Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 13/Oct/2010 às 17:30
0
Comentários

Serra nega conhecer Paulo Preto mas posa para uma foto ao lado dele

O presidenciável tucano José Serra, embora tenha negado conhecer o ex-diretor de Engenharia da empresa Desenvolvimento Rodoviário S.A (Dersa) Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, aparece ao lado dele em uma foto de outubro do ano passado. Paulo Preto estava no governo de São Paulo desde 2005. Foi o coordenador de obras viárias que eram prioritárias para Serra: Nova Marginal Tietê, Jacu-Pêssego e Rodoanel. Foi ele também que tentou explicar na TV o acidente no Rodoanel em 2009, quando um dos viadutos desabou. Há suspeita de superfaturamento na obra e utilização de materiais de baixa qualidade.
Outra acusação que pesa sobre o “homem-bomba” tucano, segundo definição da revista semanal de direita Veja, é o envolvimento do seu nome na operação Castelo de Areia, da Polícia Federal, que investigou a empreiteira Camargo Corrêa entre 2008 e 2009. Embora não tenha sido indiciado, Paulo Preto é citado em uma série de documentos. Um dos papéis indica que o ex-diretor da Dersa teria recebido quatro pagamentos mensais de pouco mais de R$ 400 mil, o que ele nega.

Comentários

O e-mail não será publicado.