Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 21/Oct/2010 às 15:19
0
Comentários

Bexigas com água são jogadas contra Dilma, mas erram o alvo

Durante caminhada no Calçadão da rua XV de novembro, no centro de Curitiba, na manhã desta quinta-feira (21), a candidata Dilma Rousseff (PT) foi alvejada por duas bexigas cheias de água – ou algum outro líquido ainda não identificado – arremessadas do alto de um prédio em direção ao jipe em que Dilma estava, no meio do público. Nenhuma das bexigas atingiu a candidata, mas a segurança isolou-a do público em seguida e a caminhada foi encerrada mais cedo do que o previsto. O destino final seria a Boca Maldita, tradicional ponto de encontro de manifestações políticas de Curitiba.
Foi o segundo episódio semelhante na campanha do segundo turno das eleições presidenciais. O candidato do PSDB à presidência, José Serra, cancelou compromissos ontem depois de ter sido acertado por uma bolinha de papel na cabeça, durante caminhada em Campo Grande, no Rio de Janeiro.
Antes de partir para Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, para uma carreata e entrevista coletiva, Dilma ainda recebeu um manifesto de apoio de juristas, professores da Universidade Federal do Paraná e artistas locais. Outro manifesto de cristãos – católicos e evangélicos – foi entregue à candidata, assinado por bispos, padres e pastores do Paraná. Dilma fez um rápido discurso, agradeceu os votos do primeiro turno e pediu empenho da militância para a reta final da campanha. Disse ainda que o povo na rua será o diferencial nos dez últimos dias de campanha. 
Portal Terra

Comentários