Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 16/Oct/2010 às 21:17
17
Comentários

Confusão em missa no Ceará envolvendo José Serra

A visita do candidato José Serra (PSDB) à cidade de Canindé, a cerca de 120 km de Fortaleza, acabou em confusão na tarde deste sábado (16). Depois de se reunir com alguns prefeitos e o senador Tasso Jereissati (PSDB), o tucano foi hostilizado por um grupo de militantes do PT.
Durante a missa celebrada na Basílica de Canindé, o padre disse que eram mentirosos os panfletos que circulavam na igreja afirmando que a candidata petista, Dilma Rousseff, era a favor do aborto e tinha envolvimento com grupos terroristas como as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e ainda criticou a postura dos tucanos.

“Gostaria que a missa não fosse tumultuada com os políticos que aqui chegaram, por favor. Se vieram com outra intenção, peço que saiam assim como entraram. Isso é uma profanação”, advretiu o celebrante olhando fixamente para a fileira da frente onde Serra estava.

Perto do fim da missa, o frade exibiu um panfleto contra Dilma e foi mais duro ainda: “Acusam a candidata do PT em nome da igreja. Não é verdade”. A plateia aplaudiu. “Não está autorizada essa coisa. A igreja não está autorizando essas coisas”. Mais aplausos. Serra saiu à francesa.

Foi o suficiente para se instaurar a confusão.

O senador Tasso se exaltou e foi tomar satisfação do padre, afirmando que era um “padre petista” como aquele que estava “causando problemas à igreja”. Alguns partidários do tucano também se exaltaram e o padre saiu escoltado por seguranças. Nenhum membro da administração da paróquia confirmou o nome de padre. Disseram apenas que ele não era da cidade.
Escute o áudio e tire as suas próprias conclusões:

Agência Brasil & Blog do Miro

Comentários

  1. Elizete Postado em 17/Oct/2010 às 01:55

    Isto é uma vergalha...Estou indignada com essa atitude dentro da Igreja,o Padre defendendo uma Cristã, pessoa de DEUS e ai vem essas políticos, que se dizem ser do povo e para o povo e fazer uma agressão dessa. Os senhores do Tasso Jereissati (derrotado aqui no Ceará) e José Serra (querendo ganhar as eleições, com as mentiras), e o Sr. Lucio Alcantara (um derrotado pela 2ª vez, perdeu as eleições e agora volta-se para o corja com beicinho de choro), depois de toda palhaçada que eles fizeram, agora querem dar uma de santo...nunca vi o Sr. Tasso Jereissati em uma igreja perto da casa dele, por que será que ele só assiste missa no interior? Dar para desconfiar...

  2. Anonymous Postado em 17/Oct/2010 às 12:13

    Um absurdo tudo isso que esta acontecendo contra a Dilma e mais absurdo ainda o que foi feito na Santa Missa pelo partido desse candidato, não respeitaram a nossa fé. Que vergonha, não quero isso para o meu país.
    É Dilma 13, pela democracia e desenvolvimento.

  3. Francisco Postado em 17/Oct/2010 às 14:47

    Depois que a imprensa mostrou panfletos com símbolos da CNBB e o Silas Malafaia fazendo propaganda para o hipócrita Zémentirososserra,vejo que isso tudo virou um grande negócio.A teoria religiosa que pregam raras vezes são colocadas em prática.O que estamos vendo são benesses sendo recolhidas para terem conforto em seu abrigos que mais se parecem palacetes,com inúmeros empregados,veículos caros nas garagens e assim por diante.Se o Brasil mudou para os pobres a religião também passou a ser de interesse particular de líderes religiosos avessos à justiça social pregadas no livro Sagrado.O fim dos tempos é chegado pela postura partidária das igrejas de modo geral.

  4. camilla Postado em 17/Oct/2010 às 19:44

    nada a ver esse padre defender algum político publicamente sendo que outro partido estava assistindo a missa, é pedir pra arranjar confusão. mentirosa é a dilma. voces precisam ler mais. triste ler essas palavras. dilma NÃO!!!

  5. Eleições 2010 Brasil Postado em 17/Oct/2010 às 20:51

    Vergonha! Zé puxadinho e sua mulher Chilena, trazerem a religião para as Eleições. Sinceramente espero consciência do Povo, que se deixem enganar por promessas, o Srº em questão tem que aprender, que não vale tudo pelo poder!

  6. Melfs Postado em 18/Oct/2010 às 00:21

    Pra quem escondeu que a mulher (Monica Serra disse ter praticado aborto para alunas) praticou aborto e se diz totalmente contrário ao aborto por princípios cristão, e tem a questão do Paulo Preto que foi denunciado por ter desaparecido com 4 milhões ele tem mais é que rezar para pedir desculpas por tanta hipocrisia.
    O padre fez assim como Cristo que expulsou os comerciantes do templo, foram lá fazer politicagem barata e durante a missa o panfleto mentiroso que a polícia descobriu ser produzido numa gráfica de uma pessoa filiada ao psdb. Parabéns padre pela caragem e denuncia do quanto os políticos que ali estavam eram oportunistas.
    Tasso e sua arrogância partiu pra cima do padre assim como faz com o povo, essa corja está desesperada e usa a Santa Igreja pra iludir as pessoas, espero que essa turma seja desmacarada e pare de enganar as pessoas em nome da fé.

  7. Ruy Acquaviva Postado em 18/Oct/2010 às 15:08

    Quase bateram no padre em plena missa!!!!

    É um absurdo usar a fé dos outros com objetivos políticos. Misturar política com religião nunca dá certo.

    Lembrem-se do episódio dos vendilhões do templo...

  8. Homem Cinza Postado em 18/Oct/2010 às 15:28

    @camilla o Padre em questão não defendeu uma candidata, ele defendeu a igreja. Ele disse que não era verdade que a igreja afirmava o conteúdo dos panfletos, como o candidato José Serra queria que o povo acreditasse.

  9. Jessica Postado em 18/Oct/2010 às 16:16

    Dilma se diz cristã? nem acreditae em Deus ela acredita, so em epoca de eleição ela resolveu ir pra igreja... SErra!!

  10. Vera Lucia Postado em 18/Oct/2010 às 16:53

    Camilla,

    Você quer que leiamos mais o que??? Revista Veja??? Folha de São Paulo??? Assistir ao JN do casal 45????
    Posso te sugerir algo melhor do que ler... Saia na rua e veja o povo feliz, pois pode comprar, pode comer, pode trabalhar, pode viver...
    Isso graças a um Governo que esta dando certo. Vou ler para que??? Para saber que toda a mídia está atras de poder e não de fazer o povo viver. Garota... para de ler Capricho....

  11. JEAN Postado em 18/Oct/2010 às 17:02

    Eu que moro em Canindé, o padre defendeu a igreja da politica que tanto Serra quanto militantes da Dilma tavam colocando bandeiras na frente da igreja, dando panfletos um absordo. OS DOIS ESTÃO ERRADOS NEM DILMA E SERRA, VOU VOTAR NULOOOOO

  12. Misael B. Silveira Postado em 18/Oct/2010 às 17:08

    Mas tchê, se o padre não era da cidade, bobeia e nem era um padre.

    Quando vê, o suposto padre era um militante do PT.

    O padre, talvez, tenha sido sequestrado. Deram um jeito de disfarçar um militante para substituir o padre...

    huahuahuahau

  13. José Wilson de Farias Postado em 18/Oct/2010 às 18:05

    O Padre deveria ter procedido como Jesus e expulsado os vendilhoes do templo. Igreja não é local de convenção de politicos e seus seguidores. O Padre agiu conforme qualquer sacerdote deveria agir.Não permitir que na Igreja e arredores de sua propriedade se praticasse atos políticos, principalmente os de má fé como é o caso da distribuição dos panfletos.

  14. Anonymous Postado em 18/Oct/2010 às 18:50

    A verdade precisa ser dita. O Pe. em questão, agiu corretamente, dentro dos princípios cristãos. ele apenas afirmou que a Igreja não autorizou ninguém a difamar,este ou aquele candidato. Parab´nes para o Reverendíssimo!!!

  15. Anonymous Postado em 18/Oct/2010 às 19:41

    E isso ai gente, votem Dilma para o Brasil continuar mudando no rumo certo.

  16. Menino-Homem Postado em 19/Oct/2010 às 14:34

    merecidamente.
    serra pensa que o nordestino é burro e se calou diante dos 8 anos de estiagem na era fhc? ele é tão baixo e pobre que nem consegue fazer política mostrado propostas, programas, sua maneira mais "sútil" é o ataque com mentiras infundadas e coisas do tipo... eu voto dilma e 13, para o brasil e o nordeste seguir mundando...

  17. Anonymous Postado em 19/Oct/2010 às 15:01

    Esses padrecos pedófilos vagabundos da Teologia da Libertação deviam ser extirpados da Igreja. São um câncer que avassala a Madre. A própria CNBB Sul 1 declarou que os documentos são verídicos.

O e-mail não será publicado.