Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 08/Oct/2010 às 19:44
0
Comentários

José Serra agiu para prejudicar Zona Franca de Manaus

O presidenciável José Serra (PSDB) parece pouco preocupado em fazer campanha nas ruas, onde está o povo. Prefere ficar diante do computador comprando briga com adversários no Twitter. Nestes dias, dedicou tempo para atacar a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC) só porque a deputada lembrou aos usuários do microblog que Serra foi um dos carrascos paulistas que tentaram acabar com a Zona Franca de Manaus.
 
Agora que é candidato, Serra desmente a informação, mas não consegue apagar o passado. O candidato tucano, ao lado da maioria da bancada do PSDB foi sim um dos que mais agiram no Congresso Nacional para colocar fim na Zona Franca e favorecer os interesses de empresários paulistas.

A deputada federal Vanessa Graziotin (PCdoB), agora eleita senadora, desmente o tucano: “É uma questão ideológica. Todo mundo sabe que Serra sempre foi contra a Zona Franca. Como governador de São Paulo, ele sobretaxou os produtos do Amazonas”.

Os fatos comprovam a versão de Vanessa. Em 2007 e 2008, o então governador José Serra ez uma lei sobretaxando em 6% os produtos eletrônicos da Zona Franca de Manaus vendidos em São Paulo (principalmente celulares e monitores digitais).

Essa sobretaxa criada por Serra era a principal causa do enfraquecimento do Pólo Industrial de Manaus.

Na época, o governador do Amazonas, Eduardo Braga, denunciou uma guerra fiscal
decretada por José Serra, de um Estado gigante que representa 36% do PIB (Produto Interno Bruto) contra o Amazonas que representa 2% do PIB.

O governo do Amazonas entrou com recurso na Justiça para contestar a sobretaxa, argumentando que a mesma é inconstitucional. A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) número 3935 tramitou na Advocacia Geral da União (AGU) contra São Paulo. Clique aqui para ver a ADI.

Ao contrário dos tucanos, que ameaçam a Zona Franca, o governo Lula deu total apoio à ela e os incentivos fiscais foram prorrogados até 2023.

São Paulo é o estado mais rico e mais desenvolvido do Brasil. Precisa competir com países estrangeiros, e não contra Estados mais pobres, da região Norte e Nordeste. O Amazonas precisa da Zona Franca de Manaus para não ter que recorrer a atividades econômicas que desmatem a floresta. Mas o candidato tucano, que agora diz ser “ambientalista desde criancinha” parece que não pensou nisso quando agiu contra a região.
Claudio Gonzalez

Comentários