Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 15/Sep/2010 às 11:16
1
Comentário

Dora Kramer esperneia de barriga cheia

Segundo a articulista Dora Kramer, a vitória de Dilma, já anunciada pelaspesquisas, e o fabuloso índice de aprovação do governo Lula, é um riscoà democracia. Sem analisar as razões que levaram o governo dopresidente Lula a tamanho respaldo popular, um dos maiores do mundo eda história do país, Kramer trata os 5% que discordam do presidentecomo vítimas de uma discriminação. Por não se conformar em estarincluída nesta minoria, esperneia como se não tivesse espaço paraexercer suas posições contrárias.

Vamos aos fatos: Dora Kramer tem coluna diária na grande imprensa dopaís, cujo conteúdo, não censurado, é sistematicamente de oposição; asgrandes redes de TV’ s e rádios, apesar de concessões públicas, tem oseditoriais dos seus noticiários definidos por uma agenda política daoposição, sem direito ao contraste e à diversidade.

Kramer – assim como a grande imprensa – tem a pretensão de representara opinião pública brasileira, mas ao constatar que o seu “jornalismo”não está pautando a consciência do povo, agride a diversidade,afirmando que só os que não dependem do governo para viver e produzir,podem pensar livremente. Representantes da elite, descolados darealidade, não perceberam que com a eleição de um metalúrgico, umretirante nordestino, o povo é cada vez mais protagonista da vidapolítica nacional, não é um espectador passivo dos articulistas deplantão. No ambiente democrático, o povo vai fazendo a sua própriaexperiência política, forjando os seus valores e posições.

Insatisfeita com os rumos políticos, Kramer assume a agenda da oposiçãoacusando o PT de ganhar as eleições principalmente porque não joga naregra, no mano a mano, com igualdade (ou quase) de condições eextrapola no abuso da máquina e das infrações à lei.

Diante da iminente derrota do PSDB e do DEM, a articulista já tentapautar o comportamento da oposição, decidindo que, por princípio, deveser “do contra”. “Isso só se faz com a clareza de que é preciso ter”lado”, posição. Achar que o adversário – principalmente da envergadurado PT – em algum momento dará sombra e água fresca é ilusão à toa.Coragem é indispensável e sensibilidade para mobilizar a sociedade, nemse fala”. Até parece que é a velha UDN, de plantão. Se não conseguemlevar no voto, quem sabe? 

Davidson Magalhães

Comentários

  1. Anonymous Postado em 15/Sep/2010 às 11:27

    Não leio nada que esta senhora escreve, mas suas ponderações são perfeitas porque abarcam todo o pensamento da direita odiosa do país, não apenas da criatura referida.
    Parabéns.

O e-mail não será publicado.