos
secretos que revelam informações detalhadas sobre a base militar
norte-americana de Guantânamo. Os três veículos tratam de fichas de 759
dos 779 presos que passaram pela prisão.
8- WikiLeaks vaza vídeo que mostra crimes de guerra no Afeganistão – A revelação das ações detalhadas de mais de 90 mil incidentes publicados que envolvem
militares americanos, forças da Otan, tropas britânicas, francesas e
polonesas e expõem um cenário sombrio e pouco convincente em relação aos
“avanços” que, segundo o governo americano, teriam ocorrido no Afeganistão.
9- EUA e aliados cometem crimes monstruosos na Líbia – A agressão ao povo líbio difere das outras apenas porque o discurso que
pretende justificá-la excede o imaginável no tocante à hipocrisia.
10- Tortura deixa de ser tortura quando praticada pelos EUA? – Afogamento é técnica de tortura praticada aos prisioneiros dos EUA

Comentários

  1. Sidney Postado em 10/Apr/2012 às 18:13

    Porra os links estão bloqueados!!!