Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 09/Aug/2010 às 18:42
0
Comentários

Sem garantia de público, Serra descarta ida a grandes comícios

Candidato tucano à Presidência da República, José Serra deixou de lado a pretensão de reunir grandes multidões em comícios Brasil afora. Integrantes de sua equipe de campanha revelaram que a preferência do líder do PSDB será mesmo as caminhadas e o contato direto com os eleitores, além de encontros com públicos específicos, como líderes femininas ou assistentes sociais.
 
O vice na chapa de Serra, deputado federal Indio da Costa (DEM-RJ), disse a jornalistas que o processo de comunicação da campanha tucana busca se diferenciar e atingir o eleitor de diferentes maneiras, sem “shows”, como ele define os comícios de Dilma e Lula.

– Hoje em dia é diferente, aquela passeata dos 100 mil (ocorrida em 1968, contra a ditadura militar), talvez tivesse 10 mil hoje em dia. O próprio comício deles (PT) lá no Rio de Janeiro foi um fiasco. Disseram que iam 100 mil e só foram mil – critica o representante da extrema-direita. Apesar da chuva torrencial no dia do comício a que se referiu Índio da Costa, segundo dados da Polícia Militar do Estado do Rio, havia mais de 15 mil pessoas na Cinelândia.

Para o candidato a vice, a internet tem sido uma arma poderosa de convencimento da campanha tucana.

– Nossa tática é mostrar nossas propostas e que nós somos capazes de levar a eles o que eles precisam – acrescentou, em conversa com jornalistas.

A senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), responsável por coordenar a agenda de eventos do tucano, no entanto, contradiz o candidato a vice de Serra. Ela afirma que os comícios não estão descartados, embora a campanha não tenha nenhum agendado até o momento.

– O fato de o Serra não fazer (comício) não quer dizer que não vá ter, mas não é prioridade. No estilo de ação dele, a preferência são para encontros diretos com a população, palestras e eventos fechados – rebate.

A agenda de Serra, segundo Marisa, é definida de acordo com os convites que o presidenciável recebe dos correligionários nos Estados. Na semana que vem ele vai à cidade portuária de Paranaguá (PR) ao lado do candidato tucano ao governo, Beto Richa, para falar de portos.

Serra já esteve no Paraná no início da campanha. Fez uma caminhada nas ruas do centro de Curitiba, sendo acompanhado por cerca de 500 pessoas, a maioria funcionários públicos da prefeitura. Semanas depois, a candidata petista Dilma Rousseff fez um comício no mesmo local e atraiu um público estimado em 20 mil pessoas.

Fonte: Correio do Brasil

Comentários

O e-mail não será publicado.