Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 10/Nov/2010 às 20:08
0
Comentários

Cerca de 60 milhões de estadunidenses não têm plano de saúde

Mais de 59 milhões de estadunidenses não tiveram acesso aos serviços de saúde do país em 2010, segundo revelaram autoridades federais nesta quarta-feira (10). Muitos dos que estão fora dos planos de saúde tiveram necessidade de tratamento médico, informaram.
 
O número de estadunidenses sem plano de saúde aumentou em 4 milhões de pessoas em relação ao primeiro semestre de 2008. Em março passado o Congresso aprovou a lei que reforma a saúde no país, dando acesso a cerca de 32 milhões de pessoas a tratamento médico. No entanto, o Partido Republicano quer cortar as verbas para o plano e até mesmo revogá-lo.

Os republicanos reconquistaram a maioria na Câmara dos Representantes e especialistas do setor de saúde acreditam que a implementação da reforma sofrerá um severo impasse nos próximos dois anos.

O Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) revelou que 9% dos adultos perderam seus planos de saúde privados neste ano, e que o sistema público absorveu apenas 5% deles.

Segundo esses dados, 22% dos americanos na faixa dos 18 a 64 anos não têm qualquer tipo de assistência. Maiores de 65 anos têm direito a atendimento gratuito pelo programa Medicare.

O relatório compilou dados de uma pesquisa domiciliar feita com 90 mil pessoas de 2006 a 2010. No primeiro semestre de 2008, o número de americanos sem plano de saúde era de 56,4 milhões. Saltou para 58,7 milhões no mesmo período de 2009, e chegou a 59,1 milhões em 2010.
Agência Brasil

Comentários