Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 06/Oct/2010 às 23:12
0
Comentários

Canção Nova publica nota oficial sobre eleições

O Monsenhor Jonas Abib, fundador da  Comunidade Canção Nova, pediu perdão por qualquer excesso da igreja católica em tempos de eleição.
Num dos trechos disse: “A Canção Nova não apoia candidatos ou partidos. Acolhe a todos. Por fim, peço em nome da Canção Nova, perdão por qualquer excesso. Nosso objetivo é promover o amor, nosso carisma maior.”
A carta teria sido escrita depois que o padre José Augusto, da Canção Nova, cita e-mails sobre Dilma no meio da missa. Veja o vídeo publicado por Luis Nassif. Clique para assistir.
Leia a íntegra abaixo:

Cachoeira Paulista, 05 de outubro de 2010

Aos queridos membros da Comunidade Canção Nova
Apresento a todos minha reflexão para este tempo de eleições 2010.
A Canção Nova mantém-se alinhada à catequese da Igreja Católica e à sua doutrina comprometida com o direito à vida e à dignidade humana.
O meu convite é que todos sejamos homens e mulheres de fé e oração. E por que lhes digo isto? Porque estamos em tempo de eleições no Brasil. Precisamos ser fiéis aos valores da
Igreja. Nosso chamado é evangelizar.
É preciso ver nos irmãos o que nos une.
A Canção Nova não vê cada candidato por suas bandeiras, mas os acolhe como filhos amados de Deus. Cada fiel deve votar de acordo com suas convicções e com a doutrina social da Igreja.
Para este tempo, peço a cada um oração e silêncio. Acolhamos a todos. Rezemos para que eles possam conhecer a verdade. A Canção Nova não apoia candidatos ou partidos. Acolhe a todos.
Por fim, peço em nome da Canção Nova, perdão por qualquer excesso. Nosso objetivo é promover o amor, nosso carisma maior.
Rezemos pelo nosso país, pela Santa Igreja e pelos candidatos, para que sigam a Verdade que é Cristo Jesus e permaneçam n’Ele.
Com a minha benção,
Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Comentários

O e-mail não será publicado.