Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 10/Sep/2010 às 21:33
0
Comentários

Com 50%, Dilma mantém vantagem e quadro é de estabilidade, diz Datafolha

A 23 dias da eleição, pesquisa Datafolha realizada nos dias 8 e 9 desetembro aponta para um quadro de estabilidade na disputa presidencial.
Com 50% das intenções de voto, a candidata petista Dilma Rousseffmanteve o percentual registrado na pesquisa anterior, realizada hácinco dias.
Seu principal adversário, o tucano José Serra, oscilou negativamenteum ponto percentual e registrou agora 27% das menções do eleitorado.Marina Silva (PV) foi de 10% para 11%. 

Todas as variações estão dentro da margem de erro do levantamento, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.  
Os outros candidatos não alcançaram 1%, enquanto 6% dos entrevistadosse dizem indecisos, e outros 4% declaram que irão votar em branco ouanular o voto.
A pesquisa Datafolha mostra que a ex-ministra ampliou sua vantagemna Bahia e em Pernambuco, exatamente os Estados em que Serra mais caiu.
A preferência por Dilma entre os pernambucanos é de 67% contra 18%que mencionam o nome do tucano (há cinco dias o levantamento registrou62% a 21%), enquanto entre os baianos chega a 64% contra 18% que dizemvotar em Serra (era de 60% a 22%).
 
SEGUNDO TURNO
A simulação de segundo turno feita peloDatafolha também apontou estabilidade. Dilma prosseguiu com os mesmos56% que havia registrado no último levantamento, e Serra oscilou umponto para baixo (35%).
O mesmo pode-se dizer para a rejeição dos candidatos: agora, 32%dizem que não votariam em José Serra (eram 31% há cinco dias), contra22% que reprovam Dilma (21%) e 16% que não consideram votar em Marina(ante 17%). 

Comentários

O e-mail não será publicado.