Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 12/May/2010 às 15:36
0
Comentários

Hipocrisia Eleitoreira

Rodrigo Martins

A Câmara aprova 7,7% aos aposentados e o fim do fator previdenciário

Na terça-feira 4, a Câmara aprovou um reajuste de 7,7% para os aposentados que ganham mais de um salário minimo e o fim do fator previdenciário, que retarda as aposentadorias precoces. O resultado da votação representa grande dor de cabeça para o governo, que havia editado uma medida provisória, em vigor desde janeiro, fixando um aumento de 6,14% nas aposentadorias.
Líder do governo na Câmara, o deputado Cândido Vaccarezza ficou isolado na defesa de um reajuste de até 7%, o teto máximo que o governo considera “aceitável”. De olho nas eleições, tanto parlamentares de partidos da oposição como os da bancada governista votaram a favor do reajuste maior. O próprio PT liberou seus deputados para votar como bem entendessem. 
Pelos cálculos de Vaccarezza, a decisão acarretará num rombo de 15 bilhões de reais nas contas da Previdência em 2010. Agora, os governistas têm a tarefa de modificar a medida provisória no Senado. Caso o texto seja aprovado como está, caberá a Lula o ônus de vetar o reajuste maior, como antecipou o ministro Paulo Bernardo, pouco antes da votação na câmara.
.

Comentários