Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 07/Dec/2010 às 10:23
0
Comentários

Fundador do site WikiLeaks é preso em Londres

O australiano Julian Assange, fundador do site WikiLeaks, foi preso na manhã desta terça-feira (7) em Londres, após se entregar em uma delegacia de polícia. Assange estava sendo procurado após a Suécia emitir contra ele um mandado de prisão internacional.
Em comunicado reproduzido pelo jornal The Guardian, a Scotland Yard afirma que policiais prenderam nesta manhã Julian Assange, sob acusação de estupro. “Assange deve comparecer a corte de Westminster hoje”, diz o texto. Os juízes britânicos devem decidir se o mandado de prisão emitido pela Suécia levará à extradição do criador do site .

Em sua defesa, Assange afirma ser inocente e diz que a ordem de prisão do governo sueco é uma retaliação ao trabalho de divulgação de documentos secretos.

O advogado de Assange na Suécia, Bjorn Hurtig, afirmou na sexta-feira (03) que potências estrangeiras estariam “influenciando” a Suécia a ir atrás do austrliano. Hurtig avisou ainda que vai combater “qualquer tentativa de extradição” de seu cliente.

WikiLeaks

O WikiLeaks tem publicado centenas de telegramas diplomáticos dos Estados Unidos, provocando a ira do governo americano e levando empresas como a PayPal e a Amazon a deixarem de prestar serviços ao site.

Na segunda-feira (6) o WikiLeaks divulgou uma lista de instalações ao redor do mundo que os Estados Unidos classificam como vitais para a sua segurança nacional. A lista inclui oleodutos e centros de comunicação e transporte.

O banco suíço PostFinance congelou as contas de Assange. O site diz que a medida bloqueia 31 mil euros. Em comunicado, o WikiLeaks afirmou que Assange perdeu 100 mil euros em bens em uma semana.

Agências

Comentários

O e-mail não será publicado.