Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 31/Oct/2010 às 17:48
0
Comentários

Boca de urna do Ibope mostra Dilma com 57% e Serra com 43%

A pesquisa de boca de urna apurada pelo Ibope neste domingo trará Dilma Rousseff à frente do tucano José Serra com folga. Segundo a Folha apurou, Dilma recebeu 57% dos votos e Serra, 43%.
No primeiro turno, o Ibope apontava indefinição do quadro. No dia 3 de outubro, a petista recebeu 51% das intenções de voto. José Serra obteve 30%. A eleição acabou indo para o segundo turno. 
O resultado deve ser divulgado a partir das 19h de Brasília –quando termina a votação no Acre– pelo instituto e pela TV Globo.
 
DILMA
Dilma participou na manhã deste domingo de um café da manhã em Porto Alegre com cerca de 150 líderes políticos das coligações que a apoiaram no Rio Grande do Sul. Por volta das 9h15, ela votou em uma escola, no centro da cidade.
Ao discursar para os correligionários, no hotel Plaza São Raphael, a candidata lembrou que ontem esteve em Minas, onde nasceu, e que hoje foi ao Estado onde fez sua trajetória política. “É como se eu fizesse a trajetória política da minha vida. Aqui fui recebida quando saí das prisões da ditadura”.
Dilma afirmou que é um “bálsamo para a alma terminar a caminhada” entre companheiros políticos e amigos.
Ao fazer um balanço para os jornalistas, a candidata disse preferia enfatizar os “bons episódios” da campanha. Questionada se poderia chamar a oposição para seu governo, ela afirmou que pretende governar com a coligação, mas para todos os brasileiros.
“A minha coligação, que me trouxe até aqui, é a coligação com a qual vou governar. Vou governar para todos, conversarei com todos os brasileiros”.
 
SERRA
Serra votou por volta das 11h30 deste domingo no Colégio Santa Cruz, em Pinheiros (zona oeste de São Paulo).
Segundo o tucano, o povo vota, escolhe e decide. “O que vamos fazer agora é aguardar essa decisão. Se motivação houve para essa batalha desigual, o elemento fundamental é a confiança que eu sentia nas ruas, no abraço das pessoas.”
Ele disse torcer para que hoje, além da “beleza da democracia”, haja também a “beleza da alternância do poder”.
Na saída, um manifestante, estudante de ciências sociais, mostrava um cartaz com os dizeres: “Serra, o papa é contra a camisinha no combate à Aids?”
Serra votou acompanhado de sua mulher, Mônica, e de seus companheiros de coligação: o governador eleito, Geraldo Alckmin (PSDB), o atual governador Alberto Goldman (PSDB), o prefeito da Capital, Gilberto Kassab (DEM), e o senador eleito por São Paulo Aloysio Nunes (PSDB).
Depois de confirmar seu voto, ele posou para fotos acompanhado dos netos –Antonio e Gabriela–, fazendo com as mãos o gesto que simboliza a vitória.
No primeiro turno, o candidato votou no começo da tarde e estava acompanhado de seu vice, Indio da Costa (DEM-RJ).

Comentários